em

Médicos afirmam: xixi de bebê pode curar doenças renais em adultos. Entenda o caso!

Presença de células-tronco no xixi de bebê dá esperanças à ciência

Pode parecer uma notícia estranha, para alguns até nojenta, mas é real.  Um estudo da Universidade Católica de Leuven, na Bélgica, comprovou a existência de células-tronco na xixi de bebê prematuro, e elas podem salvar vidas.

Xixi de bebê pode salvar rins de adultos doentes

As células-tronco são capazes de se transformar com facilidade em qualquer outra parte do corpo humano e elas estão presentes em grande quantidade na formação dos bebês durante a gravidez.  Apesar das comprovadas ações que essas células têm em curar doenças, a extração de células-tronco embrionárias ainda é uma polêmica na ciência. Formas não-invasivas de extrair as células são:  através dos dentes, da gengiva e também da urina.

Os pesquisadores da universidade belga comprovaram a presença de células-tronco na urina dos recém-nascidos entre a 31ª e a 36ª semana da gravidez.  Apesar de não serem tão poderosas quanto as embrionárias, as células-tronco presentes no xixi de bebê nascido prematuramente podem regenerar os tecidos do rim de um adulto.

Por que isso acontece?

xixi bebê

Os rins dos bebês só terminam sua formação mais tarde durante a gravidez, isso quer dizer que próximo ao momento do parto suas células ainda estão em processo  de modificação e ainda há a presença de células tronco regeneradoras.  Por isso, sua urina fica repleta dessas células que podem salvar vidas.

Os resultados das pesquisas

Os resultados alcançados pelo estudo na universidade belga foram muito animadores. Para fazer o teste, os especialistas adicionaram uma toxina contra as células renais doentes dos adultos e todas elas morreram. Depois, acrescentaram-se as células-tronco retiradas da urina de bebês prematuros e elas criaram uma rede de proteção às células adultas, regenerando o tecido. Este teste dá esperança a quem está na fila para um transplante de rins, pois assim poderiam regenerar o tecido doente sem fazer um transplante e através de um processo não invasivo para os bebês. É um avanço para a medicina a partir de uma excreção, o xixi de bebê, que possui células salvadoras que normalmente são descartadas em fraldas todos os dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Doenças intestinais e seus sintomas

10 sinais de que a sua saúde intestinal não vai bem e maneiras naturais de equilibrá-la

Livro choca o mundo ao anunciar que leite pode causar câncer de mama