em

AmeiAmei

Doença de Crohn: o que é, sintomas e tratamentos

Essa doença pode atingir todo o trato gastrointestinal e pode ter sintomas leves ou graves
Crédito: Freepik

A doença de Crohn leva o nome do médico gastroenterologista que conseguiu mapear e documentar uma série de sintomas relacionados à doença, em 1932. Ela é parte integrante do grupo de doenças inflamatórias intestinais, podendo atingir todo o trato gastrointestinal, ou seja, desde a boca, esôfago, estômago, intestinos e até o ânus do paciente.

Ela está presente em 0,03% das pessoas nas Américas e na Europa, sendo ainda mais rara na África e Ásia, dando seus primeiros sinais normalmente na adolescência ou quando jovem adulto, podendo, entretanto, aparecer em qualquer idade.

Os sintomas podem ser leves, quando é muito difícil de diagnosticar. Também podem evoluir para graves, quando já aparecem sintomas como a febre, e fulminante, com o surgimento de abcessos.

Sintomas da doença de Crohn

doença de crohn sintomas
Crédito: Freepik

São sintomas variados, muitas vezes confundidos com outras doenças relacionadas a inflamações no trato gastrointestinal e, por isso, muitas vezes difícil de diagnosticar. Veja quais são os principais.

1. Diarreia

A intensidade e frequência vai depender do nível em que se encontra a doença. Quando leve a moderada, a pessoa ainda consegue se segurar para ir ao banheiro, o que não ocorre de moderada a grave ou quando fulminante.

2. Cólica abdominal

Espasmos muito fortes e cólicas contínuas na região abdominal são comuns durante todas as fases da doença, sendo necessário observar caso esteja se tornando muito frequente e com espasmos mais repetidos.

3. Febre

A febre não está presente nos casos mais leves, começando a aparecer nos moderados a graves, podendo a chegar a 40°C. Na fase fulminante, é presença constante e deve ser acompanhada de perto.

4. Sangramento retal

O paciente normalmente apresenta as fezes mais avermelhadas a princípio, podendo também observar placas de sangue junto ao bolo fecal. Esse sintoma nem sempre acontece, pois irá depender de onde se localiza a inflamação.

5. Dores nas articulações

O paciente pode apresentar também dores nas articulações, tendo dificuldade para fazer atividades simples, como andar, levantar ou pentear os cabelos, nos casos graves a fulminantes.

6. Perda rápida de peso

A falta de apetite está presente em todas as fases, assim como o enjoo frequente e náuseas depois de se alimentar. Isso leva a uma perda de peso significativa em pouco tempo.

7. Lesões anais

Hemorroidas, fissuras, fístulas e abscessos podem aparecer na região do ânus, devido as inflamações oriundas da doença.

8. Artrite

Podem se desenvolver inflações também nas articulações, sendo os pontos mais comuns os joelhos e cotovelos, com muita dor, inchaço e limitação dos movimentos.

9. Problemas nos olhos

Irritação, vermelhidão, coceira, inflamações e sensibilidade à luz podem ocorrer quando a doença já está em um grau mais avançado.

10. Problemas na pele

Com o intestino funcionando inadequadamente, a quantidade de toxinas no organismo é ainda maior, refletindo em problemas na pele, como erupções, manchas no corpo e maior predisposição a micoses.

Causas

A doença é causada por uma série de fatores correlatos, que dependem de aspectos do ambiente, alimentação, imunidade e balanço da flora intestinal, sempre com indivíduos predispostos geneticamente.

As crises acontecem principalmente quando a imunidade cai, sendo mais comuns a partir dos 30 anos, tendo início em torno dos 20.

Diagnóstico

Seu diagnóstico é complexo, pois os sintomas podem ser confundidos com outras doenças, podendo levar algum tempo para chegar à hipótese dessa doença rara.

O médico irá avaliar o histórico familiar, todos os sintomas apresentados ao longo da vida e pedir alguns exames. Se houver suspeita da doença, deve solicitar uma biópsia, além de analisar a situação da parede do intestino.

Doença de Crohn pode matar? Tem cura?

Somente em 2010 foram contabilizadas 35 mil mortes por causa da doença, então ela pode, sim, chegar a matar, se não for diagnosticada e tratada a tempo.

Apesar de não ter cura nem através de remédios ou cirurgias, há como conviver com a doença, de forma saudável, fazendo as escolhas corretas e seguindo as orientações médicas.

Ingerir álcool deve ser evitado ao máximo e o cigarro deve ser eliminado completamente da vida de quem sofre com doença de Crohn.

Tratamento

Assim que diagnosticado, o paciente terá que buscar formas de aliviar os sintomas, evitando novas crises. Para isso, podem ser recomendados corticosteroides, metotrexato ou tiopurina.

Se houver abcessos ou outros problemas correlatos, pode ser realizada uma cirurgia para a remoção e reversão de quadros que possam causar mais problemas, como o câncer.

O que comer na doença de Crohn

Como a doença está ligada à imunidade, a alimentação do paciente é fundamental, devendo caprichar em alimentos para o sistema imunológico.

Deve também comer pouco, várias vezes ao dia, deixando de lado a gordura em geral, adicionando mais frutas, legumes e verduras às suas refeições.

Ficar longe de bebidas alcoólicas é fundamental, assim como ingerir uma grande quantidade de água todos os dias, adicionando também fibras à alimentação.

Manter uma boa alimentação, se exercitar e fazer o acompanhamento efetivo com um médico de confiança pode fazer toda a diferença na qualidade de vida de quem sofre com a doença de Crohn. Saiba mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
cajá
Cajá: o que é, benefícios para saúde, como consumir e contraindicações
limpar blindex
Como limpar blindex