em

AmeiAmei

O que comer na dieta para refluxo? Veja os cuidados a ter

Quem tem refluxo sabe o quão desagradáveis são os sintomas. Mas é possível controlar o problema e viver melhor.
dieta para refluxo
Crédito: Freepik

São muitas as pessoas que sofrem com o refluxo gastroesofágico, ou simplesmente refluxo. Ele ocorre quando a válvula que protege o esôfago do suco gástrico durante a passagem dos alimentos para o estômago não funciona corretamente. Assim, esse suco que é ácido e deveria ficar só no estômago, acaba subindo para o esôfago e às vezes para a laringe. Alguns alimentos contribuem para melhorar o problema e é por isso que existe a dieta para refluxo.

Mas além dos alimentos, a deficiência dessa válvula pode ser desencadeada por fatores como maus hábitos alimentares, alto estresse diário, comer muito depressa, abusar do álcool, obesidade e usar roupas que apertem a região estomacal.

Os sintomas do refluxo são azia, má digestão, dor no peito e garganta, pigarro, tosse seca e regurgitação, que é quando parece que a comida engolida sobe de volta para a boca.

Então, com consequências tão desagradáveis e que até podem evoluir para problemas de saúde mais sérios, a principal recomendação dos médicos é que as pessoas afetadas pelo problema sigam uma dieta para refluxo. Veja no que consiste.

Cardápio para quem tem refluxo

o que comer na dieta para refluxo
Crédito: Freepik

A dieta para refluxo não é fixa, mas sim indica quais os tipos de alimentos colaboram para que o refluxo não aconteça. É importante procurar um gastroenterologista para verificar como está o sistema digestivo internamente, e um nutricionista para indicar os melhores alimentos de acordo com outros fatores relacionados à rotina diária de cada indivíduo.

Mas de modo geral, na dieta para refluxo deve-se dar preferência para:

  • Leite e derivados desnatados;
  • Carnes magras em porções de até 100 gramas em dias alternados;
  • Cereais integrais;
  • Verduras e legumes;
  • Frutas que não sejam tão cítricas;
  • Nozes, castanhas e amêndoas;
  • Especiarias como cúrcuma e gengibre, com moderação;
  • Chá de hortelã após as refeições;
  • Kefir.

Veja um exemplo de cardápio da dieta para refluxo considerando três dias da semana e depois confira as recomendações de alimentos a evitar e cuidados a tomar:

Exemplo dia 1

É importante que a rotina alimentar da dieta para refluxo seja leve, cuidando com a quantidade de alimentos em cada refeição para não sobrecarregar o estômago.

  • Café da manhã: 1 fatia de mamão, 1 copo de leite desnatado e 4 torradas integrais;
  • Lanche da manhã: 5 bolachas cream cracker e 2 nozes;
  • Almoço e jantar: Salada verde, cubos de queijo light, 1 lata de atum, macarrão integral, molho pesto e 1 pêssego;
  • Lanche da tarde: 5 bolachas maisena, 1 iogurte desnatado e 1 colher de linhaça.

Exemplo dia 2

Carboidratos integrais e laticínios sem gordura, além de frutas que não sejam cítricas ajudam na digestão, evitando o refluxo.

  • Café da manhã: pão integral com requeijão light e 1 copo de leite desnatado;
  • Lanche da manhã: 3 castanhas e 1 pera;
  • Almoço e jantar: arroz integral, peixe cozido com legumes, salada crua e 2 fatias de melancia;
  • Lanche da tarde: 1 banana, 4 torradas e 1 iogurte desnatado.

Exemplo dia 3

O iogurte e o leite acalmam o estômago. Os devem ser feitos sem óleo refinado frito, pois irrita a cavidade estomacal e estimula a produção de mais ácido.

  • Café da manhã: 4 morangos, 1 iogurte desnatado e cereal integral;
  • Lanche da manhã: 4 bolachas de leite e 2 ameixas;
  • Almoço e jantar: arroz integral, frango com molho de tomate, 2 colheres de feijão, salada crua e 1 maçã;
  • Lanche da tarde: 1 fatia de pão integral com ricota e 1 copo de leite desnatado.

Alimentos que deve evitar

o que não comer quando tem refluxo
Crédito: Freepik

Os alimentos a evitar são aqueles industrializados, muito gordurosos, muito açucarados e ácidos, pois eles irritam o estômago e favorecem o refluxo:

  • Café;
  • Refrigerante;
  • Chocolate;
  • Bebida alcoólica;
  • Fritura;
  • Carnes gordas;
  • Pimenta;
  • Bolachas, bolos e outros industrializados.

Cuidados para inserir na rotina

cuidados para evitar refluxo
Crédito: Freepik

Depois de conhecer os alimentos que deve dar preferência e os que deve evitar, há outros cuidados que vão ajudar a prevenir o refluxo:

  • Comer o suficiente para saciar, sem se sentir cheio;
  • Fazer refeições pequenas a cada 3 horas;
  • Evitar ingerir líquidos durante as refeições;
  • Evitar se deitar ou se exercitar logo depois de comer, esperar 2 ou 3 horas;
  • Beber chá de hortelã ou camomila após as refeições para ajudar na digestão;
  • Manter-se no peso ideal;
  • Reduzir ao máximo o consumo de bebida alcoólica e não fumar;
  • Comer devagar.

Com essas dicas e o suporte dos médicos, as chances de dizer adeus ao refluxo aumentam consideravelmente. Apenas em casos mais sérios em que só os novos hábitos alimentares não conseguirem ajudar, há possibilidade de fazer cirurgia.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
Quanto tempo dura a menopausa? Conheça os mitos sobre ela!
trombose por anticoncepcional
Trombose por anticoncepcional: tudo o que você precisa saber