Peso ideal na gravidez
Crédito: Freepik
em ,

Peso ideal na gravidez – como calcular com base no IMC

Peso ideal não é só um número. É importante saber calcular, e ainda mais importante saber interpretar para adotar os cuidados necessários

Publicidade

Todas as pessoas podem aprender a como calcular o peso ideal com base no IMC, que é o índice de massa corporal. O IMC é um indicador adotado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é usado para o diagnóstico do baixo peso, sobrepeso e da obesidade. Mas, os resultados do IMC devem ser interpretados de forma diferente, dependendo das características da pessoa. Existe uma interpretação para crianças, outra para adultos de 20 a 65 anos, mais outra que vale para idosos e, a que você verá agora, que é a interpretação do peso ideal na gravidez.

Aproveite e veja: Como se calcula o peso ideal das crianças?

Considerações sobre o peso ideal na gravidez

Na gravidez, o peso ideal é uma questão cheia de variáveis. Para começar, o ganho de peso é esperado que aconteça, além de ser inevitável, já que existe uma nova vida sendo gerada dentro do corpo da gestante.

Mas, existem limites para esse ganho de peso que são controlados para evitar que a gestante desenvolva doenças ou condições que possam prejudicar a gestação, como obesidade e pressão alta, além dos efeitos colaterais no desenvolvimento do bebê.

Publicidade

No geral, a gestante começa a ganhar mais peso a partir do segundo trimestre (4º, 5º e 6º mês de gestação). Antes disso é mais difícil ganhar peso, porque o bebê ainda está bem pequeno e muitas gestantes têm enjoos.

Para saber qual é o ganho de peso esperado durante toda a gravidez, é importante que a gestante comece o seu pré-natal o quanto antes. Isso porque o ganho de peso total durante a gravidez deve variar de acordo com o IMC prévio da gestante, feito no comecinho da gestação.

Como calcular o peso ideal na gravidez?

Para entender os resultados do IMC, você deve saber fazer o cálculo, que vai ser o mesmo usado para crianças, adultos e idosos. O que vai mudar são os resultados.

Publicidade

Para fazer o cálculo, você precisa apenas saber qual é a sua altura e o seu peso (ou da gestante), de preferência se pesando logo ao acordar e sem roupas.

IMC = peso (em quilos) ÷ altura² (em metros)

Exemplo:

Publicidade

Márcia é uma gestante que está pesando 68 quilos e mede 1,65 de altura. Então:

IMC = 68 ÷ 1,65 x 1,65 (primeiro multiplique a altura que, nesse caso, dá 2,72)

IMC = 68 ÷ 2,72 = 25

Publicidade

Interpretando os resultados do Índice de Massa Corporal das gestantes

Veja, na listagem abaixo, em qual dos resultados o valor “25”, do exemplo acima, se encaixa. Os valores atualmente indicados são os seguintes:

  • IMC menor que 18.5 kg/m2 (baixo peso) → ganho de peso gestacional desejado entre 12.5 e 18.0 kg.
  • IMC entre 18.5 e 24.9 kg/m2 (peso normal) → ganho de peso gestacional desejado entre 11.5 e 16.0 kg.
  • IMC entre 25.0 e 29.9 kg/m2 (sobrepeso) → ganho de peso gestacional desejado entre 7.0 e 11.5 kg.
  • IMC maior que 30.0 kg/m2 (obesidade) → ganho de peso gestacional desejado entre 5.0 e 9.0 kg.

O peso ideal é mais que um número

É bem importante lembrar que o seu peso não deve ser visto apenas como um número a ser alcançado ou mantido. Uma gestante pode ter um IMC dentro dos valores considerados normais, só que não ser saudável. Existem muitas gestantes que têm um IMC normal, mas alimentam-se mal e são sedentárias.

Portanto, é essencial ter acompanhamento do obstetra e, se necessário, de um nutricionista ao longo da gravidez. Assim, a gestante fica mais tranquila sobre seu peso, e a relação dele com o surgimento ou não de doenças gestacionais.

Publicidade

Veja também: Melhores exercícios para fazer durante a gravidez

Como tirar mancha de açaí

Como tirar mancha de açaí da roupa: 3 passos simples

Artrite reumatoide

Artrite reumatoide: conheça melhor esse tipo de inflamação