relacionamento
Crédito: Freepik
em

Como fortalecer o relacionamento: 3 dicas da ciência

Você já pratica estas dicas no dia a dia do seu namoro ou casamento?

Publicidade

Se manter em um relacionamento saudável tem seus altos e baixos. Os casais que conseguem, sabem que é preciso ter muita paciência e resiliência para lidar com os desafios diários e superá-los. Para ajudar quem está enfrentando conflitos conjugais, pesquisadores deram dicas valiosas que devem ser praticadas no dia a dia.

Veja também: Quando vale a pena reatar um relacionamento?

1. Repare nos pontos positivos

Quando a pessoa que está ao seu lado faz coisas boas e certas, geralmente você não reconhece porque ela não fez mais do que a obrigação? Mas, quando ela erra, você é o primeiro a apontar o erro? Está errado!

Claro que os erros devem ser trazidos para uma conversa, na tentativa de evitar que se repitam. Porém, um relacionamento saudável e feliz precisa ser alimentado com elogios e o reconhecimento das pequenas e grandes coisas boas que acontecem no cotidiano.

Publicidade

O motivo dos cientistas

Quando os pesquisadores estudaram vídeos de casais discutindo vários tópicos, notaram uma variedade de interações positivas e negativas. Alguns casais riram, sorriram, se tocaram e se elogiaram, mesmo durante os desentendimentos.

Outros reviraram os olhos, zombaram do outro ou ficaram com raiva ou na defensiva. A partir desse trabalho, um padrão marcante emergiu. Os casais que estavam destinados a ficar juntos mostraram pelo menos cinco vezes mais interações positivas do que negativas.

Entrar no grupo do Telegram

Na vida real, ninguém consegue manter um registro consistente de interações positivas e negativas, mas a lição é clara: aumentar os gestos positivos e gentis em um relacionamento pode ajudar a isolar seu relacionamento dos inevitáveis dias ruins.

Publicidade

Veja também: Relacionamento desgastado: o que fazer e o que causa?

2. Dar as mãos e manter o toque físico é importante

Não só andar de mãos dadas, e não apenas as mãos. A questão aqui é manter o toque físico, com carinho, sempre que tiver a oportunidade.

As mãos podem se unir em qualquer momento em que estiverem próximas, os corpos devem estar perto, os olhares devem se cruzar com cumplicidade.

Publicidade

Dar as mãos é importante até mesmo quando precisa dizer algo negativo, desabafar, pedir suporte emocional à pessoa amada.

O motivo dos cientistas

Pesquisas mostram não apenas que o toque regular é uma maneira poderosa de construir sua conexão com alguém, mas também que dar as mãos reduz o estresse.

Segundo James Coan, neurocientista da Universidade da Virgínia, uma parceria comprometida dá ao cérebro a oportunidade de terceirizar alguns de seus trabalhos neurais mais difíceis. Isso basicamente significa que, quando os parceiros seguram nossas mãos, eles também carregam parte de nosso fardo emocional.

Publicidade

Aproveite e veja: Gestos de afeto que valorizam o relacionamento

3. Aceitar que pequenos defeitos sempre vão existir

Quanto mais o tempo passa, mais claro fica a ideia de que pequenos defeitos sempre irão existir nas pessoas. Muitos deles ficam grandes devido à carga emocional que jogamos sobre eles. Outros probleminhas vão se acumulando por falta de diálogo, para não criticar o parceiro por medo de abalar a relação.

O motivo dos cientistas

Em vez de tentar forçar a mudança, a terapia da aceitação incentiva os parceiros a aprender a aceitar as diferenças um do outro. Quando os parceiros se sentem aceitos e compreendidos, eles são mais propensos a mudar voluntariamente, muitas vezes fazendo mais mudanças do que o solicitado. E mesmo que nenhuma mudança ocorra, é provável que a aceitação e a compaixão aproximem o casal.

Publicidade

Veja também: 15 coisas a saber sobre o parceiro após 6 meses de relacionamento

Fonte: O Globo Saúde

exercícios

Evite fazer exercícios perto do trânsito: veja o motivo!

Gatos

Gatos domésticos são proibidos de sair de casa em cidade alemã