em

HahahaHahaha TristeTriste

10 Sintomas de câncer de ovário

Saiba quais são os principais sintomas de câncer de ovário para que você possa evitar complicações
Crédito: Freepik

Infelizmente, ano após ano, perdem-se muitas mulheres devido ao câncer do ovário. Trata-se, de fato, de uma doença silenciosa, fazendo com que seja crucial uma avaliação médica periódica.  De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca) esse é o segundo tipo mais comum de câncer ginecológico, seguindo o do colo de útero, atingindo principalmente as células do tecido que envolve os ovários, as células epiteliais. Saiba quais são os sintomas de câncer de ovário para diagnosticá-lo o mais rápido possível.

Quais são os sintomas de câncer de ovário

Quais são os sintomas de câncer de ovário
Crédito: Freepik

A ONG Instituto Oncoguia alerta que esse tipo é considerado o câncer ginecológico mais difícil de ser diagnosticado, uma vez que a maioria dos tumores malignos de ovário só se manifesta em estágio avançado.

Dessa forma, é mais difícil perceber os sintomas em estágios iniciais, sendo então fundamental estar atenta ao seu corpo e visitar regularmente, ou seja, pelo menos uma vez no ano, o ginecologista. Conheça os principais sintomas de câncer de ovário.

1. Sensação de flatulência

Não é necessariamente a presença de gases, mas a sensação de se estar com os mesmos, com a barriga inchada e sensibilidade.

Essa sensação de flatulência pode dar a impressão de você precisa ir ao banheiro, mas não consegue, sem ter nem mesmo os gases para expelir.

2. Barriga inchada

Quando o câncer já se instalou, há uma retenção de líquidos no local, prejudicando também os intestinos. Isso faz com que a barriga fique mais inchada do que o normal, mesmo que não seja algo extremamente notório.

Além disso, se o tumor já estiver com um tamanho mais avançado, pode-se observar um leve inchaço na região, que dada a inflamação presente, pode estar acima do normal.

3. Dores recorrentes na coluna

Quando essas dores não são fruto de dificuldades articulares, má postura durante o dia e durante o sono, ou de algum outro problema (como osteoporose, por exemplo), elas podem indicar câncer de ovário.

Essa dor se localiza principalmente na lombar, na mesma região em que ficam os ovários, mas pode se irradiar pelas costas em sentido ascendente, bem como também na base, sendo muitas vezes confundida com má postura.

4. Dores abdominais e na bacia

Assim como as costas, o abdome também pode ficar dolorido e inchado, irradiando para as áreas vizinhas. Isso inclui toda a região da pélvis, popularmente conhecida como bacia.

Por isso, pode-se sentir a região doer ao caminhar, sentar e até ao deitar, já indicando que há muito deveria ter consultado o médico, pois a doença se encontra em um estado mais avançado.

5. Constipação

Dado o crescimento do tumor e sua influência sobre o intestino, pode ser que os movimentos intestinais sejam prejudicados, levando a uma constipação, em diversos graus.

Para o Oncoguia, algumas causas da constipação podem ser a pressão do tumor na região, desidratação, grande quantidade de cálcio no sangue e diabetes.

6. Menstruação instável

Essa doença é mais comum entre mulheres acida dos 40 anos. Contudo, as mais jovens não estão fora do alcance do câncer de ovário, por isso vigie o seu ciclo menstrual.

Caso repare em irregularidades, é importante falar com um profissional, pois o tumor afeta a produção hormonal, podendo aumentar ou reduzir a quantidade de estrogênio produzida, o que influencia nos ciclos, como também na chegada e fim da menstruação.

De acordo com o Inca, “a menarca (primeira menstruação) precoce (antes dos 12 anos) e a idade tardia na menopausa (após os 52 anos) podem estar associadas a risco aumentado de câncer de ovário”.

7. Fadiga constante

O corpo está passando por muitos processos, tentando lidar com a doença, gastando um precioso recurso para a cura: energia. Para o Inca, a fadiga é uma “sensação persistente de cansaço ou exaustão, até um pequeno esforço, como andar dentro de casa, pode ser muito difícil”.

Assim, a mulher se sente sempre cansada, sem ânimo, como se até para sair da cama fosse um sacrifício. Se esse sintoma surgir, mesmo que não seja câncer, deve ser informado ao seu médico de confiança imediatamente.

8. Enjoo

O mau funcionamento do ovário por causa do tumor pode causar enjoo, náuseas e vômito na mulher. O fato de o intestino não estar funcionando corretamente também ajuda nesse quadro, agravando ainda mais os sintomas.

O ideal é buscar logo orientação médica, se verificados três ou mais sintomas, sendo melhor sempre pecar por excesso do que ter uma surpresa desagradável no futuro.

9. Dor durante o sexo

De acordo com um artigo da revista Medical News Today, sentir dores no durante o ato sexual é um sintoma sério e um dos mais precoces no caso de câncer de ovário.

Isso se dá devido a localização do tumor ou até mesmo por causa do ressecamento vaginal decorrente das alterações hormonais, sendo um sintoma importante a ser avaliado.

10. Vontade de urinar

O volume suportado pela bexiga fica reduzido, sendo assim necessário que a mulher vá mais vezes ao banheiro. Além disso, pode sentir uma vontade súbita de urinar, podendo não chegar a tempo em alguns casos.

A Sociedade Americana do Câncer explica que “esses sintomas são mais prováveis ​​de serem causados ​​por outras condições, mas se você tiver esses sintomas mais de 12 vezes por mês, consulte seu médico para que o problema possa ser encontrado e tratado, se necessário”.

A visita anual ao ginecologista pode detectar precocemente a presença de problemas na região, por isso, não deixe de lado esse cuidado tão importante com a sua saúde e faça seu check-up anual que ajuda a prevenir e detectar uma série de outras doenças, como o câncer de colo de útero.

Saiba mais sobre o papel da genética no câncer de ovário no vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
panquecas salgadas
Panquecas salgadas: 20 receitas são fáceis de fazer
Estudo aponta os benefícios do sexo na terceira idade