em

Como escolher melancia perfeitamente

Confira como escolher a melhor melancia e não cometa mais erros

Crédito: Pixabay

Todo mundo já escolheu uma melancia horrível alguma vez na vida. E embora seja uma fruta doce e com um sabor maravilhoso, poucas pessoas conseguem escolher melancia perfeitamente.

Veja então as dicas para não cometer mais o erro de escolher uma melancia menos gostosa e se arrepender quando prová-la.

Tipos de melancia

Antes de saber escolher melancia corretamente, é necessário saber quais são os tipos que existem dessa fruta. Embora a maioria das pessoas só conheça um tipo de melancia, existem diversas melancias no mercado, sendo uma mais gostosa que a outra.

  • Sem semente: apesar do nome, ela possui sementes, mas são pouco desenvolvidas e totalmente comestíveis. Esse tipo de melancia é mais fácil de ser digerida, mais prática para o consumo e menos calórica. Sendo assim, embora custe 3 vezes mais que a melancia tradicional, a melancia sem semente é uma boa opção para quem foca em uma rotina saudável e na prática de exercícios físicos;
  • Japonesa (polpa amarela): essa melancia é levemente crocante, tendo um alto teor de açúcares. A melancia japonesa é bastante prática para o consumo, porque além de apresentar um excelente sabor, esse fruto é pequeno, variando em média de dois a quatro quilos. Isso faz com que essa variante possua menor preço por unidade, maior facilidade de transporte e rapidez no consumo;
  • Forrageira (polpa branca): essa espécie foi introduzida no Brasil durante o período colonial, sendo disseminada através de cruzamentos com outras espécies de melancia. Esse tipo de melancia não precisa de nenhum modo sofisticado de armazenamento, tendo a incrível capacidade de durar 1 ano. Vale ressaltar que o consumo dessa melancia é mais destinado à pecuária;
  • Tradicional (polpa vermelha): é a mais comum e a mais encontrada no mercado. É a preferida para consumo pelos brasileiros. E você ainda pode aproveitar os benefícios da semente de melancia.

Dicas para escolher melancia doce e madura

como escolher melancia doce
Crédito: Unsplash

Sabendo dos tipos de melancia, restam apenas as dicas para escolher melancia sem errar no mercado. Para isso, confira essas técnicas apresentadas abaixo.

Tamanho

O tamanho é um indicador da qualidade da melancia. Muitos acham que quanto maior for a melancia, mais saborosa será. Porém isso é errado, porque as melhores melancias são as de tamanho médio.

Isso ocorre porque há muito volume de água na melancia grande e por conta disso, uma menor concentração de açúcares, o que deixa a melancia muito grande sem o característico sabor adocicado. Lembre disso quando for escolher melancia.

Formato

Sim, o formato da melancia influencia em seu sabor. Quando for ao mercado, é importante lembrar que o sabor e a textura da melancia variam com a sua forma. Confira:

  • Alongada: é mais alta e contém mais sumo, sendo mais aguada e menos doce;
  • Achatada: é mais redondinha e mais açucarada.

Manchas de tom amarelado

As melancias têm uma zona mais manchada. A cor da mancha também revela ao consumidor um pouco do seu sabor. Se o fruto for de tonalidades entre o amarelo e o laranja, vale a pena levar para sua casa, pois isso indica que a melancia está no ponto.

Extremidade

Para perceber se uma melancia está suficientemente madura temos de analisar a sua parte inferior. A melancia que apresentar as extremidades mais secas está boa para comer, possuindo maior concentração de açúcares.

Marcas escuras e zonas ásperas

Esse não é um ponto negativo! Zonas ásperas e pontos escuros são indicadores de que a melancia foi polinizada pelas abelhas. Interprete este sinal positivamente, porque quanto mais dessas marcas tiver, mais doce será a melancia.

Volume e peso

Ao escolher uma melancia, verifique o tamanho e o volume da fruta. Uma melancia doce deve possuir um peso médio, sendo esse critério muito parecido com o de verificar o tamanho, pois ambos indicam a concentração de açúcares presentes no fruto.

Haste lateral

Outro passo muito importante é verificar a haste lateral da melancia. Se ela estiver seca, a melancia é recomendável para o consumo, porque isso quer dizer que a fruta está madura.

Melancias com hastes verdes são um sinal de que a polpa não está boa para o consumo ainda, ou seja, a fruta ainda não amadureceu, o que a deixa menos suculenta e menos doce. Essa técnica pode ser utilizada paralelamente à verificação das extremidades, pois toda essa região lateral da melancia demonstra sinais de amadurecimento, da haste lateral à extremidade dorsal.

Agora que você já sabe escolher a melhor melancia, veja como fazer um doce da casca da fruta:

2 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comentários

comentários

semente de melancia

Benefícios da semente de melancia para a saúde

suco de babosa

Suco de babosa: receitas e beneficios