sintomas de câncer de pele
Crédito: Wikimedia Commons
em

7 Sintomas de câncer de pele e como prevenir a doença

Prevenir ainda é a melhor forma de lidar com essa doença tão comum entre os brasileiros. Saiba identificar os sinais

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de pele do tipo não melanoma é o mais incidente entre todos os tipos de câncer nos brasileiros. Corresponde a 30%  dos tumores malignos registrados. Esse tipo de câncer, quando detectado logo no início, tem alto percentual de cura. Já se não prestar atenção aos sintomas e deixar a doença evoluir, pode levar a amputações. Veja quais são os sintomas de câncer de pele e como prevenir essa doença.

Veja também: como ter uma rotina de cuidados com a pele

Quais os sintomas de câncer de pele

O câncer não melanoma costuma surgir nas áreas do corpo mais expostas ao sol. Já o tipo melanoma, que é bem menos frequente do que o outro, também é mais grave por causa do risco de se espalhar rapidamente para outras partes do corpo. Veja os sintomas para os dois tipos:

1. Manchas pequenas de cor marrom

Não ignore sempre que surgirem novas machinhas, principalmente se não tiverem uma forma regular. Geralmente tem cor, densidade e tamanho diferentes das demais.

2. Modificações nas manchas

Criada por especialistas, a regra do abecedário pode ser seguida para guiar o paciente a identificar melhor essa mancha. Observe essas características na sua mancha ou pinta:

  • A – Assimetria: quando uma metade da mancha tem tamanho e formato diferente da outra metade;
  • B – Borda: as bordas sem definição e irregulares são um sinal de alerta;
  • C – Cores: uma mesma pinta com melanoma pode ser mais escura, descolorida e avermelhada, com variações de tonalidades;
  • D – Diâmetro: uma pinta pode ter até 6 milímetros de diâmetro para ser considerada normal. Mais do que isso, procure um médico;
  • E – Evolução: a observação dessas pintas e manchas deve ser constante a fim de que saiba perceber caso mudem de tamanho, cor ou formato.

3. Dificuldade em cicatrizar feridas

Quando as células de determinada parte da pele são afetadas pelo melanoma, elas perdem o poder de regeneração com a mesma rapidez que tinham. Então, é comum que, nas pessoas com câncer de pele, até uma pequena ferida custe muito a cicatrizar.

4. Cor da mancha ultrapassa a borda

Se a mancha não seguir um padrão uniforme e o pigmento passar a se misturar com a pele no entorno da mancha, fique alerta, pois, pode ser uma alteração no funcionamento celular.

5. Processo inflamatório

Esse sintoma se parece com uma irritação de pele, mas as bordas avermelhadas em volta da mancha, que nunca melhoram, demonstram uma inflamação.

6. Área sensível e dolorida

Se ao tocar a região afetada, você parar de sentir a área onde está a mancha ou perceber dor no local, faça uma  avaliação mais profunda com um profissional.

7. Mudanças na aparência da pele

O tipo de câncer chamado de carcinoma espinocelular vai apresentar alterações na pele afetada, como enrugamento, mudança de cor e redução da elasticidade. A pele, no local afetado, vai ter uma aparência mais endurecida e com descamação.

Prevenção do câncer de pele

A dica número 1 na hora de prevenir os sintomas do câncer de pele é usar protetor solar todos os dias, mesmo sem sol. Passe no rosto e em todas as áreas que ficarem expostas. Quanto maior o fator de proteção do produto, melhor. Mesmo assim é necessário reaplicar a cada 2 horas para garantir sua eficácia.

Evite ficar ao sol entre as 10h e as 16h, use protetor labial, chapéu e óculos de sol quando tiver que ficar exposto. Esses são os principais cuidados de prevenção, além de manter a pele saudável, bebendo muita água, evitando excesso de procedimentos químicos e visitando o dermatologista uma vez ao ano para uma avaliação rotineira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

micose na pele

Principais tipos de micose na pele, como tratar e prevenir

cisto de baker

O que é cisto de Baker e como tratar