em

AmeiAmei

Óleos essenciais: o que são e quais os benefícios para a saúde

Saiba em quais situações você deve usar a aromaterapia para a saúde física e mental
óleos essenciais
Crédito: Pexels

Os óleos essenciais utilizados na prática da aromaterapia beneficiam a saúde do corpo e da mente, por meio de estímulos causados no sistema olfativo e nervoso (cérebro). Tratam-se de substâncias voláteis extremamente concentradas. Cada tipo de óleo possui princípios ativos e composições químicas específicas.

Eles podem ser utilizados puros, no ambiente para serem inalados, ou diluídos em produtos como creme, loção e gel. Cada tipo de óleo essencial possui características peculiares que provocam bem-estar no organismo de forma geral. Isso por serem terapêuticos, utilizados em práticas milenares.

Aqui você encontra:

Óleos essenciais e suas propriedades

Eles são bastante utilizados nas indústrias farmacêutica e cosmética para perfumar produtos como xampus, cremes e sabonetes. Já no campo terapêutico são reconhecidos como produtos da medicina natural. Conheça os principais benefícios associados:

  1. Para aliviar o estresse e tensões do dia a dia, o óleo essencial de lavanda, bergamota, limão e hortelã são os mais utilizados;
  2. Para reduzir as dores de cabeça e até mesmo os sintomas da enxaqueca, os óleos de alecrim, eucalipto, hortelã e sândalo são os ideais;
  3. Para melhorar a qualidade do sono é preciso é preciso regular o ciclo circadiano do corpo, responsável por ele. Portanto, óleos essenciais com propriedades sedativas como camomila, jasmim, flor-de-laranjeira e ylang-ylang são as recomendações;
  4. Para efeito analgésico (por meio de massagem ou compressas) recomenda-se o uso de óleos essenciais de camomila, junipe e alecrim, por exemplo;
  5. Para aumentar a energia e garantir que o corpo aguenta a rotina do dia a dia, escolha os óleos essenciais de cravo, canela, cardamomo e pimenta-preta.

Como usar

óleos essenciais
Crédito: Pxhere

Agora que você já sabe para o que eles servem, está na hora de aprender a utilizar os óleos essenciais na sua vida.

Aromatizador de ambiente

Diferente dos difusores de ambiente (aquele dos palitinhos), você deve aplicar apenas 1 gota em cada ambiente, principalmente se for a primeira vez que você estiver utilizando óleos essenciais. Quando acostumar com o cheiro (que é mais intenso, por serem concentrados) poderá colocar 1 gota a cada metro da casa ou canto.

Você também pode dissolver 10 ml de óleo essencial (da sua preferência) em 1 litro de água. Basta umedecer um pano e passar no local desejado.

Compressas terapêuticas

Sabe aquela compressa utilizada para aliviar a dor ou inchaço de uma trombada ou lesão? Você pode fazer o mesmo com óleos essenciais. Eles ajudam na recuperação, estimulam a circulação e possuem efeitos analgésicos.

O mesmo pode ser feito para dores musculares, no sentido de relaxar e tirar aquele famoso “nó” do músculo.

Massagem circulatória e relaxante

Neste caso, pingue algumas gotas do óleo essencial escolhido em um óleo vegetal (sem cor e cheiro). Assim você evita irritações devido ao cheiro forte ou a possíveis sensibilidade da pele. Lembre-se de testar um pouco do produto na pele do antebraço para garantir que não aconteça processos alérgicos.

Inalação

Os óleos essenciais também são utilizados para tratamento de pacientes com problemas respiratórios devido a resfriados. Para alcançar o efeito desejado, pingue algumas gotas (3 ou 4) em um recipiente com água quente para inalar o vapor.

Limpeza

Para combater os micro-organismos e bactérias do ambiente, pingue algumas gotas espalhadas num pano e passe no local desejado. Deixe arejar para reduzir o cheiro.

Cabelo e pele

Os óleos essenciais podem ser utilizados para o tratamento capilar quando misturado no xampu ou então em óléo vegetal – 10 gotas para cada 100 ml. Para cabelos secos, utilize o óleo de cedro e sálvia; para cabelos oleosos o de limão; contra as caspas, óleo de alecrim e melaleuca; contra queda de cabelo o de cedro e alecrim.

Você também pode aproveitar o banho para se beneficiar das propriedades dos óleos essenciais. Eles podem ser diluídos na banheira (10 gotas) para relaxar o corpo, a mente e ainda serem inalados. No chuveiro coloque no canto do box três gotinhas para usufruir de um delicioso banho.

