como fazer reeducação alimentar
Crédito: Freepik
em ,

Reeducação alimentar: veja o que é e como fazer

Para conseguir levar uma vida saudável é preciso readaptar o organismo e o paladar. Veja como fazer esse processo

Quanto mais “moderno” o mundo fica, mais as pessoas levam um estilo de vida corrido e recorrem a uma alimentação industrializada e desregrada. Ou seja, não existe uma “educação alimentar” para que se consiga manter o corpo saudável, forte e no peso ideal de acordo com a estrutura de cada pessoa. Então, para quem busca resgatar essas qualidades para voltar a ter uma boa saúde e o peso desejado, a melhor estratégia é fazer uma reeducação alimentar.

Veja também: alimentos para fortalecer o sistema imunológico

O que é reeducação alimentar?

o que é reeducação alimentar
Crédito: Freepik

Esse é um processo de reconhecimento dos alimentos naturais e de uma alimentação adequada, ou seja, nos horários certos e nas quantidades suficientes. É quando você para e analisa o seu estilo de vida e a sua alimentação para poder determinar uma mudança para melhor.

A reeducação alimentar consiste em adotar um cardápio rico em frutas, verduras, legumes, leguminosas, grãos, sementes, castanhas, carnes magras, iogurtes naturais e temperos naturais. É a tal da “comida de verdade” que pode ser transformada em um cardápio bastante rico, variado, colorido e cheio de sabor.

Ao mesmo tempo, deve-se abandonar (mesmo que aos poucos) o consumo dos industrializados, pois são cheios de gorduras trans, excessos de sal, açúcares refinados e farinhas refinadas. Também, deve-se deixar de lado os alimentos pesados, como carnes gordurosas, massas, laticínios gordurosos e fast foods.

Como começar?

Em primeiro lugar, o que se deve fazer é agendar uma consulta a um nutricionista. Essa etapa é essencial, pois não existe um cardápio igual para todas as pessoas. Cada organismo e cada estilo de vida possui necessidades individuais.

Então, o profissional irá conversar com você sobre como é a sua vida, seus hábitos e gostos, também irá pedir exames para ver como está a sua saúde. Depois irá elaborar um cardápio que você consiga seguir com mais facilidade e de forma definitiva para garantir uma mudança real na sua qualidade de vida.

Dicas para fazer uma reeducação alimentar de forma eficiente

Mesmo que você não tenha condições de ir a um nutricionista, é possível começar a fazer uma reeducação alimentar se estiver realmente disposto e determinado.

Para isso, é importante que você não tenha problemas de saúde e não esteja em tratamento médico, pois algumas mudanças alimentares podem afetar o seu estado de saúde, mesmo sendo mudanças para melhor, e é importante ter acompanhamento médico.

Beber 2 litros de água por dia

A água é a fonte da vida, e isso todo mundo sabe. Não adianta substituir por suco e chá. É preciso que você comece a adotar o hábito de beber 2 litros de água ao longo de cada dia.

Para facilitar, pode encher uma garrafa de 2 litros com água e ir tomando aos poucos, assim vai conseguir controlar quando atingir os 2 litros.

Beber água o dia inteiro ajuda a limpar o seu organismo das impurezas e a fazer todos os seus sistemas trabalharem com mais eficiência, pois cada parte do seu corpo é composta por um pouco de água.

Comer de 3 em 3 horas

Essa é uma regra que varia de pessoa para pessoa, por isso que é importante ir ao nutricionista e ver qual é o melhor intervalo de refeição para o seu caso. Mas, de modo geral, comer de 3 em 3 horas é uma boa estratégia para manter a estabilidade dos níveis de glicose no seu sangue e nunca chegar ao ponto de estar faminto, querendo comer o que vier pela frente.

Além disso, a estratégia de comer de 3 em 3 horas também serve para você conseguir reduzir as porções de alimentos a cada refeição. Assim, não vai mais precisar repetir o prato, pois saberá que logo depois de 3 horas terá uma nova refeição.

As refeições passarão a ser divididas entre café da manhã, lanche, almoço, lanche, jantar e ceia. Quanto mais tarde vai ficando, menor e mais leve deve ser a refeição.

Ter paciência para reeducar o paladar

Quem está acostumado a comer muitos industrializados e fast foods, acaba achando as comidas saudáveis sem graça, com menos sabor. Isso porque os bolos, biscoitos, sucos, refrigerantes e comidas congeladas e processadas são ricos em químicos para realçar um sabor artificial.

Então, para aprender a gostar do sabor da comida de verdade é preciso insistir, com paciência, e aprender a fazer receitas caseiras que tenham temperos diferenciados, do seu gosto. Veja algumas ideias para se inspirar:

Ideia de cardápio

Para ter uma melhor ideia de como montar o seu cardápio diário, veja essa sugestão para 3 dias e use como base nas quantidades e variedades de alimentos.

Dia 1

  • Café da manhã: vitamina de abacate + 2 torradas
  • Lanche: 3 bolachas de água e sal com gergelim
  • Almoço: 1 coxa de frango grelhada + 1 colher de sopa de macarrão cozido + refogado de tomate, cebola e beringela + 1 pera de sobremesa
  • Lanche: 1 banana + 5 nozes
  • Jantar: 1 posta de pescada cozida + 1 batata cozida + couve-flor cozida temperada com 1 colher de chá de azeite + 1 kiwi de sobremesa
  • Ceia: 1 iogurte natural com mel

Dia 2

  • Café da manhã: 1 pão de cereais com queijo branco + suco de abacaxi
  • Lanche: 1 iogurte natural com mel
  • Almoço: 1 bife de peru grelhado + arroz integral + salada de couve roxa, pimentão e milho, temperada com suco de limão e orégano + 1 fatia de 100 g de melancia de sobremesa
  • Lanche: 1 iogurte com 2 colheres de sopa de flocos de aveia
  • Jantar: 1 posta de peixe assado no forno com batatas e cenoura + 1 maçã de sobremesa
  • Ceia: chá de hortelã + 2 torradas

Dia 3

  • Café da manhã: 1 iogurte com 2 colheres de sopa de granola e 3 morangos
  • Lanche: 1 fatia de queijo branco + 1 pera
  • Almoço: 1 ovo cozido + 1 batata cozida + repolho refogado + 1 laranja de sobremesa
  • Lanche: 1 cenoura crua em palitos + 2 torradas com queijo branco
  • Jantar: 1 posta de peixe grelhado + arroz integral + brócolis cozidos temperados com 1 colher de chá de azeite + 1 fatia de 100 g de melão de sobremesa
  • Ceia: suco de laranja + 1/2 pão com manteiga

3 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

bolo luiz felipe

Receitas de bolo Luiz Felipe: uma delícia antiga para o café da tarde

melhores receitas com jiló

8 Receitas com jiló para inovar o cardápio da semana