em

O que é, sintomas e causas do infarto

Veja o que pode levar ao entupimento de uma artéria do coração e fazer esse órgão vital parar de funcionar.

infarto
Designed by Freepik

Certamente você já ouviu muitos casos de pessoas que sofreram um infarto, mas sabe exatamente o que é isso? É muito importante saber porque você pode salvar a vida de alguém caso perceba os sintomas desse problema logo no início.

O infarto, também chamado de ataque cardíaco ou ataque do coração, acontece quando o coração não recebe sangue o suficiente para funcionar.

Assim como a função desse órgão é bombear sangue para todas as partes do corpo funcionarem, ele próprio também precisa de sangue para continuar funcionando. Então, se o sangue não chegar, ele entra em processo de necrose, podendo levar à morte em poucos minutos.

Veja a seguir quais são os sintomas de um ataque cardíaco, por que ele acontece, como aplicar os primeiros socorros em alguém que esteja vivendo essa situação e como pode ser evitado.

Sintomas do infarto

sintomas do infarto
Crédito: Opas

Não necessariamente um infarto irá apresentar sintomas. Além do mais, quando apresenta, esses sintomas podem aparecer, ficar alguns minutos ou horas, passar e acontecer de novo horas ou dias mais tarde. Veja quais são os principais:

1. Suor frio

Um dos sintomas de quem está prestes a ter um ataque cardíaco é o suor frio, típico de quem está passando mal. Ele ocorre por causa das mudanças na pressão e na temperatura do corpo.

2. Dor no peito

A dor no peito é um sinal típico do ataque, pois mostra claramente que o coração está sendo afetado. Essa dor é forte e pode se estender para o braço esquerdo, o pescoço, o estômago e as costas.

3. Desmaio

Da mesma forma que alguém, quando está passando muito mal, começa a suar frio, o desmaio é consequência dessa alteração de pressão no corpo todo.

4. Enjoo, falta de ar e fadiga excessiva

Esses três sintomas, junto com um desconforto no peito e arritmia cardíaca, são atípicos do ataque do coração e, quando ocorrem, costumam afetar as mulheres.

É muito importante ficar atento a qualquer um dos sintomas, pois eles podem surgir um de cada vez, serem leves, ir e voltar, e assim não se dá a devida atenção. O ideal, ao sentir qualquer coisa, é ir ao pronto socorro para se certificar se há alguma obstrução de artéria e se os sintomas reaparecem.

Esse é um problema que precisa ser tratado com muita urgência para que não termine em óbito.

Causas do infarto

causas do infarto
Crédito: Segs

Os dados do Ministério da Saúde são claros e alarmantes. Cerca de 300 mil pessoas sofrem um ataque cardíaco no Brasil a cada ano, e dessas, pelo menos 80 mil morrem. Mas por que será que tantas pessoas sofrem esse ataque?

Um infarto acontece quando uma ou mais artérias que levam o sangue para o coração ficam bloqueadas, impedindo a passagem do sangue. O que pode provocar esse bloqueio é o colesterol alto, que é quando um excesso de gordura vai se acumulando na parede da artéria até o ponto em que o sangue não tem mais espaço para passar. Quando isso acontece é chamado de doença arterial coronariana.

Não só pelo bloqueio da passagem de sangue, o ataque do coração pode ocorrer quando as substâncias que estão presas na parede da artéria acabam forçando-a tanto que provocam um hemorragia. Então, quando um coágulo se forma para estancar a hemorragia, ele impede a passagem de sangue para o coração.

Mas essas não são as únicas causas do problema. Também pode acontecer por causa de um espasmo em uma das artérias que levam o sangue para o coração. Quando esse espasmo acontece, o fluxo de sangue é interrompido por completo, resultando no infarto. O que pode causar esse espasmo é o abuso de qualquer tipo de drogas, sejam lícitas ou ilícitas.

Além desses fatores, há também a causa vinda de outras doenças cardíacas ou vasculares que podem ser hereditárias, de nascença ou desenvolvidas ao longo da vida.

Por que o infarto pode matar?

cuidados com o infarto
Crédito: Clínica Buchler

O infarto pode matar simplesmente porque quando o coração para de funcionar, ou seja, de bombear sangue, o corpo todo fica sem oxigênio, pois é o sangue que leva oxigênio para cada órgão. Sem oxigênio e sem atendimento médico imediato, rapidamente começa a falência dos órgãos, começando pelo próprio coração. E um corpo sem órgãos funcionando vai a óbito.

Esse risco pode ser maior ou menor de acordo com a área do coração afetada primeiro e também conforme a agilidade do atendimento e dos primeiros socorros. Se uma pessoa fica enfartando por mais de 20 minutos sem atendimento, o risco de morte é grande. Veja a seguir o que pode ser feito imediatamente ao perceber que uma pessoa está enfartando.

Aplicando primeiros socorros

Ao notar os sintomas de um infarto em si mesmo ou em outra pessoa, antes de qualquer coisa ligue para a emergência e fale sobre a suspeita, pedindo para que enviem uma ambulância. A pessoa deve aguardar em repouso, evitando esforçar o coração.

Outra medida, para pessoas comprovadamente não alérgicas, é tomar um comprimido de aspirina de 300 microgramas. Esse medicamento afina o sangue, ajudando para que ele consiga chegar ao coração.

