em

O que é, sintomas e tratamentos do transtorno obsessivo-compulsivo

Saiba tudo sobre o TOC!

transtorno obsessivo-compulsivo
Créditos: Max Pixel https://www.maxpixel.net/Warning-Glasses-Be-Careful-Angry-Finger-Woman-2284170

O Transtorno obsessivo-compulsivo, popularmente conhecido como TOC, é um transtorno comum, crônico e duradouro. É considerada uma doença mental grave e está entre as dez maiores causas de incapacitação, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. Acredita-se que cerca de 1 a 2% da população mundial sofra com esta doença.

O que é transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)?

Transtorno obsessivo-compulsivo o que
Créditos: Superinteressante

Define-se TOC por ideias, imagens ou impulsos regulares, persistentes e indesejados que provocam ansiedade no indivíduo. Além disso, algumas pessoas têm necessidade de realizar certos rituais, ou atos, repetidamente para tentar diminuir e evitar a ansiedade causada por suas obsessões.

É muito comum entre pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo acreditar que, se deixarem de cumprir seu ritual, algo terrível poderá acontecer. Esse é um comportamento que tende a se agravar conforme o tempo passa sem ter a doença em tratamento ou caso passe por algum evento estressante ou traumático.

Por isso, o quão antes a pessoa for diagnosticada e procurar pelos tratamentos, mais eficiente será a recuperação.

Tipos

Existem alguns tipos de transtorno obsessivo-compulsivo diferentes. Predominantemente, o TOC vem acompanhado com rituais repetidos diariamente. Veja a seguir alguns exemplos.

1. Verificação

É basicamente quando a pessoa tem de checar repetidamente se, por exemplo, trancou a porta de casa ou do carro. Entre outros exemplos possíveis, é resumido pelo fato de acreditar que se esqueceu de cumprir uma tarefa importante e tem de voltar para confirmar. Esta confirmação pode acontecer inúmeras vezes durante o dia.

2. Contaminação

É quando uma pessoa tem medo ou acredita fielmente que, por exemplo, se tocar em uma maçaneta irá pegar algum tipo de vírus contagioso. As pessoas que encaixam-se nesta categoria, tendem a ter sempre com elas lenços higiênicos, álcool em gel e costume em lavar as mãos repetidamente por sentirem-se sujos.

3. Acumulação

Nesta categoria, o indivíduo com transtorno obsessivo-compulsivo é incapaz de jogar algo inutilizável no lixo. Na mente desta pessoa, ela teme jogar algo fora por precisar daquele item futuramente para algo, mesmo que seja uma embalagem de goma de mascar.

4. Pensamento intrusivo

Seja sexual, sentimental, sobre violência, sobre religião, esta pessoa tem constantemente pensamentos sobre o que pode fazer com outras pessoas ou com ela mesma. Os pensamentos intrusivos nunca são agradáveis e é comum que a pessoa fique muito ansiosa por não conseguir eliminar este pensamento.

Sintomas

Os sintomas do TOC implicam alterações comportamentais, dos pensamentos e emoções. As pessoas com transtorno obsessivo-compulsivo sofrem pelos medos, sejam eles quais forem. Evitam situações que os possa provocar qualquer tipo de reação que envolva algum de seus medos. Os sintomas mais comuns para uma pessoa com TOC são:

  • Preocupar-se demais em se contaminar com algum vírus;
  • Dúvidas ou pensamentos repetidos à respeito de alguma ação que não se lembra se realizou;
  • Preocupação e incômodo com objetos fora de alinhamento;
  • Inquietável vontade de limpeza ou medo de sujeira;
  • Normalmente, as pessoas com TOC também tem algum “tic” nervoso.

Que médico consultar?

Se você acredita que pode ter algum transtorno obsessivo-compulsivo, pode visitar um clínico geral, psiquiatra, psicólogo ou neurologista. Estes especialistas podem diagnosticar sem muita dificuldade de acordo com os sintomas que demonstre ter. É provável que o especialista faça algumas perguntas a respeito dos comportamentos suspeitos e pode solicitar exames físicos e psicológicos.

Tratamentos

O transtorno obsessivo-compulsivo normalmente é tratado com medicação, psicoterapia ou a junção das duas coisas. Embora a maioria dos pacientes com TOC responda bem ao tratamento, muitos pacientes continuam com os sintomas.

Caso você perceba que está com algum dos sintomas, o mais recomendado é procurar algum especialista para começar o tratamento o mais rápido possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comentários

comentários

como organizar sapatos

As melhores dicas para organizar sapatos

quanto tempo duram os alimentos na geladeira

Saiba quanto tempo duram os alimentos na geladeira