em

Castanha-de-caju para depressão e outros 10 medicamentos naturais

Será que essa castanha ajuda realmente a tratar a doença do século? Confira os benefícios
castanha de caju é boa para depressão
Crédito: Pexels

Será que castanha-de-caju é boa para depressão? Além de ser um alimento que contém gorduras benéficas para o organismo, também é rica em vitaminas do complexo B, aminoácidos essenciais e magnésio. Essas substâncias vão atuar diretamente no cérebro, auxiliando na redução de epsódios de ansiedade e depressão.

Castanha-de-caju é boa para depressão: sim ou não?

castanha de caju é boa para depressão
Crédito: Suco Verde

Muito apreciada no Brasil, de onde é originária, a castanha-de-caju é boa para depressão, e não só, também acarreta diversos benefícios para a saúde. De acordo com a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos, suas propriedades nutricionais são:

Umidade: 3,5 (%);
Energia: 643 (kcal) / 2690 (ki);
Proteínas:14,5 (gramas);
Lipídeos: 63,5 (gramas);
Colesterol: NA (mg);
Carboidrato: 15,1 (gramas);
Fibra Alimentar: 7,9 (gramas);
Cinzas: 3,4 (gramas);
Cálcio: 146 (mg);
Magnésio: 365(mg).

Muito rica em vitaminas do complexo B, como B5, B6 e B11, fibras e riboflavina, a castanha-de-caju é boa para depressão e prevenção de várias doenças. Dentre elas, incluem-se as doenças de origem oncológica, ou seja, relacionada a tumores.

Em relação à depressão, muita gente se pergunta se ela ajuda ou não. Sim, a castanha-de-caju é boa para a depressão e consegue auxiliar no tratamento de casos leves dessa doença.

A castanha-de-caju é rica em tripofano (400 mg por cada 100 gramas), aminoácio essencial e não produzido pelo corpo humano, respomnsável pela produção de seratonina. Esse hormônio, por sua vez, é responsável pelo bom humos.

Outros antidepressivos naturais

Agora que você já sabe que a castanha-de-caju é boa para depressão, está na hora de conhecer outros alimentos que podem auxiliar nesse sentido, assim como os antidepressivos, mas de forma natural. Mas atenção, consulte o seu médico, tenha uma alimentação equilibrada e pratique exercícios físicos.

Aproveite e informe-se sobre os sintomas da depressão, para conseguir identificar e procurar ajuda de um profissional.

1. Sementes de melancia

semente de melancia
Crédito: Pixabay

Assim como a castanha-de-caju é boa para depressão, as sementes (de forma geral) também. Pois elas são ricas em tripofanos e antioxidantes. Ou seja, ajudam a estimular o processo de produção de seratonina.

Outros alimentos associados a este mesmo benefícios são: sementes de abóbora e sementes de uva. A linhaça, o gergelim e a chia também entram nesta lista e são excelentes fontes de ômega-3, além de serem anti-inflamatórios.

2. Banana

Um dos benefícios da banana é a melhora do humor de quem a consome. Isso por possuir o tripofano e a vitamina B6, que ajuda a acalmar e ter uma boa noite de sono. Ou seja, assim como a castanha-de-caju é boa para depressão, a banana também é!

3. Laranja

A laranja é uma fruta rica em ácido fólico, importante componente contra os sintomas depressivos. Além disso, é rica em vitamina C, que ajuda a combater o estresse oxidativo gerado pelos radicais livres. Por isso que, assim como a castanha-de-caju é boa para a depressão, recomenda-se o consumo de laranjas, também.

4. Leite

alimentos contra depressão
Crédito: CCPR Leite

O leite é bastante rico em cálcio e, esse mineral, além de potencializar a saúde dos ossos, colabora diretamente na redução da tensão, estresse e ansiedade. Veja outros alimentos que são ricos em cálcio para adicionar na sua alimentação.

5. Nozes

As nozes são ricas em selênio, um poderoso antioxidante. Dessa forma, assim como a castanha-de-caju é boa para a depressão, a castanha-do-pará, as nozes e as amêndoas também são. Além disso, ajudam a combater o estresse.

6. Ovos

Os ovos são alimentos bastante comuns na dieta de diversas pessoas. Além de ser rico em proteínas, aas vitaminas do complexo B (tiamina e niacina), colaboram na “melhora do humor”, por estarem relacionados a produção hormonal da seratonina.

7. Peixes e carnes magras (aves)

alimentos contra depressão
Crédito: Toca do Grilo

Esses alimentos são ricos em tripofano e, assim como a castanha-de-caju é boa para a depressão, o consumo dessas proteínas, também. Além disso, promovem a sensação de saciedade. Ajuda ainda a relaxar e aliviar dores provocadas por tensões do dia a dia.

8. Aveia

Além de ser um alimento que ajuda a regular as funções do intestino, a aveia também possui vitaminas A e E, auxiliando no combate a depressão. Também ajuda a reduzir as crises de ansiedade.

9. Couve

Assim como a castanha-de-caju é boa para depressão, a couve e outros alimentos de folhas escuras, também.  Isso se deve à presença do folato, importante vitamina do complexo B, que mais uma vez influencia nos “hormônios da felicidade”.

10. Soja

alimentos contra depressão
Crédito: Opas

Por ser rica em magnésio, a soja é um magnífico ingrediente, assim como a castanha-de-caju que é boa para depressão, ajudando ainda a reduzir o estresse e a ansiedade. Tasmbém reduz os sintomas da fadiga muscular e proporciona mais energia para o corpo.

Então, agora você sabe que a castanha-de-caju é boa para depressão, junto com mais 10 alimentos bem diversos. Se você achou informativo, compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
melhores remédios caseiros para retenção de líquidos
6 Remédios caseiros para retenção de líquidos
cha de equinacea
Chá de equinácea: benefícios e como fazer