em

8 formas de ajudar um amigo em luto a se sentir melhor

Veja algumas formas de ajudar um amigo em luto, facilitando o processo de cura da dor da perda, com atitudes simples
ajudar um amigo em luto
Crédito: Pixabay

A perda de uma pessoa querida traz muito sofrimento e dor, mas perceber que é preciso ajudar um amigo em luto, que está se afundando na tristeza, também é complicado. O papel de um bom parceiro de jornada é ajudar, sempre que possível, a aliviar esse fardo.

Existem diversas fases do luto e conhecê-las pode ajudar a mostrar qual é o caminho a seguir, de acordo com as características de cada um. São elas: a negação, quando se tenta reprimir os sentimentos; a raiva, culpabilizando a tudo e todos; a negociação, onde se busca argumentar para aliviar a dor; a depressão, na qual a pessoa ‘cai em si’ e sofre a dor mais intensamente; e a aceitação, que é a fase final, com maior calma e menos dor.

Você vai poder observar em que fase seu amigo está, pelo que está demonstrando no dia a dia. É importante entender qual é o estágio, porém não é fundamental. Algumas atitudes básicas servem para qualquer fase do luto e podem ajudar bastante na redução do sentimento da perda. Veja abaixo algumas formas práticas.

Como ajudar um amigo em luto: 8 formas

Não existe uma fórmula mágica para realizar esse tipo de apoio, pois cada pessoa é única e, o que pode funcionar para uns, não passa de bobagem para outros. O que se pode fazer é dar o melhor e ter paciência. E, quando os resultados esperados são frustrados, buscando outras formas. Abaixo, você vai ver algumas dicas gerais para ajudar, da melhor maneira possível.

1. Ouça de verdade

Para ajudar um amigo em luto é preciso deixar de lado aquele discurso já preparado. Ouça de verdade, de forma empática e lúcida, buscando compreender o que está sendo dito, do ponto de vista do seu amigo e não do seu.

Quais vivências o levaram a pensar assim? Qual era a realidade em que ele vivia ou ainda vive, com essa pessoa – mesmo que somente em sua mente? Compreender o olhar do outro e simplesmente ouvir, já é uma ajuda e tanto.

2. Comunique seus sentimentos também

ajudar um amigo em luto
Crédito: Valorize a Vida

Em um momento pertinente, quando ele já tiver desabafado e aberto para ouvir o que tem a dizer, fale também sobre os seus sentimentos sobre o ocorrido. Seja franco, mas tente dar um viés positivo, porém sem dizer que ele deve fazer o mesmo.

Falar sobre experiências vivenciadas e como superou as situações, podem ser de grande valia também. Através do caminho que outras pessoas trilharam, pode-se encontrar o caminho ideal para se livrar da dor.

3. Não julgue

Como já foi visto, o luto passa por diversas fases distintas, sendo uma delas a negação. Na negação, seu amigo vai fazer de conta que está tudo bem, que sentimentos não existem. Tem também a fase da raiva, onde ele vai criticar a tudo e todos, inclusive a pessoa falecida.

Tanto nessas, quanto nas outras fases, não se deve nunca julgar a pessoa pelo que está dizendo ou fazendo, pois faz parte do processo de cura da dor. Não julgue suas palavras, ideias, críticas ou lamentações. Faça com que seu amigo se sinta acolhido e compreendido.

4. Evite apontar soluções mágicas

Frases enlatadas como “você vai ficar bem, basta…”, “pratique meditação, faça escalada, comece um novo negócio” e muitas outras expressões – sempre super bem intencionadas – podem não somente deixar de ajudar, como também atrapalhar o processo de ajudar um amigo em luto.

A pessoa que está triste ou com raiva, não vai conseguir olhar facilmente para as coisas boas da vida, nem dar valor a tudo o que tem na vida, naquele momento. Ela precisa processar os sentimentos primeiro.

Sinais de uma amizade verdadeira para prestar atenção

5. Seja uma companhia e não um professor

Ao invés de mostrar como a pessoa deve pensar, sentir ou viver, dando um passo a passo mágico e categórico de como sair do problema, apenas seja uma boa companhia. Chame para tomar um sorvete ou até uma cervejinha em um local que vocês curtam e deem boas risadas.

Leve para o jogo, façam caminhadas juntos e, se estiver ainda na fase de depressão, curtam um bom balde de pipocas, sorvete e filmes, por exemplo. Pois mais importante do que fazer coisas agitadas e alucinantes é estarem juntos, deixando a pessoa amiga mais amparada e confortável.

6. Traga-o de volta para o presente

Pode ser difícil, mas para ajudar um amigo em luto tente, aos poucos trazer a pessoa para viver o presente. Apesar de ser excelente relembrar o passado para processar o que está sentindo, não é saudável viver por lá muito tempo, de acordo com as palavras do Pader Fábio de Melo.

7. Se apeguem à fé

Essa dica só serve para quem tem alguma religiosidade, o que é a grande maioria da população brasileira. A religião é uma ferramenta extremamente útil para ajudar quem está sofrendo o processo de luto, principalmente na fase de negociação.

Viver o luto: a saudade não é dor, é gratidão

8. Transformar a dor em liberdade

Para quem está tentando ajudar um amigo em luto que já passou pela longa jornada das fases de luto e chegou na final, onde se está buscando aceitação, pode ser interessante mostrar um olhar mais amplo, com um amor incondicional e libertador.

Seja qual for a técnica – ou técnicas – escolhida, o importante é buscar ajudar de coração e compreender que nem sempre vai ser possível resolver, onde somente o tempo pode agir.

remédios caseiros para joanetes
Remédios caseiros para joanetes: veja como aliviar os sintomas
micropigmentação de sobrancelha
Micropigmentação de sobrancelha: o que é e como funciona?