em

10 Alimentos que idosos devem evitar

O Ministério da Saúde tem recomendações para preservar a saúde dos mais velhos. Saiba quais são
alimentos que idosos devem evitar
Crédito: Freepik

A terceira idade é repleta de desafios, é quando o corpo e a mente já não respondem como antes. Há formas de reduzir os problemas durante essa fase, conhecendo os alimentos que idosos devem evitar. Claro que você já sabe que deve caprichar nos grãos e cereais integrais, verduras, frutas e legumes, mas o que não oferecer?

Esse artigo foi baseado no documento emitido pelo Ministério da Saúde, que dá diretrizes sobre a alimentação para o idoso. Vale a pena dar uma conferida, pois além do que deve ou não ser servido, dá dicas práticas de armazenamento, preparação, oferta dos alimentos e higiene bucal.

De acordo com a regra básica, o ideal é que a alimentação siga alguns passos, do que deve ser feito, listados abaixo.

  • Fazer ao menos três refeições ao dia, preferencialmente com alguém acompanhando, sentado de forma confortável, à mesa;
  • Comer ao menos seis porções do grupo de cereais, tubérculos e raízes, sempre integrais e o menos processado possível;
  • Ter três porções de verduras e legumes nas refeições principais e três frutas nos lanches;
  • Feijão com arroz é uma combinação perfeita, mantenha sempre que possível;
  • Consumir três porções de leites ou derivados, como o queijo, preferencialmente sem gordura;
  • Consumir uma porção de proteína animal, seja carne de boi, frango, peixe ou ovos.

Quais são os alimentos que idosos devem evitar

alimentos que idosos devem evitar quais
Crédito: Freepik

De acordo com o Ministério da Saúde, evitar alguns alimentos e adotar algumas práticas podem ajudar o idoso a ter uma melhor qualidade de vida. Além de fornecer energia, sem gerar desgastes desnecessários, evitam doenças que poderiam ser prevenidas ou amenizadas, com uma alimentação correta. Conheça quais são.

1. Óleos vegetais, azeite, manteiga ou margarina

A orientação é que se evite ao máximo utilizar qualquer gordura para fazer o refogado, mas se não tiver como evitar, usar o mínimo possível. A manteiga e a margarina não devem ser utilizadas para esse fim.

O azeite de oliva deve ser consumido em pequena quantidade, sempre frio, na salada ou na comida, já no prato. Ao aquecer, ele passa a ser uma gordura ruim para o organismo. Os óleos vegetais podem ser os de cadeia longa, como o óleo de coco.

2. Gordura aparente das carnes

Nada de assar o frango com a pele para deixá-lo mais suculento. Toda gordura aparente nas carnes deve ser retirada antes do preparo e não somente na hora de servir. Isso evita que a carne se encharque com a gordura e fique menos saudável.

Para deixar o frango úmido, opte por colocar um pouquinho de suco de laranja ou até mesmo água no fundo da assadeira e cobrir com papel alumínio. Uma base de cebola também ajuda a manter a umidade, sem queimar o fundo da carne.

Veja também: receitas com frango para todas as ocasiões

3. Embutidos

Os embutidos deveriam ser evitados não somente pelos idosos, mas por todas as pessoas. Eles são uma bomba de sal, gordura, conservantes, corantes e afins, acabando com o organismo. Para quem já tem risco de pressão alta ou problemas cardíacos, é um problema.

Além disso, não oferecem nutrientes de qualidade, reduzindo a fome, que já é escassa, com um comestível que além disso, pode fazer muito mal. Dessa forma, salsicha, mortadela, salame, fiambre e similares devem ficar longe do prato do idoso.

4. Queijo amarelo

Há basicamente dois tipos de queijo, o branco – com menor teor de gordura – e o amarelo, muito mais rico nesse nutriente. A gordura presente no queijo não é recomendada para quem está buscando uma alimentação mais saudável, devendo assim ser evitada pelo idoso.

