micose na pele
Crédito: Freepik
em

AmeiAmei HahahaHahaha FofoFofo Meu Deus!Meu Deus! EstranhoEstranho TristeTriste

Principais tipos de micose na pele, como tratar e prevenir

As micoses têm tratamento e, na maior parte dos casos, têm prevenção. Conheça os tipos e os sintomas

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a micose é uma infecção causada por fungos que afetam a pele, as unhas e o cabelo. Costuma ocorrer em partes do corpo que ficam mais expostas ao calor e à umidade, ambiente propício para a proliferação de fungos. Veja quais são os principais tipos de micose na pele, sintomas, tratamento e prevenção.

Veja também: tudo sobre psoríase

Tipos de micose de pele

De modo geral, os sintomas e a forma de tratamento são os mesmos para os diferentes tipos de micose. Mas preste atenção das diferenças entre eles para saber identificar e ir ao dermatologista fazer o melhor tratamento.

Candidíase

A candidíase é causada pelo fungo do tipo Candida e pode afetar várias partes do corpo, interna e externamente, inclusive a pele. Ela ocorre principalmente nas dobras da pele que são os locais mais quentes e úmidos, deixando manchas avermelhadas com muita coceira.

As pessoas devem estar atentas ao estilo de vida que levam, pois esse fungo se manifesta com mais força em quem está com a imunidade baixa. Por isso, tome cuidado com sua alimentação, exercite-se e evite usar medicamentos por muito tempo, caso tenha opção.

Tinea

Popularmente chamada de “tinha” e de “impinge”, essa micose acontece por tipos de fungos que ficam na pele, cabelo ou unhas alimentando-se da queratina. Esse tipo gera micose superficial que, ao ser transmitido de pessoa para pessoa, deixa as áreas afetadas com lesões avermelhadas, um pouco de escamas e coceira intensa.

A tinea pode acontecer em qualquer parte do corpo, mas em especial nas dobras dos membros. Às vezes forma lesões em formas de anel que se expandem do centro para fora. No couro cabeludo, pode deixar áreas sem cabelo e com descamação.

Pitiríase vesicolor

Esse é o popular pano branco causado pelo fungo do gênero malassezia. Deixa pequenas manchinhas brancas na pele que podem ocupar uma grande área. Algumas vezes é confundido com o vitiligo por causa das manchas brancas que ocorrem quando a pele com os fungos fica exposta ao sol, causando sua despigmentação.

Esse fungo causador do pano branco vive naturalmente na pele, mas algumas condições propícias fazem ele se proliferar e liberar ácido azelaico que impede a produção de melanina quando a pele fica ao sol.

Os fatores de risco são pele muito oleosa, excesso de calor, de suor e predisposição genética. Não é transmitido de pessoa para pessoa, desenvolve-se sozinho dentro dessas condições.

Tratamentos e prevenção

De modo geral, os médicos dermatologistas tratam as micoses com medicação antifúngica que pode ser oral ou para aplicar direto sobre a área afetada. Deve-se utilizar a medicação exatamente como o médico recomendar e só interromper ou parar o uso com a permissão do médico. Outros cuidados que deve ter, tanto para prevenir quanto para tratar a micose, são:

  • Evitar compartilhar objetos pessoais com outras pessoas, mesmo conhecidas;
  • Evitar ficar de meias o tempo todo;
  • Evitar andar descalço fora de casa, mesmo em vestiários e quadras;
  • Levar seu próprio estojo de manicure para fazer as unhas;
  • Manter os pés sempre limpos e secos;
  • Secar bem o corpo depois do banho;
  • Evitar roupas muito apertadas e de tecidos sem porosidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

tipos de infarto

Conheça quais são os tipos de infarto do miocárdio

sintomas de câncer de pele

7 Sintomas de câncer de pele e como prevenir a doença