em

Cure problemas digestivos com erva-do-sapo

Uma planta pouco conhecida, mas muito eficaz. Trazemos três receitas para ajudar na sua saúde!

Publicidade

A erva-do-sapo, ou erva virgem, é uma planta com grande capacidade de atuar sobre os males do sistema digestivo, principalmente nas inflamações do fígado e da vesícula.

Ela é ainda pouco conhecida, mas já está comprovado que seu consumo ajuda na eliminação de gorduras e atua no combate a inflamações intestinais. Em algumas pessoas a erva-do-sapo tem um excelente efeito diurético.

Trazemos para você algumas receitas caseiras para colocar seu corpo em ordem.

Para emagrecer

Ingredientes:

Publicidade
  • Folhas do erva-do-sapo: 60g
  • Água (sem cloro): 2 copos e 1/2
  • Vasilha de vidro quente: 1

Modo de preparação:

1. Ponha as folhas na vasilha;

2. Coloque a água no fogo até ferver e passe para a vasilha;

Publicidade

3. Cubra a mistura e deixe descansar entre 10 e 15 minutos;

4. Passe por um coador e beba. Se quiser pode adoçar com açúcar mascavo ou mel.

Se fizer maior quantidade, não guarde a infusão por mais de dois dias. O ideal é beber três copos por dia.

Publicidade

Para diminuir a gordura no fígado

Ingredientes:

  • Erva-do-sapo: 2 folhas
  • Bérberis (Barberry): 2 folhas
  • Milefólio: 2 folhas
  • Agrimônia: 2 folhas
  • Cominho: 1 raiz
  • Açoro (cana-cheirosa): 1 raiz
  • Água: 1 copo

Modo de preparação:

1. Misture todos os ingredientes até conseguir uma pasta homogênea;

Publicidade

2. Ferva o copo de água;

3. Retire apenas uma colher de sopa desta mistura e coloque no copo;

4. Espere esfriar e beba quando estiver morno.

Publicidade

Beba, no máximo, três copos por dia.

Combater problemas digestivos

Ingredientes:

  • Erva-do-sapo: 30g
  • Vinho branco: 1l

Modo de preparação:

Publicidade

1. Deixe a erva em infusão no vinho durante oito dias;

2. Passado esse tempo, beba uma dose (50 ml) no almoço e no jantar.

Uma garrafa dura mais ou menos onze dias.

Publicidade

Importante:

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Mitos e verdades sobre a prisão de ventre

Conheça a importância da vitamina D