em

AmeiAmei

Quanto tempo dura a menopausa? Conheça os mitos sobre ela!

Quando você compreende o que é a menopausa, percebe que ela não precisa ser o problema que tantas mulheres pensam.
Crédito: Freepik

A menopausa é um tema cada vez mais procurado pelas mulheres que querem se manter jovens e ativas mesmo após esse momento acontecer. Ainda assim ainda há muitas dúvidas a tirar, como por exemplo, sobre quanto tempo dura a menopausa. Descubra essa e outras respostas sobre esse período tão importante na vida da mulher.

Quanto tempo dura a menopausa?

mulher dúvida sobre quanto tempo dura a menopausa
Crédito: Freepik

A menopausa não dura por um determinado período de tempo porque ela é um acontecimento, e não uma fase. É chamado de menopausa quando a mulher ficou 12 meses sem menstruar e então seu ciclo de ovulação termina de forma definitiva. O que ocorre por um período de tempo é o climatério, veja a seguir.

Quanto tempo dura o climatério?

O climatério é o período antes e depois da menopausa em que a mulher vai passar pelas alterações hormonais naturais dessa fase da vida. Por causa dessas alterações ocorrem os chamados sintomas da menopausa.

Esse período costuma ocorrer a partir dos 41 anos de idade e vai até os 65, mas varia muito de mulher para mulher. Se os sintomas começarem antes disso, é chamada a menopausa precoce. Se começarem só depois dos 50 é chamada de menopausa tardia. A menopausa em si, que é quando a mulher completa 12 meses sem menstruar, ocorre entre esse período, por volta dos 55 anos.

Mitos sobre a menopausa

mulher preocupada sobre mitos da menopausa
Crédito: Freepik

O período do climatério e a chegada da menopausa trazem muita preocupação para as mulheres devido aos seus sintomas. De fato, o corpo passa por uma transformação, pois a mulher encerrou o seu ciclo de fertilidade e os hormônios estrogênio e progesterona vão sofrer uma queda brusca.

Como eles são responsáveis por regular várias atividades do organismo, acabam gerando os sintomas. Porém, há muitos mitos que fazem as mulheres se preocuparem mais do que deveriam.

1. Toda mulher sofre com os sintomas da menopausa

Não é verdade. Há mulheres que passam pelo climatério de forma muito tranquila. Algumas sentem de forma leve, outras sentem apenas um e outro sintoma, e não todos juntos. Então é uma questão muito pessoal.

2. A vida sexual acaba quando a menopausa chega

Também é mito. O que ocorre é que um dos sintomas da queda hormonal é a redução da libido. Isso é fato. Outro sintoma é a secura das mucosas, o que inclui a falta de lubrificação vaginal. Mas também é uma questão variável para cada mulher e não quer dizer que a vida sexual terminou.

É uma questão de buscar soluções, conhecer o próprio corpo e saber o que continua lhe despertando o desejo.

3. A menopausa pode ser adiada

Não é possível adiar a menopausa, pois é o tipo de coisa que está além da intervenção humana. Da mesma forma que a menina não sabe nem escolhe quando vai menstruar pela primeira vez, a mulher não tem como controlar a chegada da menopausa nem evitar que ela aconteça.

4. Quem escolheu não menstruar não vai ter menopausa

Há mulheres que escolhem não menstruar fazendo uso de anticoncepcionais de forma contínua. Mas isso não quer dizer que elas não irão passar pela menopausa. O que pode acontecer é que elas já iniciem um tratamento de reposição hormonal assim que o médico perceber as mudanças no seu aparelho reprodutor, então elas apenas deixam de sentir os sintomas.

5. Depois da menopausa a mulher perde sua essência feminina

Esse é um fator puramente psicológico. Algumas mulheres pensam que a sua feminilidade está unicamente ligada ao fato de ela menstruar e poder ter filhos.

Mas com o avanço da medicina e as mudanças no estilo de vida das mulheres nas últimas décadas, já se sabe que a feminilidade e todas as características de uma mulher se mantêm após a menopausa, exceto a sua capacidade de engravidar.

6. A menopausa é o marco do envelhecimento

Não importa quanto tempo dura a menopausa, muitas mulheres sofrem mais com a pressão psicológica de se sentirem velhas do que com os sintomas em si. É claro que esse momento é marcante, a mulher sabe que não vai mais poder ter filhos e que as mudanças em seu corpo serão mais aceleradas.

Porém esse é outro ponto que varia muito para cada mulher. Se continuar com o espírito jovem, levando uma vida saudável e ativa, a mulher se sentirá feliz, atraente e disposta até quando ela quiser. Não é a menopausa que vai ditar o envelhecimento da mente.

Como amenizar os sintomas?

como amenizar sintomas da menopausa
Crédito: Freepik

Agora você já sabe quanto tempo dura a menopausa e que esse tempo e os sintomas variam para cada caso, portanto não precisa se preocupar. Mas mesmo assim há mulheres que percebem os sintomas de forma mais acentuada. Eles podem ser:

  • Ondas de calor;
  • Dificuldade para dormir;
  • Dor de cabeça;
  • Alterações de humor;
  • Lapsos de memória;
  • Redução da libido;
  • Fraqueza dos ossos, cabelos e unhas;
  • Dificuldade para manter o peso;
  • Secura bucal e vaginal;
  • Fadiga;
  • Sintomas de depressão.

Nesse caso a primeira atitude a tomar é consultar o ginecologista. Se antes de começar o climatério a mulher já ia ao médico pelo menos uma vez ao ano para fazer exames preventivos, não é agora que deve parar de ir.

O ginecologista vai poder observar e acompanhar as mudanças que estiverem acontecendo. Assim, irá orientar sobre o que a mulher pode fazer para melhorar o equilíbrio hormonal e ter um climatério mais tranquilo. Isso inclui:

  • Ter uma alimentação saudável e balanceada;
  • Praticar atividade física;
  • Beber bastante líquido;
  • Ter uma rotina que evite lhe causar estresse elevado;
  • Manter-se ativa;
  • Abandonar qualquer vício que tenha.

Visitar o médico também permite saber se há necessidade e possibilidade de fazer reposição hormonal para reduzir os sintomas provocados pela redução dos hormônios femininos.

Então, não faz diferença saber quanto tempo dura a menopausa, pois se você se cuidar e encarar as mudanças com naturalidade, ela será um momento tranquilo e cheio de novas experiências na sua vida.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
calor da menopausa
Como acabar com o calor da menopausa em 8 dicas úteis
dieta para refluxo
O que comer na dieta para refluxo? Veja os cuidados a ter