Ouvido entupido
Crédito: Freepik
em

Ouvido entupido: causas e o que fazer pra resolver

Alguma vez na vida essa sensação já deve ter acontecido com você

Publicidade

Você já deve ter sentido que o seu ouvido ficou entupido alguma vez na vida. É aquela sensação que surge quando você está em um veículo subindo uma serra ou quando está no avião e, também, quando está mergulhando muito fundo. O ouvido parece que fica tampado, e nessas situações é normal.

O problema é quando a sensação de ouvido entupido não passa dentro de alguns minutos, e quando surgem outros sintomas que atrapalham a rotina e causam desconforto. Aí as causas podem ser outras e é mais seguro ir ao médico otorrino para verificar e resolver.

Causas mais comuns do ouvido entupido

Tirando as situações normais já mencionadas, a sensação de ouvido entupido pode surgir pelos seguintes motivos:

Excesso de cera no ouvido

Todo mundo tem cera no ouvido, é normal. A cera, também chamada de cerúmen, é uma mistura de pele, poeira e secreções oleosas que são produzidas pelas glândulas sebáceas do ouvido.

Publicidade

Porém, existem situações que podem causar o acúmulo de cera dentro do ouvido, trazendo a sensação de ouvido entupido e até um bloqueio maior da audição:

  • Hábito de remover cera do ouvido com frequência, mesmo sem necessidade;
  • Pressão no ouvido, zumbido e tonturas;
  • Redução parcial e temporária da audição;
  • Uso de fones de ouvidos ou protetores auditivos tipo plugs intra-auriculares e moldes de silicone (usado por alguns nadadores);
  • Utilização de hastes flexíveis com algodão na ponta (cotonete), que ajudam a empurrar para dentro o cerume, facilitando seu acúmulo.

Como resolver?

A recomendação é que você vá ao médico, porque é perigoso tentar remover a cera por conta própria. Existe o risco de perfuração do tímpano, levando à surdez permanente.

Mas uma opção que é bastante popular, usada desde antigamente, é pingar 2 ou 3 gotas de um óleo vegetal morno, como óleo de amêndoas doces, óleo de abacate ou azeite, no canal auditivo para amolecer a cera. Depois, fazer uma limpeza só na área externa com uma toalha, sem colocar nada dentro do ouvido.

Publicidade

Veja também: Cotonete faz mal, sim ou não? Descubra a verdade

Água no ouvido

É bem comum ter a sensação de água no ouvido depois de nadar na piscina, numa cachoeira ou no mar. De fato, pode entrar uma pequena quantidade de água no ouvido, trazendo um incômodo porque, além do ouvido entupido, você sente a água se mexer de um lado para outro. É importante remover a água do ouvido para evitar o risco de infecções.

Como resolver?

Às vezes, a água sai sozinha quando você está deitado de lado, com a orelha para baixo. Se isso não acontecer, incline a cabeça para o mesmo lado do ouvido entupido, segure o máximo de ar dentro da boca, enquanto faz movimentos bruscos com a cabeça até perto do ombro para expulsar a água.

Publicidade

Se não resolver de jeito nenhum e ficar assim por dias, é melhor ir ao médico otorrino para remover a água de forma segura e prevenir que gere outro problema por causa disso. Para evitar a entrada de água no ouvido, podem ser utilizados tampões de ouvidos durante o banho ou durante o uso da piscina ou mar.

Ouvido entupido por disfunção na trompa de Eustáquio

A disfunção na trompa de Eustáquio é a presença de sinais e sintomas clínicos de desregulação da pressão no ouvido médio.

A trompa de Eustáquio faz comunicação entre o nariz e o ouvido, e sua função é ventilar e drenar o ouvido médio.

Publicidade

Quando está obstruída o ar não passa, provocando sintomas como autofonia, sensação de ouvido entupido e zumbido. Se não for tratado, podem ter complicações, como otites, perdas auditivas e até meningite.

Como resolver?

A solução, na maioria dos casos, é cirúrgica. A cirurgia desobstrui a trompa de Eustáquio com um balão de pressão, introduzido no nariz por um cateter até ao ouvido médio.

Veja também: Corpos estranhos no ouvido: o que fazer quando isso acontecer?

Publicidade

Artigo com informações de Direito de Ouvir

Café da manhã ideal

Café da manhã ideal existe? O que é bom comer?

síndrome do cabelo impenteável

Síndrome do Cabelo Impenteável: conheça a anormalidade que atinge crianças