Exemplos de bons queijos brancos para oferecer para o idoso são a boa e barata ricota, que fica ótima temperadinha, o queijo minas frescal, o cream cheese e similares. Já entre os mais gordurosos, você encontra a queridinha muçarela, o prato e o requeijão (de corte).

5. Frituras

A fritura pode ser uma bomba de veneno no corpo o idoso. Além de aumentar o colesterol, prejudicando todo o sistema cardiovascular, ela faz com que o idoso perca totalmente a fome. Já se sabe o quão difícil é fazer com que eles comam o mínimo necessário de nutrientes, imagine com a barriga cheia de gordura?

Além disso, normalmente são feitos com farinha branca nada recomendada para quem quer ter uma vida mais saudável, com intestinos funcionando direitinho. Além disso, o glúten pode não ser tão processado corretamente.

6. Refrigerantes e sucos de caixinha

alimentos que idosos devem evitar refrigerante
Crédito: Freepik

Os refrigerantes podem ser altamente prejudiciais para as pessoas nessa faixa etária. Isso acontece porque ele desidrata o corpo. A cada copo de refrigerante são necessários mais 32 copos de água para recuperar o estrago feito.

Além disso, eles têm uma quantidade absurda de açúcar, além de aromatizantes, conservantes e corantes – inclusive o caramelo IV, que é comprovadamente cancerígeno se em grande quantidade. Os sucos de caixinha também têm muito açúcar e poucas ou nenhuma vitamina, devendo dar espaço para os da fruta.

7. Bolos e biscoitos

Os bolos e biscoitos são um ponto a se discutir, pois depende muito da forma com que são preparados. Se forem levadas em consideração as receitas tradicionais, cheias de açúcar, manteiga e leite condensado, o ideal é passa muito longe. Assim como dos biscoitos com farinha branca e super amanteigados.

Porém existem versões de bolos saudáveis e biscoitinhos que, além de fit, são funcionais, ajudando na nutrição do idoso. Versões com proteína, para aqueles que não comem bem a carne, com suplementos e grãos integrais podem ser oferecidos, sempre de acordo com a dieta estabelecida.

8. Doces

Normalmente, os docinhos são o grande ponte de embate entre os idosos e seus familiares ou cuidadores, sempre encontrando alguma balinha perdida entre seus pertences. Isso pode ser muito ruim, principalmente para quem luta contra o diabetes ou sobrepeso.

Tem como deixar esse clima mais ameno, fazendo receitas de docinhos saudáveis, que podem muito bem substituir as guloseimas que estavam acostumados. Bastam algumas substituições simples e o problema está resolvido.

9. Sal

Tirar o açúcar é complicado, mas o que dizer do sal? O sal comum refinado é um verdadeiro veneno, pois tem grande quantidade de sódio. O excesso desse mineral desregula o processo da bomba de potássio e sódio, aumentando assim o inchaço, a pressão arterial e causando muitos problemas.

Para amenizar o problema, tire de vez o saleiro da mesa e reduza a quantidade de sal na comida, usando muitos temperinhos para substituir. Além disso, pode escolher um sal com menor quantidade de sódio, como o marinho ou do Himalaia.

10. Industrializados

Esses podem parecer mais práticos no dia a dia, mas certamente trarão doenças e muita dor de cabeça no futuro, então, nada mais justo do que estar na lista de alimentos que idosos devem evitar. Além de terem uma grande quantidade de sal, açúcar e gordura, têm uma longa lista de químicos e altera o pH do organismo.

Além disso, são ricos em refinados brancos, como a farinha de trigo, açúcar e sal – em grande quantidade – entre outros componentes que só enchem a barriga por um curto período de tempo e ainda viciam.

Procure então adotar as recomendações do Ministério da Saúde desde já, não esperando chegar a idade para mudar o que é necessário para viver a melhor versão de você.

coxinha de mandioca
Coxinha de Mandioca: 10 receitas deliciosas para experimentar
inseticidas naturais
5 Inseticidas naturais para controlar pragas