tipos de feijão no brasil
Crédito: Pixabay
em ,

Conheça os tipos de feijão e seus benefícios para a saúde

Se você come o mesmo tipo de feijão há anos, chegou a hora de conhecer novos sabores

Publicidade

Feijão não é tudo igual. Ainda que o formato e o sabor sejam semelhantes entre os diferentes tipos de feijão, eles possuem suas particularidades. Mas claro, o importante é não faltar na mesa para acompanhar com um bom arroz. Então, se você costuma comprar sempre o mesmo feijão porque já acostumou, chegou a hora de conhecer outros tipos para variar o cardápio. Veja quais são os mais vendidos no Brasil e suas características nutricionais.

10 Tipos de feijão e suas características

É no estado do Paraná que acontece a maior produção de feijão do país. Mas essa leguminosa é consumida em todos os estados, pois é um dos principais alimentos na mesa do brasileiro. Entre os 14 tipos de feijão cultivados no Brasil, se destacam o preto, carioca, fradinho e os coloridos, como branco, roxo e vermelho, todos oferecendo alto valor nutricional à saúde. Conheça mais sobre eles.

1. Carioca

tipos de feijão carioca

Esse é o tipo de feijão mais consumido no Brasil, segundo a Sociedade Nacional de Agricultura. Por isso ele também foi escolhido para ser o primeiro feijão transgênico do país, na intenção de ser imune ao ataque de doenças que atacam a lavoura. Seu cozimento é rápido.

Publicidade

O feijão carioca é rico em fibras que protegem o sistema digestivo e aumentam a saciedade. Também tem fósforo, ferro e cálcio que ajudam na saúde dos músculos, ossos e dentes, e no crescimento das crianças e adolescentes.

2. Preto

tipos de feijão preto

Essa variedade é mais utilizada no preparo da feijoada e é mais consumida no Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Rende um bom caldo, por isso é o preferido para fazer o preparo mais comum do dia a dia.

Publicidade

É rico em molibdênio, mineral que auxilia no tratamento da disfunção erétil. Suas fibras melhoram o funcionamento intestinal e ajudam no equilíbrio do colesterol. Conta com ômega-3 e tem efeito contra hipertensão.

Veja também: benefícios do feijão preto

3. Branco

tipos de feijão branco

Publicidade

A produção do feijão branco é bem menor em comparação com o carioca e o preto, por isso ele não é tão consumido. Mas rende ótimos pratos como saladas, caldos, sopas e é especialmente utilizado para servir com dobradinha. No Rio Grande do Sul e em São Paulo ele é mais consumido do que nos de mais estados.

Suas propriedades nutricionais incluem a ação desintoxicante e o baixo índice glicêmico, além do poder antioxidante que ajuda a combater o excesso de radicais livre e a proteger as células do envelhecimento precoce.

4. Fradinho

tipos de feijão fradinho

Publicidade

Esse feijão é muito consumido na Bahia, sendo um dos ingredientes que faz parte do acarajé. Não é o melhor para fazer caldos, e sim para participar de receitas como saladas e cremes espessos.

Em uma xícara desse feijão você consome 8 gramas de fibras, além de fazer bem para a visão, para a pressão arterial e para o fortalecimento do sistema imunológico.

5. Feijão-de-corda

tipos de feijão de corda

Publicidade

Uma variação do tradicional feijão fradinho, esse tipo é muito apreciado em Minas Gerais e no Nordeste. Como ele não é do tipo que rende um bom caldo, fica bom em pratos de aperitivos e saladas.

Esse é um ótimo feijão para quem pratica atividades físicas, pois atua na reconstrução muscular após os exercícios, graças a sua riqueza proteica. Faz bem para o cabelo, ossos, dentes, pele e ajuda no combate e prevenção de infecções.

6. Feijão-jalo

tipos de feijão jalo

Publicidade

Se você não conhecia essa variedade de feijão, pode comprá-lo para fazer tutu, feijão tropeiro, para engrossar a feijoada, pois ele rende um bom caldo grosso e seu sabor é suave, levemente adocicado e uma consistência muito boa. Ele é menos conhecido no Brasil e é exportado em grande quantidade para os países árabes.

É um feijão bom para manter os níveis de colesterol ruim mais baixos, também ajuda a aumentar a massa muscular quando é consumido junto com arroz integral. Contém antioxidantes que fortalecem a imunidade e protegem contra doenças degenerativas e cardiovasculares.

7. Feijão-jalo roxo

tipos de feijão jalo roxo

Publicidade

O grãos desse feijão são grandes e sua cor é avermelhada. Ele é uma variação do jalo comum e muito usado em pratos da culinária paulista, goiana e mineira.

Rico em potássio, esse feijão é bom para proteger o coração, controlar a hipertensão e melhorar a atividade neuromuscular.

8. Feijão-rosinha

tipos de feijão rosinha

Publicidade

A aparência desse feijão de grãos pequenos responde o seu nome. Ele é menos produzido no Brasil porque seu cultivo é bem trabalhoso, mas se tiver a oportunidade de experimentar, ele rende bons caldos e o sabor é mais suave do que o carioca.

Contém boas doses de zinco, fortalecendo o sistema imunológico e mantendo o corpo protegido, além de fazer bem para os ossos e para o bom funcionamento do metabolismo.

9. Azuqui

tipos de feijão azuqui

Publicidade

Nessa variedade você já deve ter ouvido falar, embora seja um feijão menos consumido no Brasil. Sua origem é japonesa e seu sabor é mais adocicado, por isso é usado para as receitas doces japonesas, então fica a dica quando quiser fazer sobremesa com feijão.

É um bom feijão para a digestão, controle do colesterol, do diabetes e do peso. Como é rico em ácido fólico, é o feijão que as grávidas podem incluir no cardápio, principalmente nos primeiros meses, pois auxilia na formação do bebê.

10. Feijão-roxinho

tipos de feijão roxinho

Publicidade

Esse tipo de feijão é bastante consumido em Minas Gerais e em São Paulo no preparo de pratos que precisem render um bom caldo, oferecendo também a sua textura bem macia.

Em uma xícara desse feijão é possível consumir cerca de 15 gramas de proteínas, e isso é bom não só para os músculos, mas para o organismo inteiro. Esse feijão tem muitas fibras, minerais, vitaminas e, com elas, oferece uma boa ação antioxidante para as células.

Veja também: benefícios e como preparar broto de feijão

Publicidade

Crédito das imagens: Economia Uol

Doenças de pele comuns

Doenças de pele comuns – mas que pouca gente está atenta

Problemas de saúde que podem chegar com a menopausa

5 Problemas de saúde que podem chegar com a menopausa