em

Saiba para que serve e onde encontrar vitamina A

Conheça os alimentos ricos nessa vitamina e a quantidade recomendada por dia para não exagerar nem deixar faltar
vitamina A
Crédito: Pixabay

A vitamina A é um dos vários tipos de micronutrientes que o organismo necessita diariamente para funcionar. Também chamada de Retinol, essa vitamina é boa para a visão, para a pele e exerce uma importante ação antioxidante sobre as células do corpo. Veja quais são outros benefícios, sintomas de deficiência ou excesso e em quais alimentos encontrá-la.

Benefícios para a saúde

beneficios da vitamina a
Crédito: Pixabay

Junto de outros nutrientes, essa vitamina atua em diversas funções do organismo, pois é distribuída depois de digerida para cumprir com suas tarefas diárias. Veja como são essenciais.

Ação antioxidante

Essa ação é realizada por todos os vegetais e é muito importante. Quando é metabolizada, uma das tarefas dela é combater o excesso de radiciais livres que prejudicam a saúde das células. Quando estão protegidas contra esse ataque, previnem-se diversas doenças, inclusive as degenerativas e alguns tipos de câncer.

Desenvolvimento e proteção do sistema nervoso

As doenças degenerativas que  ela pode afastar são Parkinson e Alzheimer, muito comum nos idosos. Nas crianças, atua na prevenção desse tipo de doença, mantendo cérebro em constante atividade, movimento e renovação.

Saúde dos ossos

Assim como acontece com o sistema nervoso, ela vai retardar a degradação óssea, que ocorre por dificuldade de absorção de nutrientes. Nas crianças e jovens, atua no controle da densidade óssea para uma formação adequada.

Saúde cardiovascular

Quando fala-se em saúde cardiovascular estão envolvidos problemas como colesterol alto, pressão alta, diabetes, doenças cardíacas e coronárias, além de aterosclerose e varizes. Ajudando a manter as paredes das artérias limpas, é uma das formas naturais de prevenir todos esses problemas.

Alimentos ricos em vitamina A

alimentos com vitamina a
Crédito: Pixabay

As vitaminas não são produzidas pelo organismo, por isso precisam ser absorvidas de fontes externas, como os alimentos e sol. Todos os dias é preciso comer uma variedade de alimentos que as contenham, para que todos os sistemas do corpo consigam exercer suas funções normalmente, de forma saudável.

Leite e derivados

Os tipos de queijos que têm maior concentração dela são o requeijão, o queijo minas e o queijo prato. Prefira as versões com menos gordura, ou seja, os menos curados. Também vai consumi-la no leite, na manteiga e outros derivados.

Ovo

O ovo é um alimento muito bom para o organismo em vários sentidos. Ele fornece macro e micronutrientes, entre eles a vitamina A na parte da gema. Em 100 gramas são 500 microgramas de vitamina.

Batata-doce

Além de uma boa dose de potássio, magnésio, cálcio, vitamina C, proteínas e fibras, a batata-doce também fornece esse nutriente ao organismo. Na versão assada são 298 microgramas de vitamina em 100 gramas de batata.

Bife de fígado bovino

Esse alimento está no topo da lista, com 14.574 microgramas de vitamina A em 100 gramas de bife de fígado. Mesmo assim, deve ser consumido com bastante moderação, pois como é um órgão responsável pela filtragem de toxinas dos bovinos, não faz sentido ingerir essa concentração de toxinas provenientes de remédios, vacinas, grãos processados, hormônios e pesticidas.

Cenoura

A cenoura é um dos mais populares alimentos ricos nesse nutriente, pois é comum ouvir mães e avós falarem que comer cenoura faz bem para os olhos. Se comê-la crua vai ingerir muito mais nutrientes.

Espinafres

Os espinafres são pequenas folhas de um verde vivo e riquíssimas em nutrientes. Fornecem ação anti-inflamatória, protetora das células contra doenças degenerativas e crônicas, com muita vitamina C, A, E, K, fibra e diversos minerais.

Couve-manteiga

Se gosta de espinafre, é possível que goste também de couve-manteiga refogada com alho. Todos os vegetais verde-escuros devem ser valorizados pela sua alta quantidade de vitaminas, fibras e minerais.

Mamão

Além de ser o grande aliado da saúde intestinal, por ser rico em fibras e em água, o mamão também é uma boa fonte de nutrientes. Em 100 gramas da fruta contém 148 microgramas de vitamina.

Sintomas de deficiência

vitamina A sintomas de deficiência
Crédito: Pexels

Muitas pessoas alimentam-se de forma deficiente, ou seja, não ingerem a quantidade necessária de nutrientes por dia. O organismo necessita de macronutrientes, que são as proteínas, lipídios (gorduras) e carboidratos, e de micronutrientes, que são as vitaminas e os minerais. A quantidade de vitamina A recomendada por dia é de:

  • Crianças menores de 6 meses: 400 mcg;
  • Crianças de 7 a 12 meses: 500 mcg;
  • Crianças de 1 a 3 anos: 300 mcg;
  • Crianças de 4 a 8 anos: 400 mcg;
  • Crianças de 3 a 13 anos: 600 mcg;
  • Homens maiores de 13 anos: 1000 mcg;
  • Mulheres maiores de 13 anos: 800 mcg.

Cada nutriente tem papeis fundamentais na manutenção da saúde, logo, se não for consumido na quantidade necessária, o corpo vai ter deficiência dele e todas as atividades que dependem desse nutriente vão começar a apresentar falhas.

Sendo assim, no caso da deficiência de vitamina A, alguns dos sintomas são a dificuldade de visão noturna, pele e cabelo secos, unhas fracas, acne, anemia e enfraquecimento do sistema imunológico. Com esse sistema fraco, o organismo fica mais exposto a doenças frequentes, como gripe, resfriado e inflamações por dificuldade de cicatrização.

O que ocorre com excesso?

Qualquer tipo de alimento precisa ser consumido com moderação, de preferência dentro da quantidade recomendada por um nutricionista. Afinal, ter algo em excesso no corpo é tão prejudicial quanto estar com deficiência.

Os sintomas por causa do excesso de vitamina A no organismo são semelhantes aos de deficiência. Ressecamento da pele, tontura, dores ósseas e articulares, além do enfraquecimento dos cabelos e das unhas. Esses sintomas podem acontecer por diferentes causas, além dessa vitamina, então a melhor atitude a tomar é ir ao médico para fazer exames.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
impingem
O que é, sintomas e tratamento da impingem
fibromialgia
Fibromialgia: o que é e como tratar?