corrimento branco
Crédito: Freepik
em

Corrimento branco: saiba o que pode ser e como evitar

Nem sempre é motivo para preocupação. Vai depender se estiver com outros sintomas ao mesmo tempo

Publicidade

Muitas mulheres chamam de corrimento o muco cervical que é expelido pela vagina diariamente. De modo geral, esse muco é saudável e necessário para manter a saúde íntima da mulher. Dependendo da cor e da viscosidade, ele ajuda também a identificar em qual fase do ciclo menstrual a mulher está. Mas, além desse muco, também existem os corrimentos com cores e cheiros diferentes do normal, como o corrimento branco. Ele pode ser sinal de infecção ou pode não ser preocupante. Veja como identificar.

Corrimento branco antes da menstruação

Quando o corrimento branco ocorre antes da menstruação e não tem cheiro forte, nem traz outros sintomas, como ardência ou coceira, ele é normal. Trata-se apenas do muco cervical avisando que a mulher já menstruou e agora está na fase de pré-ovulação, que é quando o corpo termina um ciclo para começar outro.

Publicidade

Corrimento branco com mau cheiro

Quando esse corrimento branco (ou amarelado) apresenta um cheiro desagradável, como de peixe podre, e vem acompanhado de muita coceira, vermelhidão e ardência na região da vagina (interna e externa) é sinal de infecção.

Pode ser uma vaginose bacteriana ou uma candidíase. É necessário agendar uma consulta com o ginecologista para ter certeza do tipo de infecção e começar um tratamento, que costuma ser rápido e eficaz.

Publicidade

Corrimento branco na gravidez

Um dos sinais de gravidez que não acontece sempre ou nem todas as mulheres notam é uma mudança no muco cervical. Ele fica mais rosado, mas você pode confundir com corrimento branco, por ser um rosa clarinho. Esse corrimento tende a surgir cerca de 3 dias depois da relação sexual. Nesse caso, vale a pena fazer um teste de gravidez.

Fora essa situação, é normal que a mulher continue vendo seu muco cervical na calcinha ao longo da gestação. Porém, se perceber que ele está diferente e trazendo sintomas como coceira, ardência ou dor na região da bexiga, é melhor procurar seu ginecologista para fazer exames e verificar se está mesmo tudo bem.

Cuidados para prevenir doenças que causam o corrimento

Quando o corrimento branco é associado aos sintomas de coceira, ardência e vermelhidão, é decorrente de infecções por vírus, fungos ou bactérias. Na maior parte das vezes, algumas mudanças de hábitos evitam que essas infecções aconteçam, tais como:

Publicidade
  • Evitar usar calças muito apertadas;
  • Preferir calcinhas de algodão;
  • Trocar o absorvente com frequência (seja interno ou externo);
  • Não lavar a parte interna da vagina (ela é autolimpante);
  • Alimentar-se de forma saudável, reduzindo o açúcar;
  • Evitar ficar com roupa íntima úmida ou molhada;
  • Evitar um estilo de vida com alto estresse;
  • Usar preservativo em todas as relações sexuais;
  • Lavar a região íntima (externamente) após as relações sexuais;
  • Fazer o exame papanicolau no ginecologista uma vez ao ano.

Se o corrimento for apenas muco cervical, sem cheiro e sem sintomas, não há com o que se preocupar. Pelo contrário, é um sinal de que seu organismo está normal, produzindo o muco de forma regular e mantendo a região genital lubrificada.

As dicas desse artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado.

objetos de valor encontrados no lixo

Veja estas fotos de objetos valiosos que curiosamente foram encontrados no lixo

truques para cozinhar feijão

5 Truques para deixar o seu feijão ainda mais gostoso