em

AmeiAmei

Como tomar medicamentos corretamente (e o que não se deve fazer)

Confira o passo a passo para usar o medicamento sem erros e veja o que não se deve fazer
tomar medicamentos
Crédito: Freepik

Você já enfrentou a dúvida de como tomar medicamentos da forma correta? Com água, suco ou leite? Não se desespere, pois isso é muito comum e diversas pessoas passam por isso. Para evitar esse contratempo e riscos originários dele, é preciso estar atento as dicas e informações para que os efeitos desejados, aconteçam.

Como tomar medicamentos do jeito certo

Esse tema será abordado de uma maneira subjeta, ou seja, não estabelecendo uma regra universal de tomar remédios. Porém, há alguns passos que são essenciais e que devem ser considerados por quem está tomando algum tipo de medicamento.

Para começar, há um primeiro passo essencial antes de tomar qualquer medicamento. Você sabe qual é?

1. Leia a bula

Sim, ler a bula de remédio corretamente é o passo mais importante, pois é nela que você encontrará as informações que necessita! Não apenas como tomar medicamentos, mas também como o remédio age, o que ele combate, suas contraindicações e a quantidade recomendada. Por isso, a bula é fundamental.

De acordo com o Ministério da Saúde, a bula é a fonte primordial para consulta e orientação, pois por mais que o remédio seja simples, é importante que você saiba tudo sobre o seu uso. Tendo em vista esse fato, a Anvisa determinou desde 2009 a simplificação da linguagem de todas as bulas, visando o maior entendimento do público.

Se você quiser acessar a bula do seu medicamento, mesmo sem estar com ela, acesse o site que a Anvisa criou com bulas eletrônicas. Ao preencher os espaços com poucas informações sobre o medicamento, você já terá acesso as informações.

2. Tome a quantidade correta

tomar medicamentos
Crédito: Med About Me

Em alguns casos é necessário que você faça o cálculo da quantidade de medicamento, de acordo com o peso e, em outros, apenas necessitará seguir a quantidade indicada pelo médico, assim como a recomendação da bula. De qualquer modo, é essencial que você siga a dosagem indicada.

Não tome medicamentos sem antes consultar um médico. Por vezes, você pode estar tratando de um problema, condição ou doença da forma incorreta. Como consequência, o caso pode ser agravado.

3. Não invente acompanhamentos

Se for um comprimido e você quiser utilizar alguma bebida para facilitar a ingestão, utilize água. Não use outras bebidas para esse fim, pois elas podem gerar efeitos colaterais.

Esses passos foram feitos pensando em não generalizar e para criar um forte vínculo entre o paciente e a bula, pois é na bula que se encontram todas as informações sobre como tomar medicamentos.

Um outro fator importante é se atentar para o que não se deve fazer. Essas regras já são mais universais, devendo ser obedecidas para não haver casos de risco para a saúde.

Lista com os remédios para dor de cabeça mais conhecidos

O que não fazer

Existem diversas crenças populares que a ciência já comprovou que estão erradas quanto ao uso de medicamentos. É muito importante que você saiba o que não fazer quando for ingerir um medicamento, para que você não sofra com as mais diversas consequências para a saúde.

1. Não beba álcool

O uso de bebidas alcoólicas junto com medicamentos é extremamente perigoso, podendo levar danos ao fígado. Além disso, dependendo do tipo de medicamento pode haver potencialização do efeito da bebida, causando em casos extremos, coma alcoólico. Também pode acontecer do efeito do medicamento ser anulado, perdendo a sua finalidade de tratamento.

Isso se deve ao fato de ambos serem processados pelo fígado, gerando uma bipartição das funções desse órgão. Desse modo, ele não consegue atuar normalmente.

2. Beber leite

tomar medicamentos
Crédito: Verywell Family

Acompanhar o uso do remédio com leite pode ser um erro, retirando todo o poder de ação do comprimido. Isso ocorre, por exemplo, com antibióticos de tetraciclina, que acabam se ligando com o cálcio, presente no leite. Neste caso, o medicamento fica sem efeito.

Medicamentos para baixar pressão aumentam o risco de morte

3. Não seguir os horários

Ao prescrever um medicamento o médico irá informar de quanto em quanto tempo deverá ser ingerido. A bula também informa sobre como tomar medicamentos neste aspecto. Entretanto, ela fala em quantidades mínimas e máximas. O que pode não ser o recomendado pelo seu médico. Ele levará em conta o seu histórico de saúde e o caso em sim, para tratamento.

Não respeitar os horários à risca pode provocar resultados negativos, tanto no sentido de não surtir efeito, como também em efeitos colaterais desagradáveis.

4. Dividir comprimidos

Dividir comprimidos ao meio é uma prática errada, mas muito comum. Salvo orientações médicas, um medicamento nunca deve ser dividido ou tomado em dosagem não recomendadas. Principalmente se forem cápsulas.

Esse revestimento faz com que o fármaco seja resistente ao pH do organismo, para que seja absorvido apenas no local desejado. Por exemplo. Alguns remédios devem ser colocados debaixo da língua, outros devem derreter na boca (como uma pastilha) e tem aqueles que devem ser ingeridos para serem processados no estômago.

Estudo comprova a eficácia dos medicamentos antidepressivos

5. Tomar mais de um remédio ao mesmo tempo

A ingestão de mais de um medicamento pode ser um erro, se não for a recomendação do seu médico. Um exemplo disso consiste nas mulheres que ingerem antibiótico e anticoncepcional, simultaneamente. Essa atitude é um erro, pois anula completamente os efeitos do anticoncepcional. Daí a necessidade de consultar um especialista e para se informar também!

Já presenciou alguém a tomar medicamentos de um modo errado? Compartilhe essa experiência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
limpar o liquidificador
Como limpar o liquidificador: dicas simples
zimbro
Zimbro: uma planta para saborear e cuidar da saúde