Melancia amarela
Crédito: Freepik
em

Melancia amarela: uma variedade deliciosa para provar

Com melancia vermelha e amarela você pode criar pratos doces e saudáveis ainda mais apetitosos. Veja as diferenças da amarelinha!

Publicidade

Você sabia que diversas frutas são tão bonitas, gostosas e fáceis de comer porque passaram por processos de modificação em laboratório? Esses processos continuam evoluindo para que tenhamos cada vez mais benefícios na alimentação natural. Um bom exemplo é a melancia amarela, que traz diferenças pontuais em relação à tradicional e que vale a pena provar, quando tiver oportunidade.

Diferenças entre a melancia amarela e a tradicional

Crédito: Nunhems Basf/Divulgação

A melancia amarela é tão bonita quanto a vermelha. A casca de ambas é igual, nas tonalidades de verde-claro e escuro. O que muda é a polpa, bem amarelinha e diferente da que estamos habituados. Essa cor acontece devido à quantidade de licopeno e betacaroteno nas frutas, que, no caso da melancia amarela, tem menos. Mas, não é apenas a cor que é diferente.

Melancia Pingo Doce amarelinha é sucesso no Brasil

Uma das melancias amarelas mais vendidas no Brasil é a Pingo Doce amarelinha, lançada em 2020 pela multinacional alemã Basf, empresa que já trabalhava no mercado brasileiro com a Pingo Doce original, variedade que é vermelha e tem menos sementes.

A ideia de criar uma fruta diferente e com mais qualidades foi explicada por Diego Lemos, gerente de cultivo de melão e melancia da Nunhems, divisão da Basf, em uma entrevista à revista Globo Rural:

Publicidade

“Conectamos o produtor ao distribuidor, ao varejista e ao consumidor final. Por isso, as áreas de produção também foram pensadas para que tenhamos a melhor qualidade do fruto, com a menor distância de transporte e atingindo a maior parte do país”.

Melhorias na melancia amarela

A melancia amarela já existia na natureza. Mas, para que o fruto ficasse mais doce e com menos sementes, passou por um processo de hibridização, ou seja, os pesquisadores escolhem linhagens específicas da fruta, que tenham as características desejadas, e fazem cruzamentos para chegar à melancia perfeita.

Assim, a melancia amarela pode ser cultivada em menos tempo (por produtores especializados), apresenta um sabor mais doce do que a vermelha, tem menos sementes e, se quiser comer as que encontrar, pode sem medo.

Publicidade

Além disso, a melancia de polpa amarela da Pingo Doce tem mais fibras. “Enquanto há 0,9 grama de fibra a cada 100 gramas de melancia vermelha, na amarela esse número é de 1,5 grama, o que, nos parâmetros da Organização Mundial da Saúde, já a caracteriza como fonte de fibras”, explicou a nutricionista e engenheira de alimentos Georgia Castro, à revista Globo Rural.

Como a fruta ainda é nova no mercado, agora a empresa vai observar as vendas e criar ações que incentivem as pessoas a experimentarem a melancia amarela. Com certeza, ela vai complementar sua mesa de frutas nas festas, seus drinks e sobremesas com mais cor e sabor.

Veja também: Descubra 7 dicas de como cortar melancia de forma simples e fácil

Publicidade
Coliving

Coliving: a tendência de viver de forma compartilhada

Fumaça líquida

Fumaça líquida: saiba o que é e para que serve esse ingrediente