em

AmeiAmei

13 Alimentos bons para gastrite

Quer melhorar a alimentação e diminuir o desconforto no estômago? Veja como
alimentos bons para gastrite
Crédito: Freepik

Sentir dor no estômago é horrível. Quem sente sabe o quanto esse desconforto pode atrapalhar o dia a dia. Uma das causas desse mal é a gastrite, um processo inflamatório na parede estomacal causado por hábitos alimentares deficientes, por refluxo da bile para dentro do estômago (causando excesso de ácido) ou pela bactéria H. Pylori. Para diminuir esse problema, existem alimentos bons para gastrite.

13 Alimentos para bons para gastrite

Antes de listar os alimentos é importante saber que a H. Pylori é encontrada em comidas cruas que, quando consumidas contaminadas, permitem sua entrada no corpo, atacando diretamente o  revestimento interno do estômago. Assim, ela causa feridas que podem virar úlceras e também a gastrite.

O uso de algumas medicações, abuso de álcool, doenças autoimunes e até mesmo o estresse podem ajudar a enfraquecer esse revestimento estomacal, o deixando ainda mais propenso à doença.

Alguns dos seus sintomas são a indigestão, azia, enjoo, vômito, dor de estômago e falta de apetite. Se você sofre com isso é importante saber que existem alimentos bons para gastrite e outros que a pioram.

1. Hortelã

hortelã para tratar gastrite
Crédito: Divulgação

Essa planta possui diversos benefícios, como o alto poder de acabar com inflamações, atua no combate de vermes, bactérias e ainda serve para tirar a dor e ajudar a adormecer. A hortelã ajuda a restabelecer o revestimento estomacal. O chá pode ser consumido de tarde e de noite, antes do almoço, lanches ou jantar.

2. Mamão

Essa fruta é rica em água e fibras, então auxilia no bom funcionamento do intestino e regula a acidez estomacal, pois não exige a produção de muito suco gástrico para ser digerida, amenizando as dores. O mamão é uma excelente e deliciosa sugestão para o café da manhã.

3. Biomassa de banana verde

Muito conhecida por quem é adepto da alimentação saudável e fitness, a biomassa da banana verde tem um amido prebiótico (que serve de alimento para a microbiota intestinal) que ajuda o intestino a funcionar em equilíbrio. Esse alimento também oferece propriedades cicatrizantes.

Além da presença desse amido, a banana é um alimento rico em fibras que ajudam o estômago e o intestino a trabalharem mais tranquilamente, evitando o excesso de ácido que faz piorar a gastrite.

4. Alecrim

Ao reduzir a acidez estomacal, o alecrim também diminui a flatulência e má digestão. Tome o chá de alecrim 30 minutos antes de almoçar e também antes de jantar, mantendo uma alimentação saudável e de fácil digestão para evitar uma produção exagerada de ácido estomacal.

5. Alho

alimentos bons para gastrite alho
Crédito: Pxhere

O alho é um excelente remédio para problemas do trato gastrointestinal, pois é um anti-inflamatório natural, além de poderoso antibiótico, agindo contra a ação da H. Pylori.

6. Antioxidantes

Os antioxidantes estão presentes em todos os alimentos, em especial nos naturais, que não passam por processos industriais antes de chegar à mesa da sua casa. Esses antioxidantes combatem os radicais livres que oxidam as células e ajudam a curar inflamações, melhorando os sintomas de problemas digestivos.

Os mais comuns, encontrados em alimentos, são a vitamina C e os flavonoides, sendo facilmente encontrados em frutas cítricas e naquelas que tem o tom vermelho a roxo, como as uvas e as chamadas “berries” como amora e mirtilo. São parte também da composição da cebola, abóbora, folhas verdes escuras, gengibre, maçã e todos os demais vegetais.

7. Probióticos

Os alimentos probióticos podem ajudar no processo de cura da gastrite, pois estimulam a multiplicação das bactérias boas do intestino. Essas bactérias já nascem no intestino humano, compondo a chamada microbiota intestinal. Mas a cada 7 dias, em média, essas bactérias terminam seu ciclo de vida e são eliminadas do corpo, então precisam ser repostas por meio dos alimentos.

Para tanto, recomenda-se ingerir kefir, iogurte natural, leite fermentado e muitos outros alimentos fermentados, como chucrute, molho de soja e pães saudáveis feitos com fermento biológico. Ao manter o seu intestino com uma colônia saudável e abundante de bactérias do bem, o seu sistema imunológico será fortalecido, ajudando na cura da gastrite.

