reumatologista
Designed by Freepik
em

10 Doenças comuns que todo reumatologista trata

A reumatologia é a área que envolve todas as articulações do nosso corpo. Saiba mais sobre essa especialidade médica.

O médico reumatologista faz parte da reumatologia, uma área que estuda mais de 100 doenças conhecidas, todas com uma característica em comum: a dor nas juntas e articulações.

As doenças reumáticas precisam ser tratadas logo que diagnosticadas, pois essa agilidade em interromper a progressão da doença influencia muito no sucesso do tratamento.

Nem para todos os casos há cura, mas há formas de aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente. Por isso é importante conhecer mais sobre as doenças, seus sintomas e os exames de diagnóstico.

O que faz um reumatologista?

O reumatologista é o médico que trata das doenças reumáticas. Elas podem acometer as articulações, os ossos, músculos e até órgãos internos.

As doenças reumáticas são caracterizadas por um processo inflamatório, mas que nem sempre apresentam os mesmos sintomas. Então o papel do reumatologista é realizar os exames necessários de apoio ao diagnóstico para iniciar o tratamento adequado.

Doenças reumáticas

Embora as doenças reumáticas pareçam ser mais comuns em pessoas idosas, elas também podem afetar crianças, como é o caso da artrite reumatoide (artrite crônica da infância).

A doença reumática (febre reumática) é outro exemplo que afeta pessoas mais jovens, pois ocorre depois de uma infecção pela bactéria Streptococcus.

Para cada faixa etária existe maior propensão ao desenvolvimento de algum tipo de inflamação reumática. Veja quais são 10 das doenças reumáticas:

1. Vasculites: é a inflamação dos vasos sanguíneos, quando suas paredes são invadidas por células do sistema imunológico.

2. Síndrome de Sjögren: é uma doença autoimune que apresenta como sintomas a secura dos olhos e dos lábios.

3. Síndrome anti-fosfolípide: é um distúrbio, também autoimune, que ocorre com a coagulação do sangue, resultando em trombose.

4. Reumatismo de partes moles: quando ocorrem inflamações ou lesões nas articulações dos membros inferiores ou superiores. Podem virar bursite, tendinite e outros problemas.

5. Pseudogota: assim como a gota é a doença que acontece por causa do excesso de ácido úrico, a pseudogota ocorre por excesso de cálcio nas articulações.

6. Artrose: a osteoartrite, ou atrose, ocorre quando há o desgaste da cartilagem de uma articulação.

7. Lúpus: é uma doença inflamatória e autoimune, que causa vermelhidão e sensibilidade na pele do rosto e é desencadeada por estresse ou situações que causem liberação de adrenalina.

8. Lombalgia: é a dor sentida na região inferior das costas. Pode acontecer em qualquer idade, porque é impulsionada por uma série de causas. Algumas doenças reumáticas se manifestam através da lombalgia, por isso é necessário consultar o médico.

9. Fibromialgia: essa doença acomete pessoas com espondilite e artrite, resultando em perda da qualidade de vida. Ela não causa inflamação, então os exames de sangue não se alteram para um diagnóstico.

10. Esclerodermia: é uma doença que causa o endurecimento da pele, deixando-a lisa, espessa e sem elasticidade.

Quando procurar um reumatologista?

Pelo fato da dor nas articulações ser a principal queixa de um paciente com doença reumática, esse também deve ser o sinal para que você consulte um reumatologista.

Os sintomas de dor podem vir acompanhados de inchaço na região da dor, vermelhidão e aumento da temperatura.

Algumas vezes outro especialista irá recomendar uma visita ao reumatologista, porque houve a evolução de alguma outra doença como diabetes, hipotireoidismo e tumores.

Exames de reumatologia

Os exames de reumatologia variam bastantes conforme o que o médico está buscando saber. Os mais comuns são exames de sangue, biópsia (retirar um pequeno pedaço do local afetado para análise microscópica), ultrassom, tomografia e ressonância magnética.

Dica: Evite alimentos que inflamam o corpo

Para as doenças reumáticas que são desenvolvidas ao longo da vida e podem ser prevenidas, uma alimentação saudável faz toda a diferença. Veja o que comer e o que não comer:

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
neurologista

Neurologista: conheça esse médico e como funciona a sua especialidade

nefrologista

Nefrologista: Quando você deve consultar esse médico?