em

Benefícios da pimenta-do-reino para a saúde

Conheça mais sobre esse tempero tão popular no dia a dia.

pimenta-do-reino
Crédito: Pixabay

Para quem pode e é habituado a comer pimenta-do-reino, ela é tão comum quanto usar sal na comida. Aliás, em muitas receitas, mencionam-se esses dois temperos como se já viessem no mesmo frasco: “sal e pimenta a gosto”.

Acontece que essa sementinha de origem asiática e de nome científico Piper nigrum, não serve apenas para complementar o tempero dos alimentos. Ela oferece benefícios para a saúde. Veja quais são.

Benefícios da pimenta-do-reino

beneficios da pimenta-do-reino
Crédito: Pixabay

A pimenta-do-reino é o mesmo que pimenta preta ou pimenta-redonda, quando ainda está inteira. Dessa mesma semente extrai-se a pimenta branca, porém o processo de secagem é diferente para que se obtenham os dois tipos.

Outra curiosidade é que todos os tipos de pimenta possuem o mesmo princípio ativo que as faz serem picantes e que promovem benefícios ao organismo. Entre as suas propriedades e efeitos benéficos, estão:

1. Contribui com o emagrecimento

Quando a consome na sua forma inteira, em bolinhas, essa ainda preserva na sua camada externa uma propriedade que ajuda a quebrar as células de gordura para que não fiquem acumuladas. Esse efeito é apenas uma pequena ajuda dentro de uma dieta saudável e prescrita por nutricionista para que o emagrecimento seja efetivo.

2. Melhora a digestão

Ao consumir uma quantidade equilibrada por dia, pode-se obter dois efeitos benéficos para a digestão. Um deles é que a pimenta estimula a produção de ácido clorídrico que ajuda na digestão dos alimentos. O outro é que ela contribui com a eliminação de gases, prevenindo inchaço e prisão de ventre.

3. Ajuda a manter a boa memória

Na pimenta-do-reino também tem uma substância chamada piperina, que contribui para o bom funcionamento da memória e das funções cognitivas.

4. Aumenta a absorção de nutrientes

Ainda com a atuação da piperina, o organismo fica mais apurado para uma maior absorção de vitaminas e betacaroteno. Ela também ajuda a transportar aminoácidos intestinais e a melhorar o processo de absorção de nutrientes no intestino.

5. Atua como anti-inflamatório

Quando o corpo está passando por qualquer processo de inflamação, ele produz citocinas, que são um grande grupo de moléculas envolvidas nesse processo, ativando as funções do sistema imunológico. A pimenta ajuda a inibir a produção de citocinas, reduzindo os efeitos da inflamação.

Porém, não pode ser usada como medicamento para essa finalidade. Afinal, a produção de citocinas é necessária para que um processo inflamatório seja curado. Além disso, a pimenta serve para ser consumida no dia a dia e não em uma grande porção de uma só vez.

6. Oferece muitos antioxidantes

Em todos os vegetais são encontradas substâncias que se transformam em antioxidantes ao serem ingeridas e metabolizadas. Esses antioxidantes têm funções essenciais no organismo, uma delas é proteger as células e auxiliar na sua regeneração contra a oxidação, que leva ao envelhecimento e adoecimento.

Como usar

pimenta-do-reino como usar
Crédito: Unsplash

A pimenta-do-reino é usada como condimento para temperar a comida. Dentro desse universo, você pode explorá-la do jeito que quiser. Inteira, moída, crua, cozida, em bebidas, pratos doces e salgados. Se quiser uma sugestão para experimentar, faça uma receita de carne ao molho apimentado de vinho e chocolate.

Para obter apenas efeitos medicinais da pimenta, sem ingeri-la, é possível macerá-la com um pouco de água, fazendo um cataplasma, molhando em uma gaze e aplicando sobre uma região do corpo que esteja inflamada, como em casos de artrite ou inflamação muscular. Não aplique em feridas abertas e nem deixe sobre a pele por mais de 5 minutos.

Contraindicações e cuidados a ter

A pimenta-do-reino, bem como outros tipos de pimenta, é contraindicada para pessoas com qualquer tipo de problema estomacal que piore por conta do excesso de acidez, como refluxo e úlcera estomacal.

Isso porque ela estimula a produção e liberação de ácidos estomacais, o que provoca efeitos colaterais nada bons para quem precisa evitá-los ao máximo.

Também deve ser usada com bastante cautela por pessoas que sofrem com hemorroidas, pois as capsaicinas, que são um dos princípios ativos da pimenta, vão aumentar a dilatação e o fluxo sanguíneo das veias que já estão inflamadas, piorando o quadro.

Fora isso, não há contraindicações, toxidade ou risco de alteração genética com o uso prolongado da pimenta.

Preço e onde comprar

A pimenta-do-reino é muito acessível. Você encontra em todos os mercados, mesmo nas vendinhas de bairro, seja na forma em pó ou em bolinhas. Os preços variam um pouco, mas é possível comprar pimenta por menos de R$ 1. Prefira sempre a versão inteira, para moer na hora, assim garante que não há nada misturado com a pimenta.

As dicas desse artigo não substituem a consulta ao médico. Cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

arruda

Benefícios da arruda

Salada pouco saudavel

6 Erros que deixam sua salada pouco saudável