8. Fibras

Uma alimentação com a quantidade adequada de fibras pode reduzir em 60% as chances de desenvolver úlceras estomacais. Você pode encontrar fibras em alimentos integrais, nozes, legumes, frutas, aveia, linhaça e em muitos outros.

É importante ingerir tanto as fibras solúveis quanto as insolúveis. As fibras solúveis ajudam a digerir os alimentos no estômago, de forma mais lenta, regulando a produção de ácido estomacal. As insolúveis passam direto pelo estômago e vão para o intestino, onde servem de alimento para que a colônia de bactérias boas se fortaleça e trabalhe em benefício da sua saúde.

9. Aloe vera

babosa para gastrite
Crédito: Medical News Today

A aloe vera, popularmente conhecida como babosa, é uma planta da família das suculentas que é bem comum no Brasil. Se tiver a oportunidade, tenha um vaso dessa planta na sua casa. Sempre que precisar, colha uma folha, lave e corte-a ao meio no sentido do comprimento para raspar o gel transparente que tem dentro.

Esse gel é muito eficiente para tratar inflamações e cicatrizar feridas dentro e fora do corpo. Pode misturar com frutas doces, como o mamão e a banana, e fazer um suco para tomar em jejum pela manhã. Espere meia hora para tomar o café da manhã propriamente dito, com pão integral, iogurte e um chá.

10. Mel

O mel de abelhas orgânico e puro é um alimento maravilhoso para ter em casa e usar no lugar do açúcar. Ele adoça muito bem a comida, serve para incluir nos sucos, vitaminas, chás, sobremesas e até mesmo para dar um toque agridoce aos seus molhos e preparados salgados.

Aproveite ao máximo as propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes do mel de abelhas. Lembre-se que não pode ser melaço de cana, pois esse é um alimento totalmente diferente do mel de abelhas e não oferece essas mesmas propriedades.

Veja também: o que é e quais os benefícios do própolis

11. Carne branca

É verdade que as carnes são alimentos mais pesados, exigindo que o estômago receba mais ácido para digeri-las. Mas não é preciso eliminar todas as carnes da alimentação caso você não seja vegetariano. O que pode fazer é manter apenas as carnes brancas, de frango e peixe, no cardápio.

Também deve evitar comer as partes gordurosas e as peles dessas carnes, tudo para facilitar a digestão e evitar as dores que a doença provoca.

Veja também: receitas com frango

12. Sucos verdes

Os sucos feitos com vegetais verde-escuros e outras frutas e legumes são ricos fibras, em clorofila, vitaminas e minerais que são muito importantes para a manutenção do organismo. Ao mesmo tempo, com o corpo nutrido e saudável, fica muito mais fácil agir na cura dos problemas estomacais. Também pode misturar aos sucos as sementes de chia, linhaça e girassol para potencializar o efeito.

13. Vegetais no vapor

Comer muitos vegetais é importantíssimo para a saúde. Mas nem todos devem ser comidos crus, inclusive as folhas de couve, que são duras e podem causar dor em quem já sofre com úlceras estomacais e gastrite. Nesse caso, a melhor forma de cozinhar os vegetais é no vapor, pois assim nenhum nutriente se perde na água do cozimento.

Depois de cozinhá-los pode refogar com alho, cebola e um pouco de manteiga clarificada para dar sabor. As ervas frescas e o sal rosa ou a flor de sal devem ser os temperos favoritos no lugar dos prontos industrializados.

Alimentos a evitar

Para combater a gastrite, evite consumir bebidas que contenham álcool, embutidos, pimenta, alimentos ácidos, café, excesso de frutas cítricas e doces industrializados.

Além disso, busque fazer pequenas e constantes refeições, comendo um pouquinho, várias vezes ao dia. Antes de ir para a cama, à noite, evite alimentos pesados ou difíceis de processar, optando por um chá ou uma fruta leve.

Beba muita água para ajudar no processo digestivo e também no alívio dos sintomas, podendo ser cerca de 2 litros por dia. Elimine de vez o uso do cigarro e de bebidas alcoólicas, pois são fatores de risco para quem tem tendência a problemas estomacais severos.

Procure fazer coisas que aliviem o estresse do dia a dia, como começar a praticar um esporte, fazer yoga, dançar, aprender a fotografar, estudar uma nova arte, artesanato… São muitas as opções para além dos alimentos bons para gastrite.

Cuidando da saúde do corpo e da mente, as chances de que uma úlcera se desenvolva serão reduzidas. Pense nisso e veja como você pode mudar a sua vida para melhor.

Para saber também sobre gastrite nervosa, assista ao vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
pudim de chocolate
10 Receitas de pudim de chocolate para fazer e experimentar
gelatina industrializada faz bem
Gelatina industrializada faz bem ou mal à saúde?