em

Como ler bula de remédio corretamente

Você costuma ler a bula de todos os remédios que compra? Se não, saiba que deveria, pelo bem da sua saúde
ler bula de remédio como fazer
Crédito: Freepik

Toda vez que você compra um remédio na farmácia, dentro da caixinha dele vem um papel dobrado cheio de informações. Essa é a bula, que serve como um manual de instruções para que você saiba tudo sobre aquele remédio e como utilizá-lo. Essas informações são muito importantes e por isso você precisa saber como ler bula de remédio. Veja o passo a passo a seguir.

Importância de ler a bula

qual é a importância de ler bula de remédio
Crédito: Freepik

A importância de ler bula de remédio é que nela contém informações essenciais para que você saiba quais são as indicações de uso do remédio, as contraindicações, quais sãos as possíveis reações adversas, qual é a dose mínima e máxima que se pode tomar e como conservar o remédio da maneira correta.

Sabendo de todas essas informações você garante que não vai tomar uma dosagem superior à recomendada e acabar tendo efeitos colaterais por superdosagem. Também vai saber o que pode acontecer e o que fazer caso sinta algum tipo de alergia ao tomar a medicação. Então o jeito é não ter preguiça daquele monte de letrinhas pequenas e ler a bula para garantir a segurança de quem for usar o remédio. Veja como fazer a leitura.

Como ler a bula passo a passo

como ler bula de remédio passo a passo
Crédito: Freepik

A bula é um documento estabelecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) que deve ter informações predeterminadas para que tanto os pacientes quanto os profissionais de saúde obtenham informações relevantes sobre o medicamento em questão. Por isso existe a bula do paciente e a bula do profissional.

Por mais que pareça muito chato e demorado ler bula de remédio, quando você começa, percebe que cada palavra que consta naquele papel é importante. A bula do paciente é escrita em uma linguagem simplificada para que qualquer pessoa consiga compreender. Então acaba servindo como um mini manual bem simples e organizado, basta você saber o que significa cada informação. Veja a seguir.

1. Composição

A primeira informação que vai aparecer quando você começar a ler bula de remédio é sobre a composição do medicamento. Haverá o nome científico do remédio e a quantidade de cada composto utilizado para fazê-lo. Vai indicar também qual é a forma farmacêutica do remédio, se é em cápsulas, comprimidos, xarope ou suspensão.

2. Indicações

Na parte de indicações de uso vai ter as informações sobre quais doenças aquele remédio tem a capacidade de tratar. Se o problema que você precisa tratar não estiver recomendado nessa parte de indicações da bula, é melhor perguntar ao farmacêutico ou ao médico se esse medicamento realmente pode ser administrado para o seu caso.

3. Contraindicações

As contraindicações são informações muito importantes, pois vão informar em quais situações o remédio não deve ser tomado. Por exemplo, pode estar escrito que aquele medicamento não é recomendado para gestantes, para crianças com menos de 12 anos ou para pessoas diabéticas, por exemplo. Então deve ler essa parte com muita atenção e seguir as orientações.

4. Reações adversas

Nessa parte poderá estar escrito “reações adversas” ou “efeitos colaterais”, é a mesma coisa. Essas informações são referentes a o que pode acontecer de indesejado ao tomar a medicação. Por exemplo, pode ser que causa uma leve dor de cabeça, tontura ou retenção de líquidos. Vai depender de caso para caso, porém é obrigação do laboratório informar essas possibilidades.

5. Posologia

A posologia significa qual é a dose que deve ser tomada daquele medicamento. Vai conter a quantidade para pessoas adultas e, se for indicado para crianças, vai ter a quantidade que pode ser dada a elas também. Essa informação deve ser seguida à risca, não tome nem a mais nem a menos do que está sendo recomendado na posologia.

6. Superdosagem

A superdosagem vai lhe dar informações sobre o que pode acontecer e o que deverá fazer no caso de tomar uma quantidade superior à recomendada. Essa informação também é importante porque fala sobre o que fazer caso aconteça de uma criança pegar o remédio sem o responsável ver e acabar tomando.

Isso não deve acontecer, por isso que há sempre um aviso na caixa do remédio e na bula de que os remédios devem ficar fora do alcance das crianças. Caso aconteça, você precisa saber o que fazer, pois pode ser uma situação de emergência.

7. Interações medicamentosas

Essa informação também faz parte das etapas de como ler bula de remédio. É onde vai dizer o que acontece ao misturar o medicamente com outras substâncias, sejam outros remédios, drogas, alimentos ou bebidas alcoólicas. Leia atentamente para saber se não deve misturar esse remédio com algum outro ou mesmo com algum tipo de comida.

8. Cuidados na conservação

Por fim, a bula também vai informar como você deve armazenar esse medicamento. Normalmente a recomendação é de que você o guarde em um local seco, fresco e ao abrigo da luz para que sua composição não seja alterada e perca sua eficiência.

Também verá a informação de que deverá manter o medicamento fora do alcance das crianças, justamente para evitar que elas tomem e acabem sofrendo as consequência de uma superdosagem. Em alguns casos esse descuido pode ser fatal.

Então, agora que sabe como é importante ler bula de remédio, sempre que comprar um medicamento, tire uns minutos para entendê-la. Não importa se o seu médico já tenha lhe dito como deve tomar, pode ser que na bula tenha informações que você precisa saber e que podem salvar você de alguma reação adversa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
cará receitas
Receitas com cará: uma raiz cheia de benefícios à saúde
sobre amigdalite
Amigdalite: o que é, tipos, sintomas e como tratar