em

Chocolate fortalece os ossos, mito ou verdade?

Descubra se é verdade que comer chocolate fortalece os ossos

chocolate fortalece os ossos
Crédito: Freepik

Sem dúvidas, o chocolate é um dos alimentos mais adorados em todo o mundo. Desde crianças até adultos amam essa iguaria, das mais diversas formas. Seja puro, em forma de bolos, sorvetes, doces em geral ele é sempre bem-vindo. Mas será que ele realmente é bom para a sua saúde?

É fato que ele é muito rico em antioxidantes, especificamente flavonoides, que fazem muito bem para o trato cardíaco, para o cérebro e muitos outros benefícios. Ajuda também a liberar endorfina, dopamina, serotonina e feniletilamina. Isso leva a uma maior sensação de satisfação e felicidade. Reduz também o estresse, ameniza dores e pode ajudar no tratamento da depressão.

Claro que se está falando do chocolate amargo, que realmente tem cacau. Se você puder optar por uma versão 90%, é perfeito. Tem alguns chocolates amargos que vêm com pedacinhos de nibs de cacau, ficando ainda mais rico em flavonoides. Porém, nem tudo são flores nesse alimento quase perfeito.

Chocolate fortalece os ossos?

Mito, totalmente mito. É fato que o chocolate amargo é rico em nutrientes como proteína, ferro, magnésio, zinco, cálcio, vitamina D, potássio e selênio. Alguns desses minerais são importantes para a manutenção do cálcio nos ossos, aumentando assim a sua densidade. Além disso, seus antioxidantes protegem os osteoblastos, que ajudam a formar as células ósseas.

Então, em tese, comer chocolate ajuda a fortalecer os mesmos, certo? Mais ou menos. Ao mesmo tempo em que ele provê minerais importantes para a formação óssea, ele também é rico em cafeína. E qual é a relação da cafeína com os seus ossos? Simples, ela diminui a capacidade de absorção do cálcio e aumenta a eliminação do mesmo pela urina.

Uma pesquisa foi realizada buscando entender essa relação e o resultado real dessa interação entre os elementos formadores dos ossos e o chocolate. Publicado no American Journal of Clinical Nutrition, o estudo questionou a influência do consumo do chocolate na formação óssea de mulheres australianas com mais de 70 anos.

Foram cinco anos de pesquisa. Nesse período, elas recebiam uma suplementação de cálcio e respondiam relatórios mensais sobre alimentação. Realizavam periodicamente exames para medir a densidade óssea, comparando com o estilo de alimentação. O chocolate era o foco do estudo e os resultados foram surpreendentes.

As mulheres que consumiam mais chocolate tinham menor densidade óssea média. Isso levando em consideração “outros fatores, como idade, IMC e estilo de vida, que poderiam afetar essa relação e que algumas dessas relações não eram mais significativas”. Dr. Jonathan Hodgson e sua equipe concluíram que comer chocolate com frequência pode incentivar a osteoporose e fratura.

Em suma, comer muito chocolate, apesar de todos os seus benefícios, pode, sim, impulsionar uma tendência à descalcificação. E isso é motivo para deixar de comer? Aí é uma decisão sua. É importante lembrar que, na vida, o equilíbrio deve ser a base de todas as escolhas. Então, um pedacinho de vez em quando não é esse problema todo, concorda?

Lembre que o seu quadradinho de chocolate tem menos cafeína do que aquela xícara de café que você toma pela manhã. Então, o ideal é aliar uma boa alimentação com hábitos saudáveis de vida. Isso vai fazer com que seu corpo funcione adequadamente, sem precisar de intervenções radicais.

receitas de goiabada cascão

Como fazer goiabada cascão com 3 receitas para acompanhar os lanches

berinjela frita

Como fazer berinjela frita: 9 receitas muito fáceis e gostosas