em

AmeiAmei FofoFofo TristeTriste

3 Remédios caseiros seguros para tratar gengiva inflamada

Antes de usar um remédio caseiro é importante ir ao dentista conhecer a causa da inflamação

gengiva inflamada
Crédito: Freepik

A gengiva inflamada é muito comum em qualquer idade e tem diferentes causas. Até mesmo um alimento pontiagudo pode machucar e causar uma pequena inflamação local que vai deixar a região avermelhada, inchada e com dor. Existem outras causas para inflamações na gengiva, que também trazem outros sintomas. Veja quais são e como evitar que aconteça.

Causas e sintomas

causas da gengiva inflamada e sintomas
Crédito: Freepik

Além de pequenos ferimentos por causa de alimentos, a gengiva inflamada é consequência de queimadura por comida muito quente, atrito entre próteses, estar constantemente com a boca seca, ter dentes tortos, fumar e, a principal causa, a falta de uma boa higiene bucal.

Quando não se escova os dentes todos os dias, nem usa fio dental, o risco é grande de desenvolver inflamações. Da mesma forma se escovar os dentes todos os dias, só que mal escovados, fazendo os movimentos errados.

O fio dental não é opcional, ele é tão necessário quanto a escova para remover os resíduos mais difíceis. São esses restos de comida presos entre os dentes que mais causam cáries.

Os sintomas de inflamação na gengiva são uma dorzinha constante, que fica incomodando, também inchaço e vermelhidão no local. Em alguns casos, quando a inflamação está maior, ela fica amarelada ou esbranquiçada.

Quando ela ocorre por má higiene bucal, é possível que a pessoa também esteja com halitose e tártaros. O problema poderá evoluir para úlcera e causar sangramentos por causa da proliferação de bactérias.

A sensibilidade causada pela inflamação vai deixar os momentos de refeição menos prazerosos. Quando uma comida mais seca ou algo quente encostar na inflamação, vai doer.

3 Remédios para tratar inflamação na gengiva

Para evitar complicações, a primeira coisa a fazer quando perceber que está com a gengiva inflamada é agendar uma consulta com o dentista.

É importante saber o que está tratando para fazer o tratamento certo. Do contrário, poderá ficar semanas tomando remédios caseiros para aliviar os sintomas, mas sem curar a inflamação.

Sabendo disso, veja algumas opções de remédios caseiros com ingredientes simples e seguros para usar até o dia da consulta. Fale para o dentista qual remédio caseiro está usando e, se ele concordar que é uma boa ideia, pode continuar usando para acelerar ainda mais a cura.

1. Limão, alfazema e eucalipto

Para tratar da gengiva inflamada, esses três ingredientes são usados na forma de óleos essenciais. Eles são comprados em farmácias e lojas de produtos naturais. Escolha opções puras, que possam ser ingeridas ou usadas dentro da boca.

Faça uma misturinha com 2 gotas de cada óleo (limão, alfazema e eucalipto) e mistura em 150 ml de água. Use para fazer bochecho 3 vezes ao dia, depois de cada refeição principal. Escove os dentes primeiro, depois fique bochechando a mistura de óleos por 1 minuto.

2. Cataplasma de hidraste e mirra

Já ouviu falar dessas plantas? Elas são anti-inflamatórias e antimicrobianas. Quer dizer que tratam a inflamação em si, aliviando os sintomas e cicatrizando a gengiva, e também eliminam os micróbios que estão causando todo o problema. Mesmo assim é necessário começar a manter bons hábitos de higiene bucal ou ir ao dentista para uma avaliação. Do contrário, a inflamação vai voltar.

Esse cataplasma é feito com algumas gotas de extrato de mirra e um pouco de pó de hidraste. Os dois são encontrados em farmácias e muitas lojas de produtos naturais ou de terapias complementares e alternativas.

Deve-se misturar os dois ingredientes em um potinho limpo até virar uma pasta. Não precisa muito por vez, só o suficiente para cobrir o local da inflamação. Use uma gaze para aplicar e manter a pasta na inflamação durante 1 hora, duas vezes ao dia. Pode ser de manhã e antes de ir dormir. Escove os dentes depois de cada aplicação.

3. Sal marinho e mirra

O sal marinho é o tipo grosso. Procure pelo sal mais puro que encontrar. Sua função é de acelerar a cicatrização, enquanto a mirra vai tratar da inflamação e dos micróbios que estão causando os sintomas.

Misture ¼ de colher de chá de extrato de mirra com ¼ de colher de chá de sal marinho em 125 ml de água. Faça bochechos com um pouco dessa mistura depois de cada refeição principal, já com os dentes escovados. Cuidado, pois o sal faz arder. Coloque um pouco por vez e vá acostumando com a sensação.

Como evitar

Como já deve imaginar depois de ler as causas da gengiva inflamada, as formas de evitar que aconteça são as mesmas, só que ao contrário.

  • É preciso manter uma higiene bucal adequada, escovando os dentes pelo menos ao acordar e antes de ir dormir. Se depois do almoço não der, tenha com você um fio dental. Já é uma excelente ajuda manter os dentes limpos dos resíduos maiores, até para evitar o mau hálito e aquele pedaço de comida grudado no dente durante a reunião de trabalho.
  • Outro cuidado é sobre mastigar os alimentos sem fazer tanta força para não acabar machucando a gengiva, em especial comidas duras e pontiagudas, como salgadinhos e pipocas.
  • O tabagismo também aumenta o risco das inflamações porque a boca de quem fuma nunca está realmente limpa. Os resíduos da fumaça mantêm o ambiente propício para a proliferação de bactérias.
  • Ter a boca muito seca, o tempo todo, é mau sinal. Antes que aconteça uma inflamação na gengiva por falta de hidratação na boca, precisa prestar atenção a esse sintoma, porque é sinal de que algo está errado no seu organismo. A boca seca é um dos sinais da desidratação e do diabetes.
  • Se usa prótese e ela está machucando, causando inflamação na gengiva, volte ao dentista para corrigir. Não é o tipo de coisa que dá para ir protelando, pois a inflamação vai incomodar e pode virar um problema sério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

Problemas simples de saúde que podem ser resolvidos com plantas

filé de peixe

Receitas de filé de peixe para refeições com sabor do litoral