em

6 dicas para prevenir e tratar dores nos joelhos e lesões nos tendões

Dores nos joelhos e inflamações dos tendões são muito incômodas, mas podem ser tratadas em casa

Desgaste natural, lesões mal curadas e exercício físico mal realizado, tudo isso colabora para que surja aquela dorzinha chata no joelho e não é de hoje que esse mal acomete não só os esportistas profissionais.

O ideal é consultar um médico ortopedista sempre que você sentir algo de diferente, para que ele possa fazer um diagnóstico mais preciso e sugerir um tratamento adequado.

Além de dores crônicas, associadas a outros órgãos, como propõe a medicina chinesa, algumas causas associadas podem ser:

  • Artrite;
  • Bursite;
  • Tendinite;
  • Lesão nos ligamentos;
  • Lesão do menisco;
  • Tensão muscular ou entorse;
  • Problemas renais.

Por isso, se você sofre ou simplesmente quer prevenir que surjam alguns dos problemas mencionados acima, propomos hoje uma série de receitas naturais para evitar desde já esse mal.

1. Repolho

Excelente anti-inflamatório, basta usar as folhas verdes do repolho.

Modo de preparo:

1. Coloque as folhas rapidamente em água fervente;

2. Em seguida, espere esfriar.

3. Coloque as folhas diretamente sobre o joelho inflamado, cobrindo-as com um pano, e depois prenda com uma fita;

4. Deixe agir por 30 minutos ou mais.

2. Óleos de massagem

Se o joelho estiver doendo, com vermelhidão, e a pele se apresenta quente, basta colocar 50 ml de óleo de amêndoas e com 15 gotas de óleo essencial de hortelã-pimenta.

Caso a pele esteja fria, e o joelho apenas dolorido, coloque 50 ml de óleo de gergelim ou azeite extra virgem de oliva e adicione 15 gotas de óleo essencial de gengibre.

Aplique o óleo e massageie a região atingida.

Todos esses óleos são facilmente encontrados em lojas de produtos naturais ou na internet.

3. Arnica:

Passe no local afetado um pouco de tintura ou pomada de arnica e pronto!

4. Cúrcuma (açafrão-da-terra):

Aplique na região uma pasta feita com açafrão-da-terra e azeite de oliva.

E deixe agir por 30 minutos.

5. Gergelim:

Assim como a soja, rico em lecitina, o gergelim contém vários princípios nutritivos de alto valor biológico, como gorduras insaturadas (eficientes na redução do nível de colesterol no sangue) e lecitina já mencionada, que desempenha importante função no nosso organismo.

Além de ser fonte de 15 aminoácidos diferentes, com elevada quantidade de metionina; vitaminas, especialmente E, B1 e B2; minerais e cálcio (nove vezes mais que o leite), fósforo, ferro, magnésio, cobre e cromo; e mucilagens, que torna o gergelim um laxante natural.

Ainda é rico em ácidos graxos insaturados e apresenta vários constituintes secundários como sesamina, sesamolina, sesamol e rico em magnésio, mineral essencial para a absorção do cálcio.

Ingredientes:

  • Gergelim: 4 colheres (sopa) de sementes;
  • Gelatina: 2 colheres (sopa) incolor e sem sabor;
  • Linhaça: 8 colheres (sopa);
  • Mel: 200 g;
  • Abóbora: 2 colheres (sopa) de sementes;
  • Passas: 3 colheres (sopa);

Modo de preparo:

1. Lave bem as sementes e coloque todos os ingredientes no liquidificador ou numa centrífuga;

2. Depois que tiver uma mistura bem homogênea, despeje em um recipiente e leve à geladeira.

Consuma duas colheres (sopa) por dia: uma antes do café da manhã e outra antes do almoço, já é o suficiente para fortalecer os ligamentos e tendões.

6. Gelatina

A gelatina ajuda na regeneração da cartilagem, previne dores nos joelhos, articulações e tendões, além de melhorar a saúde dos ossos e articulações.

Importante: as dicas do site não substituem uma consulta ao médico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comentários

comentários

como cultivar orquídeas

Como cultivar orquídeas: passo a passo para plantar a flor

Coma ovo de codorna e tenha mais saúde