em

Quais são os sintomas de depressão?

Confira como identificar os sintomas dessa doença, considerada o “mal do século”

sintomas de depressão
Crédito: Unsplash

A depressão é um problema muito grave que atinge diversas pessoas ao redor do mundo. Diversas autoridades e pessoas já demonstraram preocupação com essa doença, através de campanhas como o “Setembro amarelo”. É muito importante saber quais os sintomas de depressão.

É essencial não deixar passar despercebidos os sinais, que geram muito sofrimento em quem os possui.

Sintomas de depressão profunda

Já sentiu aquela moleza extrema e uma imensa indisposição para fazer qualquer coisa? Existem diversos sinais que parecem ser bem corriqueiros, confundidos com cansaço ou desânimo temporário.

Vale lembrar que em qualquer suspeita de depressão, um psicólogo ou psiquiatra deve ser consultado, pois é o profissional mais indicado para o tratamento, que, por sua vez, é indispensável.

É necessário também que haja o suporte de pessoas próximas, incentivando a melhora – sem cobranças – e com o máximo de empatia. Os sintomas apresentados aqui são alguns mais comuns, mas a doença pode se manifestar de diversas maneiras.

Sensação de vazio

Questões como “porque eu preciso estar vivo?” ou certeza como “ninguém precisa de mim e nem vai sentir minha falta” são sinais evidentes de que há algo errado.

Se a pessoa não enxerga propósito algum na vida e a leva como um fardo, isso pode ser um sintoma de depressão grave e exige o máximo cuidado para que não chegue ao extremo de tirar a própria vida.

Dificuldades para o cuidado básico

Quem sofre com essa doença tem dificuldades em se cuidar, mesmo que em aspectos básicos, como: escovar os dentes, tomar banho, pentear o cabelo e alimentar-se corretamente.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, isso não é preguiça ou simples falta de vontade. Às vezes, o doente não tem forças para o mínimo e deixa isso consumi-lo.

Automutilação

Esse é um dos sintomas mais graves e explícitos. É deixando marcas de cortes no corpo que quem sofre se pune. É preciso consultar um especialista o mais rápido possível.

Esses cortes já consistem em um atentado inicial à vida. Se não houver um tratamento adequado para esse tipo de sintoma, ele pode perdurar um tempo desnecessário, machucando não só fisicamente, como também traumatizando quem sofre.

Pensamentos suicidas ou tentativas de suicídio

Esse é o estágio final da depressão profunda e exige uma imensa atenção, pois é a vida da pessoa que está envolvida nessa fase. Vale lembrar que o indivíduo que pensa em cometer o suicídio já passou por diversos estágios de depressão anteriormente e que chegou ao seu limite máximo de depressão.

Se você conhece alguém ou mesmo está passando por esse estágio, visite o site o Centro de Valorização da Vida ou ligue para 188 (ligação gratuita para todo o Brasil). Você vai encontrar uma equipe capacitada para evitar suicídio.

A depressão tem cura, só é preciso persistir no tratamento.

Sintomas de depressão leve

Não é por ser leve que não se deve ter cuidado. Todo sinal apresentado deve ser acompanhado de perto, de preferência por um psicólogo, pois toda depressão profunda começa com uma depressão leve.

Sentimento de culpa e inutilidade

Esses sentimentos provocam uma sensação terrível, fazendo com que a pessoa perca aspectos de sua personalidade, como a autoestima e a confiança em si mesma.

Para evitar isso, é importante perceber se há pessoas tóxicas por perto, que colaboram com a culpa e a baixa autoestima. Sempre trabalhe também para ressaltar os pontos positivos da personalidade de quem está doente e tenha paciência.

Perda de interesse por hobbies

Outro fator que pode ser associado à depressão é a perda de interesse por atividades que antes agradavam. Nesses casos, nota-se um certo desânimo em realizar atividades que no passado geravam prazer.

Esse desânimo geralmente está acompanhado de outros sintomas diversos, então, se ele for constatado, é importante observar quais são os outros sintomas de depressão presentes.

Veja também: Melhores chás para combater a depressão

Sintomas de depressão pós-parto

Depois do parto, há uma abrupta mudança na vida da mulher, afinal, acaba de nascer uma criança que exigirá do casal enormes responsabilidades. Além disso, os hormônios ainda não se estabilizaram. Os sintomas de depressão pós-parto são mais presentes em mulheres que acabaram de parir, mas podem surgir até o bebê completar em torno de 1 ano de idade. Veja abaixo alguns sintomas de depressão pós-parto:

  • Baixa auto-estima;
  • Pouco interesse pelo bebê;
  • Tristeza constante;
  • Sentimento de culpa;
  • Medo de ficar sozinha;
  • Falta de apetite;
  • Desânimo e cansaço extremo;
  • Falta de prazer nas atividades diárias;
  • Dificuldade para dormir.

Assim como nos outros casos, aqui também é imprescindível o acompanhamento médico e psicológico. Não se deve tentar se curar sozinha, o que pode trazer mais frustração e sensação de abandono.

Conheça um pouco mais sobre o CVV, que trabalha com voluntários e ajuda o Brasil inteiro:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comentários

comentários

emagrecer com saúde

Como emagrecer com saúde: 5 dicas essenciais!

o que comer para emagrecer

O que comer para emagrecer? 7 grupos de alimentos essenciais