efeito sanfona
Crédito: Freepik
em

Efeito sanfona: saiba o que é e como evitar

Muitas pessoas passam anos emagrecendo e engordando sem saber o que estão fazendo de errado

Enquanto algumas pessoas conseguem emagrecer com muita facilidade, outras penam para perder os quilos extras que ganharam por diferentes motivos. A verdade é que emagrecer nem sempre é só uma questão de força de vontade. Existem outros fatores relacionados que fazem muita gente sofrer com o famoso efeito sanfona. Saiba mais sobre o que é esse fenômeno e como evitá-lo.

O que é?

O efeito sanfona é um ciclo repetitivo de perda e ganho de peso. É o que acontece quando uma pessoa tenta emagrecer rapidamente por meio de uma dieta restritiva, mas sem sucesso. A dieta funciona bem no início, parecendo ser eficaz, mas justamente por ser restritiva, é muito cansativa.

Então, em determinado momento a pessoa resolve abandonar a dieta e volta a satisfazer seu desejo pelos alimentos que estava proibida de comer. Com isso, ela vai voltar ao peso que tinha antes.

Causas e como evitar

como evitar o efeito sanfona
Crédito: Freepik

As principais causas desse efeito são dietas que começam do jeito errado. Ou seja, quando a pessoa não está preparada para mudar seus hábitos alimentares, mas mesmo assim resolve começar uma dieta rigorosa, seja por conter calorias de menos, por incluir períodos de jejum ou pular refeições. Nenhuma dieta nesses padrões é considerada saudável e eficaz. Então, veja as dicas do que fazer para evitar e eliminar os quilos extras de uma vez por todas.

Reeducação alimentar

Para começar, exclua o termo “dieta” da sua vida. Ele remete à restrição e dificuldade para emagrecer. O que você deve buscar fazer é uma reeducação alimentar. Ou seja, mudar seu hábitos alimentares não apenas por um período de tempo, mas para toda a vida.

A ideia é que você consiga transformar o seu jeito de encarar a comida, fazendo com que ela deixe de ser apenas um desejo ou uma válvula de escape, mas sim, uma ferramenta para a sua boa saúde, em primeiro lugar. Afinal de contas, o corpo dos sonhos só é possível quando a saúde está bem.

Consultar um nutricionista

Para começar uma reeducação alimentar eficiente é necessário consultar um nutricionista ou um médico nutrólogo. Isso porque não basta você decidir de forma aleatória o que vai comer a partir de amanhã. É preciso elaborar um cardápio que seja adequado às necessidades do seu organismo em particular. E isso acontece depois de fazer exames para saber como está a sua saúde.

Escolher os alimentos certos

Outra vantagem de contar com o suporte de um profissional para a sua reeducação alimentar é que ele vai ajudá-lo a montar um cardápio que seja, ao mesmo tempo, saudável, equilibrado e gostoso. Se você começar a comer só o que não gosta, sem prazer, é provável que logo abandone o cardápio e volte a passar pela oscilação de peso. Coloque na cabeça que não é preciso sofrer para emagrecer.

Praticar atividades físicas

Não basta apenas melhorar seus hábitos alimentares. Para emagrecer de forma saudável é preciso se exercitar, abandonando de vez o sedentarismo. Aliás, a atividade física é essencial para todas as pessoas, já que existem magros sedentários e doentes também. Isso porque o seu corpo precisa utilizar as calorias que você ingere, do contrário, mesmo fazendo dieta, as calorias vão ficar acumuladas em forma de gordura e você terá um corpo mais magro, só que não saudável.

O efeito sanfona faz mal?

efeito sanfona faz mal ou não
Crédito: Freepik

Seu malefício mais notável é o psicológico. A pessoa passa seus dias sofrendo para emagrecer, e é claro que isso irá prejudicar a sua saúde, tanto física quanto emocional, já elas caminham lado a lado.

Muitas pessoas até desenvolvem doenças como a depressão por se sentirem constantemente tristes com sua aparência e também por pensarem que não são capazes de emagrecer e fazer dieta, quando na verdade estão tentando buscar resultado pelo caminho errado.

Além disso, o tipo de alimentação que causa o efeito sanfona deixa o organismo confuso. Ora ele está recebendo alimentos saudáveis e conseguindo evoluir, ora começa a receber uma série de alimentos prejudiciais à saúde, sem nutrientes e que vão ser o gatilho para doenças como a pressão alta, colesterol alto, diabetes e suas complicações.

Porém, mais uma vez é preciso lembrar que cada organismo é único e tem suas particularidades. Por isso, não fique se precipitando e colocando problemas na cabeça sem necessidade. Comece a sua mudança de vida agendando uma consulta com um nutricionista ou nutrólogo.

Junto desse profissional você poderá entender melhor a sua saúde, falar sobre seus hábitos de vida, os motivos que levam você a sofrer com a variação do peso e, então, será capaz de começar sua reeducação alimentar de forma eficiente, sem sofrer e com a consciência de que está fazendo o melhor possível para alcançar seu objetivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

labirintite causa dor de cabeça

Labirintite dá dor de cabeça? Conheça os sintomas dessa doença

Como deixar o cabelo branco e começar a assumir os grisalhos