em

6 Benefícios da pimenta rosa à saúde

Em várias regiões do país essa planta nasce de forma espontânea e vale a pena colher os frutos para usar na alimentação e tratar da saúde

usar pimenta rosa
Crédito: Pxhere

A pimenta rosa é uma árvore nativa do Brasil, também chamada de aroeira-vermelha, aroeira-do-Brasil, pimenta brasileira e pimenta-de-sabiá. Seu nome científico é Schinus terebinthifolia e ela produz pequenas bolinhas vermelhas-rosadas que são usadas como tempero, além de oferecerem ótimas propriedades que beneficiam a saúde. Veja quais são e como usar na sua rotina alimentar.

Benefícios para a saúde

benefícios da pimenta rosa
Crédito: Pxhere

Se você for comprar a pimenta rosa no supermercado, talvez pague caro, pois ela é considerada uma iguaria gourmet. Mas como ela nasce em diversas regiões brasileiras, vale a pena saber se também nasce na sua e procurar uma árvore para colher as frutinhas direto do pé. Saiba o que essas pequenas bolinhas trazem de bom à sua saúde.

1. Ação antisséptica

Na medicina popular, a infusão de pimenta rosa é muito utilizada para lavar feridas e estimular a cicatrização, devido à propriedade antisséptica das sementinhas. Elas ajudam a reduzir as inflamações das feridas, o que é essencial para que cicatrizem e a pele volte ao normal.

2. Problemas vaginais

Ela também é um dos remédios naturais utilizados para o tratamento de problemas vaginais, como corrimento, vaginose, vaginite, infecções e inflamações no aparelho reprodutor e urinário. Entretanto, seu uso não deve substituir a consulta ao médico, pois é preciso saber a causa do problema antes de começar a tratar de forma efetiva e eficaz.

Veja também: remédios naturais para cistite

3. Anticancerígeno

Um estudo publicado no Journal of Food Science apontou que o extrato do tronco da árvore apresentou bom resultado no controle do desenvolvimento de células cancerosas, em especial do câncer próstata, de mama e de pele do tipo mais perigoso, o melanoma. Ainda são necessários mais estudos para que esse tipo de planta possa ser usada no tratamento e prevenção da doença, portanto, não substitui o tratamento da medicina tradicional para câncer.

4. Antimicrobiano

O efeito antimicrobiano é aquele que mata fungos e bactérias que fazem mal ao organismo. Esse efeito já é demonstrado ao utilizar a planta como antisséptico e no tratamento dos problemas vaginais e urinários, mas não só nesse casos. Até mesmo as cáries dentárias causadas pelas bactérias Streptococcus mutans já foram estudadas em laboratório apresentando bons resultados ao usar as folhas dessa planta no seu combate.

5. Anti-inflamatório

Ao mesmo tempo em que a planta atua como antimicrobiana, também age como anti-inflamatória aliviando, por exemplo, problemas de gengivite e estomatite gengival, reduzindo a dor, a inflamação e o sangramento comuns nesses casos. Pode-se tomar o chá das folhas da planta e também fazer bochecho.

6. Cicatrizante

Para casos de cirurgias em que são feitos cortes internos no corpo, a planta também demonstra uma ação cicatrizante muito boa, servindo como coadjuvante do tratamento médico tradicional. Nesses casos pode-se tomar o chá para acelerar a cicatrização. Esse efeito também é eficaz para feridas na região interna e externa da boca e do estômago.

Como usar

Como tempero, a parte usada dessa árvore são as bolinhas, que são os frutos. As bolinhas podem ser usadas inteiras ou moídas, como se usa outros tipos de condimentos.

Mas para uso medicinal também podem ser usadas as folhas e a camada de dentro da casca do tronco. Também é possível comprar um extrato que deve ser diluído em água. Com as folhas e as cascas é comum fazer chá para beber, para bochechar ou usar como compressa sobre feridas externas.

Como moer pimenta rosa

Se quiser comprar as bolinhas inteiras, basta ter um pequeno pilão em casa e colocar algumas dentro para moer com muita facilidade. Depois é só armazenar em um frasco de vidro e ir usando nas mais diversas receitas.

Contraindicações e cuidados a ter

Por mais que seja uma planta segura, existe o risco de causar reações alérgicas em algumas pessoas. Essas reações, quando acontecem, acometem as mucosas, que são as partes de dentro da boca, do nariz, da vagina e do ânus, por exemplo. Esse efeito colateral ocorre em pessoas que possuem sensibilidade aos princípios-ativos da planta.

Então, na dúvida, deve-se utilizar a pimenta rosa com cautela. Faça um chá e aplique um pouquinho na parte de dentro da boca, aguardando pelo menos 1 hora para ver se vai dar alguma reação antes de consumir em maior quantidade.

Além desse fator da reação alérgica, a planta também deve ser usada com cautela por gestantes e lactantes. De preferência, só deverão fazer uso se o médico liberar.

Quer aproveitar para aprender uma receita usando essa pimenta? Veja como fazer um filé ao molho de pimenta rosa:

As dicas desse artigo não substituem a consulta ao médico. Cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. Para obter os resultados desejados, deve aliar o uso dessa planta a um estilo de vida saudável.

bolo de maça de liquidificador

10 Receitas de bolo de maçã de liquidificador que são maravilhosas

dieta funcionar

10 dicas para fazer a dieta funcionar de uma vez por todas