em

AmeiAmei HahahaHahaha FofoFofo Meu Deus!Meu Deus! EstranhoEstranho TristeTriste

10 Remédios caseiros para coceira na vagina

A natureza oferece todas as substâncias que o corpo precisa para restabelecer a saúde. Veja o que funciona para coceira vaginal
remédios caseiros para coceira na vagina
Crédito: Freepik

Sentir coceira na região genital faz parte da vida de muitas mulheres, mas não é normal. Embora nem sempre seja sinal de uma doença séria, é sempre importante ir ao ginecologista para saber de onde está vindo o problema. Depois da consulta e das recomendações é possível usar remédios caseiros para coceira na vagina, na intenção de aliviar o sintoma. Veja quais são os melhores e também como prevenir esse incômodo.

10 Melhores remédios caseiros para coceira na vagina

remédios caseiros para coceira vaginal
Crédito: Freepik

A coceira vaginal pode acontecer por alergia, candidíase, vaginose bacteriana ou por doenças sexualmente transmissíveis. Cada causa precisa de tratamentos ginecológicos distintos para a cura. Os remédios caseiros para coceira na vagina são à base de ervas calmantes, anti-inflamatórias, antifúngicas e bactericidas, que vão intensificar o resultado do tratamento.

1. Infusão de alecrim, tomilho e sálvia

O alecrim é analgésico e anti-inflamatório. O tomilho é um antibiótico natural, bactericida e antisséptico. A sálvia é muito recomendada para problemas da saúde da mulher. Então, essa infusão é um dos mais poderosos remédios caseiros para coceira na vagina. Vai precisar de:

Ingredientes

Água: 400 mililitros;
Alecrim seco: 1 colher (chá);
Tomilho seco: 2 colheres (chá);
Sálvia seca: 1 colher (chá).

Modo de preparo

  1. Primeiro coloque a água para ferver. Assim que entrar em ebulição, desligue o fogo;
  2. Em seguida, coloque todas as ervas dentro, abafe com uma tampa e espere até amornar, cerca de 20 minutos;
  3. Coloque a infusão coada em uma bacia e faça um banho de assento diretamente na região onde está a coceira, até que a água esfrie.

2. Chá de uva-ursina

Essa planta medicinal atua como antisséptico, bactericida e anti-inflamatório. É recomendada para tratar diversos problemas no sistema reprodutor feminino e masculino. Dessa vez você fará um chá para beber. Veja como é fácil preparar:

Ingredientes

Água: 1 xícara (chá);
Folhas secas de uva-ursina: 2 colheres (chá).

Modo de preparo

  1. Coloque a água para ferver, pode ser no micro-ondas;
  2. Depois misture as folhas na água, abafe e deixe até que fique morno para conseguir beber;
  3. Coe o chá e beba. Faça outros frescos para tomar de 3 a 4 vezes ao dia.

3. Kefir e outros probióticos

Os alimentos probióticos são muito importantes para equilibrar a microbiota vaginal e intestinal. Quando existe o desequilíbrio é que ocorrem doenças como a vaginose bacteriana, então além de aliviar a coceira, eles ajudam a manter a saúde. O ideal é ter o hábito de consumir probióticos todos os dias e não só quando tiver sintomas.

O kefir é um dos mais poderosos alimentos probióticos, sendo uma verdadeira fonte de bactérias boas para o organismo. Além dele também tem qualquer outro alimento que seja fermentado, como iogurte natural, chucrute e kombucha. Inclua esses alimentos na sua rotina.

4. Banho de assento com vinagre de maçã

O vinagre é muito mais do que um tempero para os alimentos, ele também é um dos remédios caseiros para coceira na vagina. Esse é um bactericida, antisséptico e antifúngico usado para diversos fins. Por ter um pH ácido parecido com o normal da vagina, ele ajuda a combater os fungos e bactérias que estejam causando a coceira.

Para fazer o banho, ferva alguns litros de água que caibam em uma bacia limpa, na qual você irá se sentar. Quando a água estiver morna, adicione meia xícara de vinagre de maçã, misture e sente-se sem calcinha na intenção de que o líquido toque a vagina. Não precisa empurrá-lo para dentro, apenas fique sentada nessa água até que ela esfrie.

Repita esse banho três vezes ao dia. Se depois de alguns dias não perceber alívio, volte ao médico, pois o problema pode estar precisando de um tratamento mais forte para ser curado.

5. Infusão de calêndula

A calêndula é mais um dos remédios caseiros para coceira na vagina, pois essa planta ajuda a aliviar os sintomas da candidíase e vários outros problemas de saúde. Você pode comprá-la desidratada na farmácia, fazendo uso de toda a planta.

Para fazer uma infusão de calêndula basta colocar 2 colheres de sopa da planta em 1 xícara de água fervida e abafar para ocorrer a infusão. Depois é só coar e beber metade de manhã e metade à noite.

6. Banho de assento de calêndula

Também pode fazer um banho de assento, que seria um chá em quantidade maior para preencher uma bacia. Veja como:

  1. Ferva 4 litros de água que caibam em uma bacia esterilizada e própria para banho de assento, na qual você irá se sentar;
  2. Adicione ½ xícara de calêndula, desligue o fogo e tampe;
  3. Quando a infusão estiver morna, sente-se sem calcinha na intenção de que o líquido entre em contato com a vagina;
  4. Não precisa empurrá-lo para dentro, apenas fique sentada nessa água até que ela esfrie;
  5. Repita esse banho três vezes ao dia.

