alimentos que contêm níquel
Crédito: Pixabay
em

Quais são os alimentos que contêm níquel? Veja como evitar

São tantos alimentos e objetos ricos nesse metal que fica difícil evitar. Mas saber quais são é o primeiro passo.

Se você já percebeu que cresceu a preocupação geral com os produtos e alimentos que contêm níquel, mas não entendeu a razão, vai saber agora. O níquel é um tipo de metal que cada vez mais tem desencadeado crises alérgicas nas pessoas. O grande problema é que está em uma grande diversidade de coisas, inclusive na comida.

Falando sobre objetos, há níquel nas joias e bijuterias, no dinheiro, nas chaves, canetas, armações de óculos, botões e zíper de roupas, capinhas de celular metálicas, clipes de prender papel, panelas e produtos com aço inoxidável. Ou seja, tudo o que você usa no dia a dia.

Mas como se não bastasse, o níquel também está naturalmente presente em muitos alimentos, causando alergia em pessoas com essa sensibilidade. Então veja quais alimentos que contêm níquel em maior quantidade e quais podem ser consumidos com tranquilidade.

Alimentos que contêm níquel

alimentos com níquel a evitar
Crédito: Freepik

A lista de alimentos que levam o níquel na sua composição também é grande, e não quer dizer que eles devam ser cortados do cardápio, até porque possuem nutrientes importantes para a saúde. Mas quem tem alergia ao níquel deve reduzir o consumo ou evitá-los. São eles:

1. Frutas

As frutas que mais contêm níquel são a cereja, a framboesa, o figo, o abacaxi, a ameixa, o tomate, a maçã, a laranja e outros cítricos.

2. Verduras

Dentro do grupo das verduras com níquel destaca-se a cebola, a salsa, o aspargo, a couve, o espinafre e a alface.

3. Leguminosas

O feijão, a lentilha, o amendoim, a ervilha e a soja são alimentos que contêm níquel e devem ser evitados em épocas de crise alérgica.

4. Molhos

A grande parte dos molhos prontos contêm níquel, tal como o ketchup, a mostarda, o vinagre e o molho de soja, que é feito à base da leguminosa.

5. Peixes e crustáceos

Especialmente os peixes gordos, ricos em ômega-3, contêm níquel, como o atum, a sardinha, o salmão, o arenque e a cavala. Assim também o camarão, a lagosta, o caranguejo, as ostras e mexilhões.

6. Bebidas

Nem mesmo o chá, o cacau com leite, o vinho, a cerveja e os sucos de frutas ácidas escapam de terem níquel na composição.

Então, como você viu, o níquel está em praticamente tudo, inclusive em alimentos que são necessários para a saúde. Por isso, não adianta somente evitá-los, pois sem eles outras doenças e deficiências nutricionais começarão a se desenvolver.

O melhor que pode fazer é procurar um médico e um nutricionista para elaborar um cardápio que inclua os alimentos necessários de forma equilibrada, procurando evitar as crises alérgicas.

Alimentos que não contêm níquel

alimentos sem níquel liberados
Crédito: Freepik

Entre os alimentos liberados para quem tem alergia ao níquel estão os recomendados na listagem a seguir. Eles não contêm níquel ou contêm uma proporção que não faz mal quando ingerida de forma equilibrada:

  • Pêssego;
  • Pera;
  • Banana;
  • Mirtilo;
  • Morango;
  • Amora;
  • Pimentão;
  • Pepino;
  • Berinjela;
  • Repolho;
  • Couve-flor;
  • Arroz branco;
  • Milho;
  • Macarrão;
  • Pão de trigo;
  • Ovos;
  • Carne vermelha;
  • Frango;
  • Peru;
  • Café.

Até que há muitas opções para comer quando se tem alergia ao níquel, o que deve ser feito especialmente quando está mais sensível e as crises aparecem com mais frequência. Experimente fazer o teste e observe as reações do seu organismo, considerando tomar cuidado também com os demais produtos ricos em níquel que usa no dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

alergia ao níquel

Conheça os sintomas, causas e tratamento da alergia ao níquel

leite de rosas

Para que serve e como usar leite de rosas?