em

Apneia do sono: tudo o que você precisa saber

Já ouviu falar em apneia do sono? É muito mais do que um problema que faz roncar. Conheça as causas e tratamentos.

apneia do sono

Os distúrbios do sono atingem muitas pessoas de todas as idades e suas causas são bastante abrangentes. O fato é que podem ser um sintoma de outros problemas de saúde ou acabarem sendo o gatilho para doenças mais sérias. Na lista dos mais frequentes distúrbios do sono está a apneia do sono.

O que é apneia do sono?

Nem sempre o portador da apneia do sono percebe que tem o distúrbio, mas de dorme com um parceiro, certamente este irá perceber, pois a apneia se mostra presente através de roncos e interrupção na respiração.

Para ser caracterizado como apneia, os ruídos e a respiração interrompida, seguida por engasgos, devem ocorrer no mínimo 5 vezes por minuto. Há casos graves em que o indivíduo para de respirar quase ininterruptamente ou sofrer paralisia do sono.

Existem dois tipos de apneia do sono: obstrutiva e central

  • Apneia obstrutiva: ocorre quando o ar para de circular pelas vias aéreas porque foi bloqueado pelo relaxamento dos músculos da garganta.
  • Apneia central: ocorre quando o cérebro deixa de enviar o sinal para o corpo respirar, então o indivíduo simplesmente não realiza esta função normalmente.

A apneia do sono também pode acontecer em crianças que possuem problemas como aumento das adenoides (glândulas do nariz) ou amígdalas.

Sintomas

Quem sofre com a apneia do sono não consegue ter noites de descanso tranquilas e reparadoras, então costumam passar o dia sem energia e indispostas. Além disso, outros sintomas são:

  • Sensação de sufocamento ao dormir;
  • Ronco;
  • Sono agitado;
  • Respiração ofegante;
  • Dor de cabeça matinal;
  • Dificuldade de concentração.

Qual a relação entre a apneia e o ronco?

Nem sempre o ronco representa que a pessoa tem apneia do sono, mas ele é um dos sintomas porque acontece quando existe dificuldade de respirar.

O som do ronco é causado quando o ar não tem muito espaço para passar e força a passagem, causando vibração e, consequentemente, barulho.

Consequências relacionadas com a apneia

Por conta das pausas frequentes na respiração, pode haver a redução de oxigênio no sangue, superativando o sistema nervoso e aumentando os batimentos cardíacos. Dessa forma, a pressão alta, a arritmia cardíaca e derrame são riscos relacionados com a apneia.

Não só, a apneia também favorece o acúmulo de gordura e a resistência à insulina, podendo também contribuir para o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

De modo geral, as consequências também estão da redução da qualidade de vida, pois quando não se tem um sono profundo e reparador, o corpo começa a adoecer e entrar em desequilíbrio.

Fatores de risco

As pessoas mais sujeitas a desenvolver apneia do sono são aquelas que estão acima do peso, sendo este o maior fator de risco. Mas também entram na lista:

  • Fumantes;
  • Pessoas que abusam do álcool;
  • Quem dorme de barriga para cima;
  • Quem abusa de sedativos;
  • Pessoas com maxilar inferior encurtado;
  • Aumento de amígdalas e adenoides;
  • Pessoas com tumores.

Tratamentos

Os tratamentos da apneia do sono variam conforme o seu tipo, estágio e condições do paciente, podendo variar entre:

  • Redução de peso para o caso de pacientes obesos;
  • Necessidade de parar de fumar;
  • Redução considerável do consumo de bebida alcoólica;
  • Exercícios fonoaudiólogos para fortalecimento dos músculos da garganta;
  • Uso de dilatadores de narinas para reduzir a respiração pela boca;
  • Aparelhos ortodônticos para quem tem a mandíbula encurtada;
  • Utilização de CPAP – máscara que cobre boca e nariz, jogando ar para as vias respiratórias;
  • Cirurgia para o caso de problemas anatômicos na face ou amígdalas.

Receita natural para aliviar os sintomas

Apesar de a consulta ao médico ser indispensável, receitas naturais sempre ajudam a fortalecer o organismo e reforçar o tratamento prescrito.

Muitas vezes a obstrução das vias aéreas na apneia obstrutiva ocorre por alergia ou infecção, então nada melhor do que alimentos que trabalhem na cura destes problemas, como os que fazem parte da receita deste suco:

Ingredientes

  • Gengibre: pedaço com 1 centímetro;
  • Limão: ¼ de unidade;
  • Cenoura: 2 unidades;
  • Maçã: 2 unidades;
  • Água: 200 mililitros.

Modo de preparo

1. Lave muito bem e corte os ingredientes em pedaços menores.

2. Bata tudo no liquidificador junto com a água e beba em seguida, sempre duas horas antes de ir dormir, sem comer nada junto ou depois.

Dica: Mantenha um estilo de vida saudável

Como você viu, muitos dos fatores de risco da apneia estão relacionados a maus hábitos de saúde, como obesidade, tabagismo e abuso de álcool.

Portanto, comece sua cura mudando seu estilo de vida. Não só a apneia será aliviada, mas todo o seu corpo sofrerá uma ótima transformação.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

Tratamentos naturais para barriga d’água

10 alimentos que melhoram a circulação sanguínea