em

Xarope para tosse: quais os melhores e como usá-los?

Confira uma lista com os tipos de xarope e medicamentos similares à venda em farmácias de todo o país, com e sem receita.
xarope para tosse barato
Crédito: Freepik

A gripe atacou e você começa a tossir. A sensação é horrível e a persistência do sintoma nem dá vontade de fazer nada, só ficar na cama. Uma das melhores formas de se sentir melhor é comprar um xarope para tosse. Mas qual?

São tantas as opções nas farmácias que fica difícil decidir qual a melhor e para que tipo de tosse usar. Se você não é do tipo que faz remédio para tosse em casa e prefere algo mais prático, veio ao lugar certo!

Tipos de xarope para tosse

tipos de xarope para tosse
Crédito: Pxhere

Antes de mais nada, convém você saber quais os tipos de xarope para tosse que existem por aí. Por isso, abaixo segue uma lista explicativa e descritiva dos medicamentos à venda em farmácias. Veja também quais precisa ou não de receita médica.

Xarope para tosse seca

A tosse seca é irritativa e pode provocar lesões na sua garganta. Ela faz com que você force as suas cordas vocais, podendo até lhe deixar sem voz. Por isso, quando ela ocorre, o bom é tratar já!

Os principais medicamentos disponíveis para isso são o Vibral, o Atossion e o Vick 44 E. Esses xaropes atuam diretamente na garganta, aliviando a inflamação e reduzindo a tosse quase que imediatamente.

Para bebês e crianças os mais indicados são: Vibral pediátrico, administrado a partir dos três anos; e Atossion pediátrico, que pode ser utilizado em bebês de dois anos ou mais.

Mesmo com a medicação, a tosse seca pode durar até duas semanas. Se ela persistir por mais tempo, deverá procurar um otorrinolaringologista.

Princípios ativos

Você também pode utilizar comprimidos e outros tipos de medicamentos com os seguintes princípios ativos:

  • Levodropropizina: ou Antux ou Zyplo, conforme os nomes comerciais;
  • Dropropizina: Eritos ou Binelli, conforme os nomes comerciais;
  • Dextrometorfano: Bisoltussin ou Trimedal, conforme os nomes comerciais;
  • Codeína: Codex e Tylex, conforme os nomes comerciais;
  • Cloridrato de clobutinol: genérico.

Xarope para tosse com catarro

Comum em crianças, a tosse com catarro é a pior, com certeza. Normalmente o muco ocorre já em uma fase de infecção e pode ser necessária a introdução de um antibiótico no tratamento. Se esse for o caso, terá mesmo de ir ao médico ou ao hospital. Nenhum antibiótico no Brasil é de venda livre.

Os fármacos liberados para uso nesses casos são: Bisolvon, Mucosolvan, Guaifenesina, Fenergan Expectorante, Flextoss, Notuss, Abrilar, Ambroxol e Expec. Para crianças pequenas e bebês existe o Bisolvon pediátrico e o Mucosolvan infantil, ambos a partir dos dois anos. Crianças com seis anos ou mais podem utilizar Vick.

Os medicamentos feitos com princípios ativos como Ambroxol, Bromexina, Guaifenesina e Acetilcisteína também auxiliam no combate à tosse. Tenha em atenção também que os xaropes e outros remédios para tosse produtiva fazem com que você pare de expectorar.

Xarope para tosse alérgica

xarope para tosse alérgica
Crédito: Freepik

As alergias são provocadas pelas mudanças sazonais, como na entrada do outono ou do inverno. Ao ser atacado por elas, você pode ter sintomas como coriza, espirros e tosse aguda. Normalmente essa tosse é expectorante, mas a secreção é transparente ou pouco amarelada, sem indícios de infecção.

Você pode apostar no uso de Hixizine, Silencium, Desalex e Hytós Plus. Às vezes, pode associar o xarope a um anti-alérgico em comprimidos a base de Loratadina, Maleato de dexclorfeniramina e Desloratadina.

Porém é bom visitar um alergologista de qualquer forma. A razão da sua tosse alérgica pode ser algo mais, como um animal de estimação, uma planta ou até o seu amaciante.

Xarope homeopático

Existem algumas opções de homeopáticos que são produzidos sem conservantes e com compostos naturais. Esses xaropes costumam ser menos prejudiciais, mas são também menos eficazes.

O nome mais comum no mercado brasileiro é o Stodal. Da companhia farmacêutica Boiron, ele é indicado no tratamento de diversos tipos de tosse. Conta ainda com uma versão infantil e pode ser tomado até três vezes por dia, conforme indicação do rótulo.

Xarope para tosse genérico vale a pena?

Sim, sempre sai mais em conta optar pela versão genérica. Os medicamentos desse tipo tem as mesmas vantagens que os comerciais. São seguros e tem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para venda em farmácias.

Muitos deles podem inclusive ser adquiridos de graça através da Farmácia Popular. Se você tiver receita médica, por exemplo, pode retirar a medicação com a prescrição nas farmácias da rede conveniada sem pagar um centavo.

Cuidados com a automedicação

cuidados com a automedicação
Crédito: Pxhere

Tomar medicamentos sem o conhecimento do seu médico pode ser perigoso. Quando você vai a um profissional de saúde, ele examina você e tem acesso ao seu histórico médico. Com isso, ele sabe a que medicamentos você pode ter alergias e restrições.

Xarope para tosse pode ser algo inofensivo para alguns, todavia pode causar grandes males a crianças, lactantes, grávidas, bebês, pessoas com doenças crônicas e diabéticos. A forma de tomar também precisa ser revista.

Muita gente acha que é só pegar o remédio e tomar de colherada. Esse é um grande erro que pode comprometer seus rins e seu fígado. É preciso SEMPRE ler a bula com atenção. Pergunte ainda ao farmacêutico as maneiras de uso daquele medicamento. E respeite as indicações que lhe são fornecidas, pois elas são importantes para o sucesso do tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários

comentários

Faça a sua árvore genealógica como um elemento decorativo da casa
O segredo para ter uma pele bronzeada durante todo o ano está nestes produtos