em

Xarope de guaco: quais seus benefícios e como fazer

Tem propriedades expectorantes, antiasmáticas e broncodilatadoras. Saiba mais sobre esse xarope.

xarope de guaco
Créditos: Pixabay

O xarope de guaco tem propriedades que auxiliam no bom funcionamento do canal respiratório, pois essa substância tem capacidade broncodilatadora e expectorante. Além disso, ela estimula as glândulas sudoríparas responsáveis pelo suor, que ajudam no emagrecimento e no combate a febre.

Também é bom para inflamações das articulações, tendões e tecido muscular no geral, eliminando toxinas e líquido retido no corpo. Curioso para aprender a preparar esse xarope tão potente? É super fácil, rápido e leva apenas três ingredientes.

Como fazer xarope de guaco caseiro?

como fazer xarope de guaco caseiro
Crédito: Te INNATIA

Veja abaixo algumas receitas para fazer uso do medicamento em diferentes situações.

1. Xarope tradicional de guaco

A receita é antiga e com certeza você já viu a sua avó usá-la antes. É muito simples de fazer, veja abaixo o que você precisa!

Ingredientes

  • Açúcar: 1 xícara;
  • Água: 1 litro;
  • Folhas de guaco: 9 folhas.

Modo de preparo

1. Em uma panela, preferencialmente antiaderente, leve o açúcar no fogo baixo e deixe-o caramelizar. Mexa com frequência para não queimar;

2. Quando o açúcar estiver bem douradinho, acrescente a água e as folhas de guaco;

3. Mexa bem para não queimar e depois espera até que a água ferva e reduza sua quantia pela metade;

4. Depois de aproximadamente 20 minutos, tire do fogo e coe a mistura.

5. Se quiser, pode acrescentar o suco de um limão e mel.

Caso esteja doente, pode tomar até 4 colheres do xarope de guaco por dia. E se quiser tomar a fim de prevenir doenças respiratórias, pode ingerir 1 colher por dia antes de adormecer, mesmo estando saudável.

Entretanto, é sempre bom que converse com o seu médico sobre os tratamentos caseiros que adota. Somente ele poderá dizer se esse xarope é ou não indicado para você.

2. Xarope de guaco com Coca-Cola

É um alternativa do xarope com um ingrediente potente contra a tosse: a Coca-Cola. Algumas pessoas acreditam que o refrigerante ajuda na ação de retirada do muco preso nas vias aéreas. Isso é um mito e, na verdade, a bebida é bastante prejudicial a sua saúde.

Mesmo assim, veja a receita, caso deseje testá-la em sua casa!

Ingredientes

  • Açúcar: 1 xícara;
  • Coca-Cola: 1 litro;
  • Folhas de guaco: 20 folhas.

Modo de preparo

1. Ferva em uma panela a Coca-Cola e o açúcar até que fique uma calda bem grossa.

2. Adicione as folhas frescas de guaco e cozinhe até que reduza pela metade.

3. Deixe esfriar para usar. Depois é só guardar em um recipiente hermeticamente fechado.

Tome uma a duas colheres de chá por dia e jamais ofereça esse tipo de medicamento às crianças. Essa versão é apenas para quem está com tosse com catarro.

3. Xarope caseiro de guaco com gengibre

xarope de guaco com gengibre
Crédito: Youtube

Essa versão saudável do medicamento caseiro é ótima para gripes, resfriados e dores de estômago. O gengibre é um digestivo que atua no estômago e no intestino, reduzindo a acidez e os enjoos.

Ingredientes

  • Açúcar: 1 xícara;
  • Gengibre: 20 gramas;
  • Água: 1 litro;
  • Folhas de guaco: 10 folhas.

Modo de preparo

1. Coloque a água e o açúcar em uma panela e leve ao fogo baixo.

2. Quando começar a ferver, adicione o guaco e o gengibre já descascado e ralado.

3. Cozinhe até que obtenha um caramelo mais grosso.

4. Está pronto, basta armazenar em condições e fazer uso conforme a posologia adequada.

Beba até três colheres de sopa por dia logo após as principais refeições para aliviar problemas de estômago. Para tosse, tome duas colheres de sopa à noite, antes de dormir.

4. Xarope de guaco com mel

Usar mel em vez de açúcar é uma excelente ideia se você não pode com os excessos. Além de ficar mais saudável, o remédio pode ser usado por diabéticos.

Ingredientes

  • Mel: 5 colheres de sopa;
  • Água: 1 xícara;
  • Folhas de guaco: 5 folhas.

Modo de preparo
1. Dilua o mel na água, adicione o as folhas de guaco e leve ao fogo.

2. Cozinhe tudo até começar a engrossar.

3. Remova do fogo e deixe esfriar antes de guardar na geladeira.

Você pode tomar o xarope até quatro vezes ao dia, com colher de chá.

5. Xarope de guaco com abacaxi

O abacaxi é rico em vitamina C e bromelina. Ambas as substâncias são ótimas para afastar a tosse, o catarro e abrir os pulmões. A receita é fácil de fazer!

Ingredientes

  • Mel: 5 colheres de sopa;
  • Água: 1 xícara;
  • Abacaxi: 3 rodelas;
  • Folhas de guaco: 5 folhas.

Modo de preparo

1. Em uma panela, coloque a água, o mel e o abacaxi para cozinhar.

2. Deixe ferver até desmanchar, mexendo ocasionalmente.

3. Acrescente o guaco e cozinhe mais um pouco.

4. Espere esfriar, coe bem e guarde num local apropriado.

Pode tomar uma colher de sopa duas vezes ao dia, uma pela manhã em jejum e outra antes de ir dormir.

6. Xarope de guaco para bebê

Por recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) nenhum bebê deve ser tratado com medicamentos caseiros. Inclusive, crianças com menos de seis meses não podem receber nenhum tipo de substância que não seja o leite materno ou a fórmula que o substitui.

Depois disso, também não convém oferecer xaropes para bebês. Eles não são seguros, contém muito açúcar e podem provocar doenças. Se o seu filho tem tosse, busque ajuda junto de um pediatra ou um hospital.

Para que serve o xarope de guaco?

O guaco tem com propriedades benéficas para o sistema respiratório pois contém cumarina, que é capaz de combater tosse, gripe e excesso de catarro. O xarope de guaco consegue dilatar os brônquios colaborando para uma melhor respiração e estimulando a expectoração do muco.

Pode ser benéfico para quem esteja sofrendo com gripes, resfriados, asma e bronquite, entre outras doenças que afetam o canal respiratório. O xarope é vendido em farmácias e em lojas de produtos naturais, mas também pode ser feito rapidamente em casa, como você viu acima.

Veja também: Receitas de xarope natural para tosse e como fazer

Contraindicações

A utilização de guaco não é indicada para pessoas que tenham doenças de fígado, crianças com menos de um ano, pacientes que tomem remédios anticoagulantes e pessoas alérgicas à cumarina.

Sua utilização deve ser feita de forma moderada, caso contrário poderá apresentar efeitos colaterais graves como hemorragia, vômito, diarreia e aceleramento dos batimentos cardíacos. Consulte sempre um médico para que seja acompanhado e analisado por um profissional indicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comentários

comentários

molho de pimenta

3 Receitas de molho de pimenta para fazer na sua casa

xarope de cenoura

Xarope de cenoura: 4 receitas diferentes com passo a passo