reciclagem do lixo
Crédito: Freepik
em

Como fazer a reciclagem do lixo em casa?

Veja a importância e como separar lixo orgânico, reciclável e perigoso

Publicidade

Separar o lixo para reciclagem é uma ótima atitude para ajudar na sustentabilidade do planeta. A reciclagem do lixo é importante e é um hábito que você deve passar aos seus filhos desde já para que também pratiquem no dia a dia, dentro e fora de casa. Mas, para isso, você precisa saber como fazer a separação do lixo para reciclagem, e é o que vai aprender agora!

Três tipos de lixo

Para começar, você deve separar seu lixo em três categorias: lixo orgânico (restos de alimentos sem embalagens), lixo reciclável (papel, plástico, metal e vidro) e lixo eletrônicos e perigosos (equipamentos eletrônicos, pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes, produtos químicos e lixo hospitalar).

Como fazer a reciclagem do lixo?

Você terá que organizar mais de uma lixeira na sua casa. Mas não se preocupe, pois é mais simples do que parece.

É importante você saber como funciona a coleta de recicláveis na sua cidade para saber quantas lixeiras precisa ter, pois em alguns lugares você pode colocar todo o lixo reciclável em uma lixeira só. Mas, em outras, precisa separar papel, plástico/metal e vidros.

Publicidade

Lixo orgânico

Tenha uma lixeira separada somente para o seu lixo orgânico, aquele que geralmente fica na cozinha para colocar os restos de alimentos.

Se você quiser e tiver espaço, pode fazer uma composteira em casa para transformar seu lixo orgânico em adubo fértil para suas plantas. Veja aqui como fazer uma composteira.

Fique atento, pois na composteira não podem ir todos os restos de alimentos, pois alguns prejudicam o pH do solo e a qualidade do seu adubo.

Publicidade

Esses restos são frutas cítricas (como limão, laranja, tangerina e abacaxi), também cebola e alho, carnes, laticínios, gorduras, papel higiênico usado, fezes de animais domésticos e sobras de comida com excesso de sal.

Os seus lixos do banheiro continuam da mesma forma, mas evite jogar embalagens plásticas dentro dele. Eles vão para o lixo comum.

Lixo reciclável

Como já dissemos, para a reciclagem do lixo o ideal é você ter lixeiras separadas, sendo uma para papel e papelão, outra para plástico e metais/alumínio, e uma terceira para vidros. Em algumas cidades pode ser necessário separar o plástico do metal também.

Publicidade

Um cuidado importante é que você passe uma água nas embalagens que continham comida antes de colocá-las no lixo. Ao fazer isso, você evita que seu lixo fique com cheiro de estragado e evita a proliferação de doenças transmitidas pelos animais que mexem nos lixos.

Também é importante embalar corretamente os vidros que estiverem quebrados para evitar acidentes com os coletores de material reciclável.

Se tiver algum vidro quebrado em pedaços menores, corte uma garrafa pet ao meio, coloque os cacos dentro e tampe com a metade superior da garrafa. Depois envolva em uma sacola. Os coletores vão identificar com facilidade e não vão se machucar.

Publicidade

Se for um vidro grande, que não caiba em garrafas pet maiores, embale-o em papelão e prenda com fita crepe. Escreva “contém vidro” no papelão.

Lixo perigoso

O lixo perigoso é assim chamado porque contém substância que coloca a saúde e vida das pessoas em risco. Então separe-os corretamente, evitando que sejam enviados para os aterros, onde podem contaminar a terra e a água que você bebe.

Equipamentos eletrônicos, pilhas e baterias devem ser levados a locais que são postos de coleta desses materiais. Geralmente são supermercados ou lojas que já trabalham com esses produtos. Para medicamentos vencidos, leve-os na farmácia.

Publicidade

Veja também: Como reutilizar objetos que iam para o lixo na decoração

cachorro que não solta pelo

10 raças de cachorro que não soltam pelo em excesso

Excesso de açúcar

Excesso de açúcar afeta saúde mental, aponta estudo