Atenção: não exagere na quantidade de gotas quando for utilizá-lo, independente do aroma. É um produto concentrado e o cheiro forte pode causar náuseas e dores de cabeça. Nas primeiras vezes, em qualquer situação, coloque apenas 1 ou 2 gotas para se acostumar com o aroma liberado.

Tipos de óleos essenciais e os benefícios para a saúde

Malaleuca

óleo essencial de malaleuca
Crédito: Medical News Today

Conhecido como óleo essencial de Tea Tree, possui poderosa ação fungicida e fortalece o sistema imunológico. Pode ser utilizado para o tratamento  de pé-de-atleta, espinhas, caspa e infecções de pele.

Laranja (Citrus sinensis)

O óleo essencial de laranja também é uma das opções usadas na aromaterapia. Ele é um estimulante do metabolismo e das funções estomacais, agindo como um tônico. Também oferece apoio às funções da bexiga e dos rins, portanto é utilizado como forma de tratamento para esses órgãos.

Tem um aroma muito suave e envolvente, por isso pode ser usado com crianças para os tratamentos de irritação, medo, nervosismo e outros problemas comportamentais. Também pode ser utilizado para drenagem linfática.

Lavanda

óleo essencial de lavanda
Crédito: Bravebelle

A lavanda é uma planta muito utilizada para fins medicinais e cosméticos devido as suas propriedades relaxantes. Esta é a escolha ideal para quem sofre com problemas de ansiedade e estresse, principais causadores das dores de cabeça, enxaqueca e depressão. É ainda um excelente fungicida, bactericida e anti-inflamatório.

Eucalipto

Da planta Eucaliptus globuius extrai-se um óleo essencial poderoso para o tratamento de problemas respiratórios, como bronquite, sinusite, rinite, asma e para aliviar sintomas de gripe e resfriado.

Esse óleo é bom para massagem e para manter como aromatizador de ambientes. Ele desinfeta e purifica o ar, além de ser muito agradável e contribuir para o fortalecimento do sistema imunológico.

Hortelã

óleo essencial de peppermint
Crédito: Shes So Natural

Além de proporcionar frescor ao ambiente, atua ainda como estimulante mental. Ideal para os momentos de trabalho, pois torna o pensamento mais ágil. Alivia ainda as dores de cabeça e dores musculares. Pode ser utilizado ainda no tratamento de desconforto gástrico e congestão respiratória.

Camomila

A camomila é conhecida pelo efeito calmante. Logo, o óleo essencial dessa planta também é benéfico para essa finalidade. Ele ajuda a aliviar dores musculares, de dente, cabeça, ouvido e dores articulares. Atua em problemas de pele e do sistema digestivo. Pode ser inalado e aplicado na pele como massagem ou onde há necessidade de tratamento.

Rosas

Os problemas enraizados em causas sentimentais pedem o uso do óleo essencial de rosas como tratamento na aromaterapia. Esse é um óleo calmante que atua no alívio do medo, da raiva, da depressão, do luto e do estresse. Também é usado para estimular as funções hepáticas, do sistema circulatório e da vesícula. Para o sistema respiratório esse óleo contribui com o tratamento de tosse crônica, asma e alergias.

Olibano

óleo essencial de olíbano
Crédito: Divulgação

Você sabia que essa planta foi oferecida como presente por um dos Reis Magos ao menino Jesus? Suas propriedades estão ligadas à cicatrização. Também ajuda a amenizar os sinais de envelhecimento. Também atua no sistema nervoso para combater o estresse e a ansiedade, assim como depressão e confusão mental. Já no sistema imunológico, combate gripes, resfriados, congestão e tosse.

Gerânio

O óleo extraído dessa linda flor possui propriedades antissépticas, tônicas, antidepressivas, diuréticas e age como antibiótico natural. É bom para tratar problemas de pele e como repelente de insetos, então pode ficar exalando no ambiente como aromatizador. Também contribui com o alívio de cólicas, dor de garganta e problemas circulatórios, quando aplicado de forma específica por um profissional.

Alecrim

óleo essencial de alecrim
Crédito: Divulgação

Esse óleo potencializa a memória e estimula a renovação celular. Como consequência, também melhora a circulação sanguínea, combatendo problemas de cãibras e dores musculares. Também ajuda a aumentar o fluxo biliar do corpo, essencial para o bom funcionamento do metabolismo da gordura e desintoxicação.

Limão siciliano

Para os problemas circulatórios, o óleo essencial de limão é um ótimo aliado. Ele também é estimulante do sistema digestivo e fortalece o sistema imunológico. Trata a prisão de ventre, alivia enxaqueca e as dores do reumatismo. Também pode trabalhar sobre os sintomas de gripe, infecção de garganta e bronquite.

