em

Farinha de chia: para que serve e como usar?

Conheça os benefícios dessa semente e comece a usar essa farinha para substituir o trigo nas receitas
farinha de chia
Crédito: Freepik

A chia é um dos tipos de sementes que tem ganhado muito espaço nos planos alimentares de pessoas que desejam levar uma vida mais saudável. Assim como a linhaça, a chia é rica em nutrientes essenciais à saúde, como o ômega-3, vitaminas, proteínas, minerais e fibras. Uma das formas de consumir essa poderosa semente é usando a farinha de chia nas suas receitas. Conheça os benefícios e como utilizar.

Benefícios da farinha de chia

como usar farinha de chia
Crédito: Leaf Alimentos

Verdade seja dita: é melhor utilizar as sementes de chia inteiras nas suas receitas, pois tudo que é integral preserva mais nutrientes. Porém, se você fizer a sua farinha de chia em casa, pulverizando as sementes em um processador ou liquidificador na hora de utilizar, é uma opção melhor do que comprar a farinha pronta depois de passar por um processo industrial. As propriedades da farinha e da semente inteira são as mesmas:

Fonte de ômega-3

Como já mencionado, a chia contém ômega-3 que é um conjunto de ácidos graxos poli-insaturados que o corpo não produz sozinho, por isso precisam ser ingeridos na alimentação diária. Esse ácidos graxos são óleos essenciais anti-inflamatórios que contribuem com a saúde cardiovascular, das articulações e a saúde cerebral.

Contém cálcio

A farinha de chia contém mais cálcio do que o leite, o que é uma opção valiosa para vegetarianos e veganos. O cálcio é essencial para a formação óssea, ajudando a prevenir a osteoporose, além de participar da regulação hormonal, inclusive da insulina, ajudando a controlar o diabetes e a reduzir o peso de forma saudável.

Rica em proteínas

Além de conter 5 vezes mais cálcio do que o leite de vaca, a farinha de chia também oferece uma boa quantidade de proteínas. Consumindo duas colheres de sopa, são cerca de 10% da quantidade diária de proteína que o corpo precisa por dia.

Fonte de fibras

Em cada 100 gramas de farinha de chia consomem-se 38 gramas de fibras, o que é muita coisa. As fibras são essenciais para o sistema digestivo, ajudando a ter uma digestão mais tranquila, a controlar o apetite e a ajudar o intestino a funcionar de forma regulada. A saúde do corpo todo está intimamente ligada com o equilíbrio da microbiota intestinal, pois é no intestino que os alimentos são digeridos e os nutrientes são colocados na corrente sanguínea para nutrirem todos os órgãos.

Tem antioxidantes

Os antioxidantes eliminam o excesso de radicais livres que ficam presos às células de todo o corpo fazendo-as adoecer e morrer. Quando as células estão oxidadas começam a ocorrer inflamações na pele e nos órgãos, os sistemas se desequilibram e aumenta até o risco de desenvolvimento de câncer, pois essa doença é justamente o crescimento desordenado de células doentes.

Emagrece?

Sim, todos esses benefícios mencionados da farinha de chia contribuem com o emagrecimento, pois ajudam o corpo a funcionar corretamente, de forma equilibrada e saudável. Mas para isso, a farinha deve ser integrada a um plano alimentar de alta qualidade, prescrito por um nutricionista, e dentro de um estilo de vida saudável, livre do sedentarismo e do abuso de substâncias químicas e tóxicas.

Como usar

A farinha de chia pode ser comprada pronta no supermercado e em lojas de produtos naturais. Mas é ainda melhor se você comprar as sementes e processar as porções à medida em que for utilizar nas receitas.

Ela pode ser usada para fazer pães, bolos, bolachas, vitaminas, sobremesas saudáveis, polvilhada em salada de fruta e mingau, em receitas de sucos naturais e onde mais for possível substituir outros tipos de farinha.

Contraindicações e cuidados a ter

Mesmo sendo tão saudável, deve ter o cuidado de consumir no máximo duas colheres de sopa da farinha ao dia, pois o excesso de óleos e fibras pode acabar gerando um efeito rebote no seu organismo. Isso quer dizer que fibras demais podem dar diarreia e óleo demais podem contribuir com o aumento de peso.

As dicas desse artigo não substituem a consulta ao médico. Cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. Para obter os resultados desejados, inclua essa farinha em uma rotina saudável e consulte seu nutricionista para ter uma alimentação adequada ao seu estilo de vida e necessidades nutricionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
aposentadoria compulsória
Aposentadoria compulsória: o que é e como funciona
mãos ressecadas
Mãos ressecadas: os 10 melhores remédios naturais