7. Banho de assento com folha de goiabeira

Para a coceira proveniente da candidíase ou da tricomoníase, faça um banho de folha de goiabeira:

  1. Coloque 3 litros de água para ferver e depois desligue;
  2. Adicione 30 gramas de folhas de goiabeira à água e deixe em infusão por 3 minutos;
  3. Coe depois de frio e faça um banho de assento por pelo menos 15 minutos;
  4. Lave a região, na parte externa e seque bem;
  5. Repita o procedimento com um banho novo 3 vezes ao dia.

8. Suco de cenoura com salsão

Esse suco, além de ajudar a fortalecer a imunidade, é uma ótima opção entre os remédios caseiros para coceira na vagina para a manutenção do trato urinário.

Ingredientes

Cenoura: 1 unidade;
Salsão: 1 talo;
Água: 300 ml

Modo de preparo

  1. Lave bem a cenoura e o salsão;
  2. Retire a casca da cenoura e corte em cubinhos;
  3. Bata no liquidificador com os outros ingredientes;
  4. É melhor não coar para absorver todos os benefícios dos vegetais;
  5. Tome por uma semana, antes do almoço e mesmo assim vá ao ginecologista.

9. Enxaguatório de nim

Essa árvore é cada vez mais comum no país, dadas suas propriedades medicinais. Ela, além de servir como repelente, é excelente para matar fungos e amenizar a coceira. Veja como fazer:

Ingredientes

Água: 2 copos;
Folhas de nim: 2 colheres (sopa).

Modo de preparo

  1. Coloque 2 copos de água no fogo e assim que ferver, adicione 2 colheres de sopa de folhas e desligue;
  2. Tampe a panela e deixe em infusão até esfriar;
  3. Coe e utilize para enxaguar a região, após o banho da noite;
  4. Faça isso até melhorar.

10. Chá de alho

O alho é excelente para combater bactérias, fungos e até vírus, além de fortalecer o sistema imunológico. Faça esse chá, para tratar de dentro para fora.

Ingredientes

Água: 1 xícara (chá);
Alho: 1 dente.

Modo de preparo

  1. Coloque a água e o alho amassado para ferver;
  2. Quando ferver, aguarde 2 minutos e desligue;
  3. Abafe a panela e deixe amornar;
  4. Coe e beba ainda morno, sem adoçar.

Dicas para prevenir coceira na vagina

cuidados para prevenir coceira vaginal
Crédito: Pixabay

Mesmo que os remédios caseiros para coceira na vagina sejam eficientes, nada melhor do que não sentir a coceira. Nem sempre é impossível evitar, mas há formas de se cuidar e prevenir que os problemas de saúde que causam a coceira se desenvolvam no seu corpo.

1. Cuide da sua higiene íntima

Troque de calcinha todos os dias, mantenha suas calcinhas bem limpas e nunca deixe-as secando no banheiro ou em qualquer ambiente úmido e abafado. Evite usar absorventes internos com frequência ou por muitas horas.

2. Escolha produtos próprios para região íntima

Não é todo tipo de produto que pode ser usado na vagina, sejam cremes, hidratantes, perfumes, sabonetes ou géis. Especialmente se você for sensível a alergias, escolha os produtos com cuidado.

3. Evite roupas muito apertadas

As calças e shorts muito apertados impedem a ventilação na região íntima e isso não é bom. Essa região é naturalmente úmida e quente, que é um ambiente propício para fungos e bactérias. Então, quanto mais você deixar ventilar, melhor. Use roupas mais frouxas, saias e calcinhas de algodão.

4. Alimente-se bem

Assim como o kefir é um alimento recomendado para aliviar os sintomas de problemas na microbiota vaginal, há diversos outros alimentos saudáveis que devem fazer parte da sua dieta, que são as frutas, legumes, verduras, raízes e sementes. Além disso, evite os alimentos com açúcar refinado, adoçante, excesso de sal e industrializados com gordura saturada.

5. Use preservativo nas relações sexuais

O preservativo ainda é o melhor método contra as doenças sexualmente transmissíveis, além de proteger contra infecções mais simples. Então não hesite em usá-lo, especialmente se você tiver um organismo sensível, mesmo estando com uma pessoa da sua confiança.

Quando consultar o médico

Você deve fazer uma visita anual ao seu ginecologista, coletando material para ver como está a saúde do seu sistema reprodutor, através do exame preventivo.

Se você achar que algo está diferente, seja uma verruga, textura, secreção, cheiro diferente, coceira ou até mesmo se acabou se descuidando com o preservativo, faça uma visita.

É importante também verificar se não há corrimento com coloração amarelada, esverdeada, acinzentada ou mais espessa com grumos e um odor desagradável, pois são sinais de que o sistema reprodutor está infectado por algum fungo ou bactéria.

Sempre que estiver em dúvida, visite seu ginecologista.

25 Comments Leave a Reply
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
Distimia: o que é, sintomas e tratamento
Quais lembranças permanecem na memória mesmo com a idade