em

Como usar óleos essenciais corretamente: técnicas e cuidados

Aproveite todos os benefícios e não se prejudique pelo uso inadequado
usar oleos essenciais
Crédito: Pxhere

Usar óleos essenciais pode fazer muito bem para a sua saúde. Eles são extraídos das plantas, seja da raiz, folhas, caules ou flores e normalmente são prensados a frio. Chineses, egípcios e gregos já utilizavam esses óleos extraídos de plantas aromáticas no dia a dia, para curar e também para estética.

Atualmente, o mercado desses produtos está em crescimento e as pessoas estão em uma tendência de voltar ao original, mais natural, livre de tantos medicamentos industriais.

Para ter todos os benefícios, alguns cuidados são necessários, assim como conhecer as formas adequadas de utilização.

10 Formas usar óleos essenciais

formas de usar óleos essenciais
Crédito: Unsplash

A primeira coisa a fazer, antes de começar a usar óleos essenciais, é consultar um médico ou especialista, pois a automedicação sempre envolve riscos.

Já com o devido direcionamento, veja a forma correta de utilização, de acordo com cada método.

1. Massagem

A massagem com óleos essenciais é normalmente recomendada para aliviar dores e fazer tratamentos cutâneos, mas você deve ter em mente que alguns óleos essenciais são muito fortes e podem queimar sua pele, devendo ser diluídos.

Para isso, utilize azeite de oliva, óleo de coco ou o que seu médico recomendar. Para cada colher do diluente, pingue 2 gotas do óleo.

2. Escalda pés

O escalda pés é indicado para uma imensa quantidade de tratamentos, em que usar oléos essenciais intensificará sua ação. Para isso, se costuma colocar água quente em uma bacia grande o suficiente para cobrir os pés e tornozelos.

Coloca-se água bem quente, no limite do suportável e os outros elementos recomendados, de acordo com o objetivo.

Com os pés na água, vá reabastecendo com água quente, permanecendo pelo tempo recomendado no tratamento. Normalmente são utilizadas 5 gotas por litro de água.

3. Banhos

Você pode fazer banhos de imersão, ou seja, na banheira, ou utilizar durando o banho de chuveiro.

No primeiro, você utiliza cerca de 3 gotas por litro, na água preferencialmente morna, para que possa fazer efeito sob o sistema respiratório.

Já no chuveiro, basta pingar algumas gotinhas em uma parte mais afastada do box, para ativar a evaporação e vaporização.

4. Compressa

As compressas acabam intensificando a ação do medicamento, mantendo-o em contato com a pele por mais tempo, ajudando no processo de cura.

Novamente, para usar óleos essenciais é importante dilui-los, para não causar queimaduras, em muitos dos casos. Assim, faça uma mistura mais concentrada e aplique no local indicado pelo médico.

Para isso, utilize gazes ou um pedaço de algodão, enfaixando o local em seguida, aguardando a ação do remédio. Assim que tirar a compressa, é importante lavar bem o local, para evitar manchas e queimaduras.

5. Inalação

usar óleos essenciais inalação
Crédito: Unsplash

Para fazer inalação, é fundamental que seja realizada com cautela e sob orientação médica. Para usar óleos essenciais na inalação basta ferver água o suficiente para colocar em uma vasilha média, preferencialmente de cerâmica, e colocar a quantidade indicada pelo especialista.

Pode fazer colocar uma toalha sobre a cabeça e levar o rosto até o vapor ou fazer um cone com papel de ofício, tomando cuidado para inalar o vapor de longe, para não se queimar.

6. Aromaterapia

A aromaterapia está em voga ultimamente, porém essa é uma técnica milenar. Consiste em cheirar determinados aromas para ter resultados associados.

Para isso, pode aplicar no pulso, perto das narinas ou até mesmo, carregar um pingente com o óleo, que em contato com o calor do corpo acaba exalando o aroma durante o dia.

7. Difusores

Os difusores ajudam a espalhar o aroma dos óleos através do seu aquecimento, auxiliando inclusive na aromaterapia.

Eles podem ser elétricos ou de porcelana, com o uso de velas. A vantagem do elétrico é a capacidade de dispersão maior, além da praticidade.

Já o difusor com vela é mais barato e menos eficiente, porém também funciona apropriadamente.

8. Puro

O óleo puro pode ser recomendado a depender da situação e da indicação médica, devendo ser utilizado sempre com cautela, pois, como já foi dito, pode causar queimaduras.

Ele é recomendado normalmente para o tratamento de fungos e outras infecções mais severas, aumentando o seu poder de ação.

9. Hidratações

Adicionar óleos essenciais adequados às suas hidratações de pele e cabelo irá aumentar o seu poder de ação.

Siga as orientações do seu dermatologista para evitar reações alérgicas e queimaduras químicas, sempre enxaguando depois do uso e lavando a pele adequadamente.

Normalmente, basta uma gota por colher de sopa de creme, para potencializar seu efeito, atingindo melhores resultados de forma natural.

10. Aquecido ou gelado

Fazer aplicações quentes ou frias de óleo essencial diluído pode acelerar a cura, fazendo com que ele penetre mais rapidamente na pele e ajude a aliviar a dor.

As aplicações aquecidas são recomendadas para tratamentos musculares, de furúnculos, para dores e outros.

Já as aplicações frias são excelentes para tratamentos estéticos, como no caso de pós depilatório, limpeza de pele e outros.

Dicas úteis

usar óleos essenciais dicas
Crédito: Unsplash

Para fazer um uso adequado dos óleos essenciais, siga as seguintes dicas:

  • Nunca use um medicamento sem orientação de um profissional da área;
  • Faça o teste de alergia no seu antebraço e deixe 1 hora antes de usar, para ver se não causará alergia;
  • Lave muito bem o local afetado após a aplicação;
  • Não se exponha ao sol e utilize protetor solar no local;
  • Misture o óleo essencial em azeite ou óleo de coco antes de aplicar.

Seguindo essas dicas e as recomendações do seu médico, o processo de cura será mais rápido e eficaz, sem riscos de queimaduras ou alergias severas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
remédios caseiros para alergia
10 Remédios caseiros para alergia: veja como fazer e aplicar
molho para salada
15 Receitas de molho para salada