Ylang-Ylang

As funções principais desse óleo essencial de origem na Indonésia é como antidepressivo e afrodisíaco. Ele é usado para o combate de tensão nervosa, choques emocionais, ansiedade e pânico. Por seu efeito afrodisíaco, é também utilizado no tratamento de impotência sexual.

Onde comprar e quanto custa

Normalmente o óleo essencial é vendido em um vidro escuro – para que a luz não danifique suas propriedades – de 10 ml. O custo médio é entre R$ 20 e R$ 60. Isso porque para extrair, por exemplo, 1 litro de óleo essencial de lavanda, é necessário 350 quilos de flores de lavanda.

Para comprar, você deve procurar em casas de produtos naturais e que oferecem produtos para aromaterapia. Pela internet também é uma opção. Só esteja sempre atento para adquirir marcas confiáveis.

Receitas com óleos essenciais

Quer aprender algumas receitas para usufruir da melhor maneira? Anote aí:

1. Desodorante Natural 

Misturar todos esses ingredientes em um recipiente e é só usar:

Bicarbonato: 2 colheres (chá);
Amido de Milho: 2 colheres (chá);
Óleo Essencial de Melaleuca (Árvore do Chá): 3 gotas;
Óleo de Coco: 1 colher (sopa) ou até ficar pastoso.

2. Mistura Caspa

Divida o seu cabelo em mechas, aplique e faça uma massagem no couro cabeludo. Deixe atuar por 2 horas ou durante a noite. A seguir, lave normalmente. Se o seu cabelo estiver precisando de hidratar, aproveite para passar um pouco de óleo de coco pelos fios.

Óleo de coco: 3 colheres (sopa);
Malaleuca: 3 gotas.

Outra opção é acrescentar 10 gotas no seu xampu anti-caspa (proporção para 100 ml).

3. Emoliente de cutículas e evitar micoses

Utilize o óleo essencial de Malaleuca nas cutículas. É um opção, inclusive, para quem não a tira e deseja deixá-las hidratadas e macias. Para evitar micoses, faça a desinfecção do alicate e palitos com esse óleo.

4. Relaxante para massagens

Para depois de um dia estressante, peça para alguém fazer uma massagem em você. Se não for o caso, faça você mesma com a seguinte mistura:

Óleo vegetal: 60 ml (o de semente de uva é ainda melhor);
Óleo essencial de lavanda: 25 gotas.

5. Desinfetante para casa

Essa mistura, além de ser cheirosa, vai ajudar a limpar a sua casa:

Álcool 42º ou 45º: 1 litro;
Cravo: 50 cabeças (ou 50 gotas desse óleo essencial);
Óleo essencial de citronela: 50 gotas;
Óleo essencial de malaleuca: 40 gotas. 

Num vidro escuro (de preferência) misture todos os ingredientes e deixe em infusão por pelo menos 15 dias antes de utilizar.

6. Loção e spray repelente de insetos

Excelente opção para ter sempre as mãos, inclusive quando for viajar para a praia ou campo:

Álcool 42º ou 45º: 1 litro;
Cravo: 50 cabeças;
Óleo essencial de citronela: 50 gotas.

Coloque todos os ingredientes num vidro escuro e deixe a infusão por pelo menos 1 mês. Após esse período, você já poderá utilizá-lo. Antes de tudo, teste no seu corpo para garantir que não terá reações alérgicas.

A mistura pode ser borrifada ou passada nos pulsos e tornozelo. Agite bastante antes de usar.

Contra indicações

Caso decida utilizar algum óleo essencial na pele, lembre-se que eles podem causar queimaduras quando em contato com o sol. Os que apresentam maiores riscos são os de bergamota, limão, grapefruit, laranja doce ou amarga e tangerina. Praticamente todos aqueles que são provenientes de elementos cítricos.

Se você possui algumas dessas condições também é recomendado que evite o uso:

  • Gestação;
  • Pressão alta, principalmente alecrim, canela, cravo, hortelã pimenta e gengibre;
  • Epilepsia, evite os óleos de alecrim, canela, cravo, erva doce, hortelã pimenta e sálvia;
  • Bebês e crianças.

Use com moderação e faça sempre o teste. Algumas pessoas podem desenvolver reações alérgicas quando em contato com a pele ou mesmo devido ao aroma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
como tirar unha de gel
Como tirar unha de gel em casa
lagartixas em casa
Razões para ter lagartixas em casa