em

Como as bactérias intestinais influenciam na sua saúde

Sabia que o corpo contém mais bactérias do que células? E sabia que a maioria delas é benéfica e necessária para a saúde?!

Quando falamos em bactérias, logo pensamos em contaminação e doença, mas não é bem assim. As bactérias são micro-organismos que possuem funções programadas, podendo ser para curar ou para adoecer. É claro que nós só queremos as que curam e mantêm nosso organismo forte e funcionando perfeitamente. Então, vamos falar delas.

Bem, para começo de conversa, o corpo humano possui cerca de 100 trilhões de bactérias, sendo que a proporção ideal para que o organismo esteja saudável é de 85% boas para 15% más. Quando esta porcentagem muda o sistema imunológico se enfraquece e as doenças começam a aparecer.

O trabalho das bactérias boas para proteger nosso organismo acontece em conjunto, através de um processo chamado autoindução, que é a forma como elas se comunicam. As bactérias conseguem distinguir e contar quantas de cada espécie estão ativas no organismo e assim saber se estão em vantagem ou desvantagem contra suas rivais.

Se as bactérias boas detectarem que as más estão aumentando, elas se preparam para o ataque em grupo que já é programado pela genética. Esse comportamento das bactérias é a base do funcionamento de todas as nossas ações automáticas, como por exemplo quando um corpo estranho entra em nosso organismo e ele trabalha sozinho para expulsar: é a ação natural de defesa.

Mas para que o nosso organismo consiga ter esse reflexo natural e agir para nos proteger, ele precisa estar forte e saudável, sendo alimentado por mais bactérias boas presentes em diversos alimentos.

Além de irem para o sangue para fazerem seu trabalho em outros sistemas do corpo, a maioria das bactérias boas ficam alojadas no sistema gastrointestinal, por isso, este sistema é a base para a contração ou a cura de diversas doenças.

Para entregar mais força para nossas bactérias boas devemos comer especialmente alimentos fermentados, como iogurte natural, kefir, kombucha, coalhada, vegetais fermentados, pois o processo de fermentação cria milhares de bactérias boas para formar um verdadeiro exército do bem no nosso corpo.

Junto com os alimentos fermentados, o corpo precisa de bastante água e de alimentos naturais e orgânicos, aqueles sem agrotóxicos, sem hormônios, sem antibióticos e com o mínimo de processos industriais possível.

Assim, as bactérias boas conseguirão ajudar a filtrar e encaminhar as vitaminas e minerais que o sangue precisa para distribuir e nutrir todos os outros órgãos.

Se comermos produtos industrializados em excesso, as bactérias passarão um enorme trabalho para reconhecer o que são tantas substâncias tóxicas e artificiais, então, haverá um grande engarrafamento no sistema gastrointestinal, causando processos inflamatórios e abrindo espaço para infecções e contaminações.

Entre as funções das bactérias boas estão o fortalecimento do sistema imunológico, que fica concentrado no intestino, a proteção contra o crescimento de bactérias más, a absorção e distribuição de nutrientes e o controle das atividades genéticas.

A verdade é que existe todo um universo em funcionamento dentro de cada corpo, e temos simplesmente que cuidar desse universo invisível a olho nu da mesma forma que cuidamos da vida das plantas, dos animais de estimação e das crianças.

Cada célula e cada bactéria boa que compõem nosso corpo têm um papel importante para que continuemos vivos e saudáveis, da mesma forma que desempenhamos um papel importante para a vida dos nossos familiares e dependentes.

O que acontece dentro do nosso corpo e não podemos ver é um processo muito organizado e cronometrado para agir conforme o que fazemos a cada segundo. Temos que imaginar cada célula e cada bactéria caminhando e conversando com outras em cada milímetro de espaço dentro do nosso corpo, enquanto trabalham e vivem, da mesma forma que fazemos todos os dias.

Portanto, cabe a nós termos uma alimentação saudável e equilibrada, nos manter hidratados, praticar atividades físicas, dormir bem e viver os momentos de felicidade que a vida nos proporciona. Pois é este ciclo de equilíbrio que faz cada micro-organismo que vive dentro de nós conseguir se manter saudável e exercer sua função com maestria.

DICAS PARA UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL

As escolhas para uma vida mais saudável vão além do que comemos, pois a saúde emocional está totalmente conectada com a saúde física. Precisamos nos manter longe de maus hábitos que trazem fraqueza, cansaço, desânimo e tristeza. Pratique estas 5 dicas para melhorar sua autoestima e ser mais feliz.

Redigido por Priscilla Riscarolli

Graduada em Comunicação Social, decidiu trocar as campanhas publicitárias pela produção de conteúdo para inspirar as pessoas a enriquecerem suas vidas com mais informação, bem-estar e criatividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários
O ponto fraco de cada signo
Passo a passo para fazer limpeza facial completa em casa