possiveis complicacoes da fibromialgia
Crédito: Freepik
em

4 Complicações da fibromialgia e formas de tratamento

Essa condição não tem cura, mas é possível mantê-la sob controle e melhorar a qualidade de vida

A síndrome da fibromialgia é caracterizada por dores intensas e profundas pelo corpo que os médicos ainda não sabem explicar por que acontecem, mas têm ideia das causas que podem desencadeá-las. As dores constantes acabam gerando efeitos colaterais que são os outros sintomas e, por causa deles, também podem acontecer complicações da fibromialgia. Veja quais são e recomendações para que as dores sejam diminuídas.

Quais as complicações da fibromialgia?

as principais complicacoes da fibromialgia
Crédito: Freepik

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, os principais sintomas da fibromialgia além da dor difusa pelo corpo são uma fadiga constante, sono não reparador que faz a pessoa já acordar muito cansada, alterações na memória, na concentração, depressão, maior sensibilidade ao toque, aos cheiros e sons, além de disfunções intestinais.

Então, é como consequência desses sintomas repetitivos que algumas pessoas podem desenvolver complicações, mas é importante saber que nem sempre elas acontecem.

Em muitos casos os sintomas até diminuem com as terapias, tratamentos medicamentosos e com o passar do tempo, devolvendo a qualidade de vida à pessoa. Porém, quando ocorrem as complicações, são as seguintes:

1. Síndrome das Pernas Inquietas

A Síndrome das Pernas Inquietas pode afetar pessoas com fibromialgia especialmente à noite. Quando se deitam na cama, sentem uma necessidade de esticar e movimentar as pernas, mesmo estando cansadas. Não é apenas uma vontade, é uma sensação física que faz a pessoa levantar de madrugada para caminhar e tentar aliviar.

2. Apneia do sono

A apneia do sono causa a interrupção da respiração por alguns segundos enquanto a pessoa dorme. Essa interrupção é seguida por um susto que faz a pessoa voltar rapidamente a respirar roncando e, por causa do susto, acorda. Isso se repete pelo menos 5 vezes por minuto, prejudicando ainda mais o sono que já era complicado por causa das dores da síndrome.

Com isso, a pessoa pode ter redução do oxigênio no sangue, aumentando os batimentos cardíacos e o risco de pressão alta, arritmia cardíaca, derrame e infarto do miocárdio.

3. Limitações da vida pessoal, social e profissional

A fibromialgia não causa efeitos de origem física, como deformações no corpo, mas a quantidade de sintomas pode afetar de forma considerável a vida pessoal, social e profissional, já que é difícil conviver com tantas dores e mal-estar constantemente. A síndrome pode gerar incapacidade de realizar tarefas simples, o que faz muitos pacientes desenvolverem depressão por causa da frustração em ter tantas dificuldades.

4. Obesidade

É essencial que os pacientes continuem se exercitando, embora seja complicado por causa da dor, mas fazendo os tratamentos adequados é possível conseguir. Se ficarem sedentários em casa, os sintomas se agravam e existe o risco da obesidade, que é um dos efeitos que pode levar a outras, tais como colesterol alto, pressão alta, diabetes e doenças articulares.

Como diminuir as dores

como tratar fibromialgia
Crédito: Freepik

Como viu, as complicações da fibromialgia ocorrem em decorrência dos sintomas que afetam o estilo de vida de modo generalizado. Embora não exista uma cura, existem formas de manter os sintomas sob controle, por isso, quanto antes a pessoa se consultar com um reumatologista, melhor. Os tratamentos para diminuir as dores e os demais sintomas vão depender do que a pessoa sente e do seu estado geral de saúde, podendo ser com:

Medicamentos para dor

O médico poderá prescrever anti-inflamatórios e analgésicos para o alívio da dor. É importante encontrar soluções também em medicamentos naturais com esses efeitos, como os chás e sucos, para evitar que o excesso de comprimidos acabe desencadeando problemas estomacais, como úlceras e gastrite.

Outros medicamentos

Também podem ser prescritos ao paciente relaxantes musculares, antidepressivos e indutores do sono para que ele consiga ter um sono reparador e acordar se sentindo mais disposto para viver seu dia e executar suas atividades.

Terapias

As terapias para tratar a síndrome e para evitar as complicações são várias. Pode ser recomendada a fisioterapia, que envolve diversas técnicas, incluindo a hidroterapia que é a execução de exercícios dentro da água com ausência de impacto, reduzindo a dor ao se movimentar.

Também existem as terapias alternativas complementares, como massoterapia (diversos tipos de massagens), auriculoterapia, acupuntura, aromaterapia e meditação, todas com a intenção de aliviar o estímulo da dor no sistema nervoso central e reequilibrar corpo e mente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

principais tratamentos para herpes labial

Conheça os principais tratamentos para herpes labial

pontos da fibromialgia

Quais são os pontos da fibromialgia e como tratar as dores