em

AmeiAmei FofoFofo EstranhoEstranho

Secreção vaginal é normal? Saiba quando procurar um médico

Ter um certo tipo de corrimento não é problema, a menos que venha acompanhado de outros sintomas

secreção vaginal
Crédito: Freepik

O corpo das mulheres é um organismo complexo e cheio de detalhes para observar. Por ser preparado para uma tarefa tão importante que é gerar a vida, o sistema reprodutor feminino conta com características como a secreção vaginal que tem um papel importante ao longo do ciclo menstrual. Porém, nem sempre ela é saudável. Aprenda as diferenças entre cada tipo.

Veja também: dicas de como tratar corrimento

O que é?

Também chamada de corrimento, trata-se de um fluido que é produzido pelo sistema reprodutor da mulher e expelido pela vagina. Ele pode apresentar uma coloração branca bem clarinha, às vezes transparente e pegajosa, outras vezes com uma cor diferente e junto com outros sintomas que merecem atenção. Apenas um tipo de secreção vaginal é normal.

Quando é normal?

quando é secreção vaginal normal
Crédito: Freepik

A secreção normal é chamada de muco cervical. Ele é produzido todos os dias dentro da mulher. Sua coloração vai do transparente ao branco leitoso e sua viscosidade também vai mudando de acordo com o período do mês.

Muco seco e pegajoso

O muco com uma textura mais seca, porém pegajosa, em pouca quantidade, é o que a mulher vai perceber no período logo após o término da menstruação. O cheiro é normal, muitas vezes nem tem odor ou é apenas um cheiro suave e natural.

Muco branco, cremoso e pegajoso

Mais alguns dias após o fim da menstruação a mulher vai começar novamente o período pré-ovulatório, então, o muco cervical vai mudando de aparência e de textura, ficando mais esbranquiçado ou amarelado e mais cremoso. Ele tem um cheiro normal.

Muco gelatinoso

Quando a mulher percebe na calcinha um muco mais transparente e gelatinoso, semelhante à clara de ovo, quer dizer que já está mais perto do período de ovulação que ocorre a partir da segunda metade do mês, geralmente. Para as mulheres que desejam engravidar é importante estarem atentas ao momento desse muco.

Muco elástico e transparente

Depois de ficar gelatinoso, o muco vai ficando mais transparente e com uma textura elástica. Quer dizer que faltam poucos dias para o ápice da ovulação. Durante o período ovulatório o muco vai ficando mais fino, mas ele continua elástico porque tem a função de ajudar o espermatozoide a chegar no óvulo para ocorrer a fecundação.

Se a mulher engravidar, o muco também vai ajudar a manter a entrada do útero protegida contra o ataque de fungos e bactérias, evitando doenças no bebê.

Branco e pegajoso

Esse é o tipo que vai acompanhar a mulher na maior parte do mês. Ele tem uma cor branca mais intensa, é mais líquido e o cheiro é normal, natural. As características do muco podem mudar um pouco de mulher para mulher

Mas o que faz ter certeza que se trata de uma corrimento normal é a ausência de odor forte e desagradável e de outros sintomas como coceira e irritação. Veja, a seguir, quais são as secreções anormais que precisam de tratamento com o ginecologista.

Quando a secreção vaginal é anormal?

A secreção vaginal é anormal quando ela apresenta uma coloração diferente do transparente ou do branquinho leitoso e quando tem outros sintomas relacionados. Nesses casos ela pode ser mais amarelada, acinzentada ou esverdeada. Junto com essa cor, ela terá um odor mais forte, às vezes bem desagradável, e virá acompanhada de outros sintomas, como coceira intensa na região interna e externa da vagina, vermelhidão, inchaço e sensação de dor e queimação para urinar e na relação sexual.

A causa varia entre infecção por vírus (DST’s), fungos (cândida) ou bactérias (vaginose). Nesse caso, é necessário ir ao ginecologista para que ele faça os exames necessários e detecte o tipo de infecção para prescrever o melhor tratamento. Algumas vezes, apenas pela aparência e cheiro, o médico consegue saber qual é o problema no consultório mesmo, sem mais exames. Os tratamentos costumam ser breves e eficazes quando feitos do jeito correto.

Como é feito o exame?

Para detectar uma infecção por vírus, fungos ou bactérias na secreção, o ginecologista fará um exame físico no consultório mesmo, avaliando a vagina por dentro e por fora. Se necessário, nesse exame ele irá coletar um pouquinho da secreção para que seja analisada em laboratório. É um exame simples e rápido, como o papanicolau que é feito quando a mulher faz sua visita de rotina ao ginecologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

calça pantalona

Como usar calça pantalona: 15 ideias de looks para montar o seu

artesanato com caixa de leite

10 Ideias criativas para fazer artesanato com caixa de leite