óleo de girassol para estrias
Crédito: Wikimedia Commons
em

Óleo de girassol para estrias funciona?

O uso de óleo de girassol para estrias é cada vez mais normal em pessoas que querem amenizar o incômodo das marquinhas

As estrias são absolutamente comuns, tanto em mulheres quanto homens, ocorrendo devido ao rompimento das fibras do tecido epitelial da pele. Ocorre geralmente durante os estirões de crescimento da adolescência, mudança brusca de peso e na gravidez. Para aliviar a coceira e reduzir as marquinhas, algumas pessoas costumam usar o óleo de semente de girassol para estrias, mas será que funciona?

Óleo de girassol é bom para estrias?

De acordo com um estudo publicado pela revista científica Progressive Science Publications, o óleo da semente do girassol é excelente para a pele em vários sentidos, protegendo, desinflamando e reconstituindo a mesma, sendo assim bom também para estrias.

Para os pesquisadores, a aplicação tópica do óleo, ou seja, na pele, alivia os sintomas associados à sensibilidade, inflamações e rupturas, protegendo também do fotoenvelhecimento.

Ele é rico em ácidos graxos que fortalecem a pele, criando uma camada de proteção, retendo a umidade da pele, preservando-a e  aumentando sua resistência. É também rica em tocoferois, sendo a mais comum a vitamina E.

A vitamina E, em associação com o ômega-3, presentes no óleo, criam uma camada fotoprotetora, com ação anti-inflamatória, imunológica e antioxidante, recuperando a beleza e elasticidade da mesma.

Foi comprovado in vitro que o óleo serve para essa finalidade, sendo a composição do oleodistilado de girassol, 90% de lípidos essenciais, 5% de fitoesterol e 1% de vitamina E, sendo assim excelente para combater estrias.

Como usar

Há quem diga para esfoliar a pele antes de utilizar qualquer produto de beleza, para melhor absorção. Porém, isso não se aplica às estrias. Deve-se evitar esfoliações muito abrasivas, podendo, se quiser muito, utilizar o mesmo tipo de esfoliação do rosto.

Para que você tenha o melhor resultado, siga esses passos:

  1. Lave bem a área com água morna e seque;
  2. Aplique uma quantidade generosa com as mãos e massageie por 5 minutos, com movimentos circulares delicados;
  3. Cubra com plástico filme e deixe agir por uma hora;
  4. Retire o excesso e pronto.

Isso pode ser feito todos os dias. Para usar como medida de precaução, basta aplicar uma pequena quantidade e massagear, nutrindo e hidratando a região, para que não perca a elasticidade.

Para melhores resultados, beba bastante água, podendo ser aromatizada ou também em forma de sucos saudáveis, evite o fumo, que gera o envelhecimento precoce da pele, busque uma alimentação rica em antioxidantes e faça atividades físicas adequadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

drenagem linfática caseira

Como fazer drenagem linfática caseira

receitas de pão saudável

10 Receitas de pão saudável