Há casos em que o coração da pessoa pode sofrer o que é chamado de arritmia ventricular, que faz o coração parar de bater. Se você perceber que isso aconteceu, ou seja, se a pessoa ficou imóvel ou com dificuldade de se mover e de responder a estímulos, é necessário fazer uma massagem cardíaca imediatamente.

Para aplicar esse procedimento a pessoa deve estar deitada. Você deverá colocar uma das mãos bem no meio do peito dela. A outra mão vai por cima da primeira, e os dedos de uma mão se cruzam com os da outra.

Feita essa posição das mãos, coloque todo o peso do seu corpo sobre as mãos e pressione o peito dela para baixo 5 ou 6 vezes consecutivas. Então faça uma pausa de 3 segundos e repita a pressão. Continue fazendo isso até a chegada da ambulância. Confira como fazer a ressuscitação no vídeo:

Depois de passar pelo atendimento do pronto socorro o paciente irá fazer exames, que podem ser um eletrocardiograma, uma ecocardiografia, um cateteristmo, e exames de sangue. Após essa etapa o paciente irá consultar o cardiologista para saber por que o infarto ocorreu e o que vai ter que adaptar no seu estilo de vida a partir de então.

Como evitar infarto?

como evitar o infarto
Crédito: Pxhere

A menos que o risco de ataque cardíaco seja causado por alguma doença que já tenha sido diagnosticada, a pessoa pode preveni-lo. A principal maneira de fazer isso é tendo bons hábitos de vida, a fim de impedir o bloqueio das artérias. Então o que pode fazer apara manter uma boa saúde é:

  • Parar de fumar;
  • Praticar atividade física regularmente;
  • Fazer uma dieta saudável e equilibrada, prescrita por um nutricionista;
  • Evitar alimentos que fazem o colesterol ruim subir;
  • Visitar o médico para um check-up todos os anos, mesmo que esteja saudável;
  • Prevenir pressão alta, diabetes e obesidade, pois são fatores de risco para o infarto.

Como prevenir um segundo infarto?

Essas dicas valem tanto para quem deseja prevenir o primeiro infarto, quanto para quem já teve uma vez e não quer que aconteça novamente. Mas nesse caso, os cuidados com a saúde precisam ser ainda maiores, bem como saber a hora certa de voltar a cada atividade que fazia antes. Veja quais são os cuidados:

Fazer fisioterapia

Uma pessoa que acabou de sofrer um ataque cardíaco já deve começar a fisioterapia ainda enquanto estiver hospitalizada. Com o acompanhamento de um profissional, os exercícios serão de subir e descer escada, exercícios de respiração, alongamento dos músculos e atividades para melhorar a condição física de modo geral.

Voltar a trabalhar

A hora de voltar para o trabalho depois de um infarto vai depender do tipo de trabalho que é exercido. Como por exemplo, pessoas que atuam em trabalho leve, sem precisar fazer muito esforço, costumam estar prontas para voltar dentro de duas semanas mais ou menos.

Porém quem atua em trabalho braçal e pesado, que exige desgaste físico, pode levar alguns meses para voltar às atividades.

Tomar medicação

É muito comum que após um episódio de ataque cardíaco o médico prescreva alguma medicação na intenção de controlar o fluxo do sangue e também outros fatores de risco, caso haja. É fundamental prestar muita atenção nas orientações sobre como e quando tomar o remédio da maneira correta.

Lidar com as emoções

 

Infartar é um acontecimento que mexe muito com o emocional da pessoa, pois é uma experiência que a faz se aproximar da morte. Sendo assim, depois do episódio a pessoa pode ficar mais frágil quanto a sentir medo, raiva e a desenvolver depressão.

Para evitar que esses sentimentos acabem sendo o gatilho de outro infarto, é essencial buscar ajuda de um psicólogo, psiquiatra ou analista para aprender a lidar melhor com todos os sentimentos.

Voltar a dirigir

As pessoas que já sofreram um ataque do coração precisam informar o ocorrido ao DETRAN, pois fazem parte de um grupo de risco de acidentes. Se o ocorrido foi leve, normalmente leva cerca de duas semanas para voltar a dirigir. Já se foi algo grave, pode ser que a pessoa não seja permitida a guiar um veículo por até um mês.

Não tomar pílula anticoncepcional

Mulheres que já tenham sofrido um ataque do coração não devem voltar a tomar o anticoncepcional, pois esse medicamento aumenta o risco de coágulos no sangue. Esse é um fator de risco para que outro infarto aconteça. Sendo assim, deve-se ir ao ginecologista para fazer a interrupção do anticoncepcional e falar sobre outra opção contraceptiva.

Retomar a vida sexual

Há muitas pessoas que ficam com medo de infartar novamente se voltarem a praticar sexo. A verdade é que o risco não aumenta, mas é importante conhecer seus limites. De modo geral, depois de um ataque cardíaco, a pessoa deve voltar à vida sexual dentro de quatro a seis semanas ou quando sentir-se confortável para isso.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

2 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comentários

comentários

Nunca mais jogue fora os cosméticos! Veja como aproveitá-los até ao fim!

Emprega da cantina da escola despedida por oferecer refeição a aluna sem dinheiro para almoçar