tratar nervo comprimido em casa
Crédito: Freepik
em

Como tratar um nervo comprimido em casa

Quando os sintomas não estão relacionados a um problema grave ou crônico, podem ser aliviados em casa, dentro de alguns dias

Você já parou para pensar que certas dores no seu corpo, como na lombar ou nas mãos, podem ser o resultado de algum nervo comprimido? Essa compressão pode gerar diversos sintomas e ser a resposta para algum outro problema, como uma hérnia de disco ou a síndrome do túnel do carpo.

Sintomas de nervo comprimido

Os nervos estão por todo o corpo. Eles começam no cérebro e passam pela coluna vertebral para chegar aos braços, mãos, pernas e pés, fazendo você conseguir se movimentar e ter sensações de dor, cócegas, frio ou arrepios. Todas as sensações do corpo estão envolvidas.

Logo, se um nervo está comprimido, sua estrutura vai perdendo as capacidades porque ficam bloqueadas, e aí surgem os sintomas de dor, fraqueza muscular, alterações de temperatura na região afetada, sensação de anestesia e outros.

De acordo com o especialista, Dr. Marcus YuBin Pai, os sintomas não têm a ver com o local afetado, mas sim, com qual nervo que está comprimido, pois o cérebro não sabe distinguir em que parte do nervo existe o problema, mas apenas que há um problema naquele nervo específico, responsável por um grupo muscular.

Os sintomas de compressão podem incluir:

  • Alterações das sensações de frio e calor;
  • Choque;
  • Coceira;
  • Dificuldade para pegar e segurar objetos;
  • Dor lombar com irradiação pela perna;
  • Dor nas mãos (compressão na altura do punho);
  • Espasmos musculares;
  • Fraqueza muscular;
  • Queimação (como se a pele estivesse ardendo em fogo);
  • Sensação de anestesia.

Principais diagnósticos de nervo comprimido

Antes de saber como deve ser feito o tratamento para nervo comprimido, é preciso ter um diagnóstico médico sobre a causa. Os principais diagnósticos são de:

  • Ciatalgia: esse é o nome da popular dor ciática, que ocorre no nervo que vai da medula espinhal, passando por trás das pernas até o pé.
  • Síndrome do piriforme: inflamação ou tensão excessiva no músculo piriforme, que fica localizado nos glúteos.
  • Hérnia de disco: quando um ou mais discos da coluna vertebral saem do lugar e afetam os nervos espinhais.
  • Síndrome do túnel do carpo: é causada pela compressão do nervo mediano por um canal estreito localizado entre o pulso e o polegar, chamado túnel do carpo.

Porém, nem sempre o problema necessita de tratamento médico, pois é uma compressão passageira, que pode melhorar dentro de alguns dias. Nesse caso, é possível tentar fazer alguns tratamentos caseiros, como vai ver no tópico a seguir.

Tratamentos caseiros para nervo comprimido

Ao perceber um ou mais dos sintomas já mencionados em alguma região do corpo, não quer dizer que esteja com algum problema sério. Quando os sintomas não estão ligados a problemas graves ou crônicos, eles podem ser passageiros e aliviados com tratamentos caseiros, como:

  • Alternar entre compressas quentes e frias na área afetada, de 20 em 20 minutos;
  • Tomar um banho quente para relaxar os músculos;
  • Deitar-se com uma toalha enrolada embaixo do pescoço;
  • Usar um massageador eletrônico;
  • Receber uma massagem relaxante feita por um profissional;
  • Tomar algum analgésico ou anti-inflamatório simples, que pode ser vendido sem receita.

Tratamento médico

Se, depois de alguns dias fazendo os tratamentos caseiros, não sentir melhora, é bom agendar uma consulta médica para verificar o que, de fato, está acontecendo, antes que se torne mais grave. O tratamento vai depender do diagnóstico, e poderá envolver:

  • Medicamentos analgésicos, anti-inflamatórios, antidepressivos ou anticonvulsivantes;
  • Fisioterapia;
  • Infiltrações de cortisona ou outros corticoides para alívio das inflamações;
  • Cirurgia para correção da compressão.
quais cuidados com a área dos olhos

5 Cuidados essenciais com a área dos olhos

como expor coleções em casa

20 Ideias para exibir suas coleções em casa