tipos de arroz
Crédito: Freepik
em

6 Tipos de arroz para conhecer e variar as receitas

Não precisa fazer sempre o mesmo tipo de arroz. Surpreenda a família com novas opções

O arroz é um dos alimentos mais consumidos pelos brasileiros, junto ou separado do feijão e da batata frita. Ele é tão versátil que se pode comer puro, com molho, em forma de risoto, com carnes, legumes, de forno, bolinho e muitas outras receitas para variar todos os dias da semana. Mas você conhece os tipos de arroz integral e branco mais consumidos? Está fazendo a melhor escolha para a saúde e para as receitas? Conheça melhor os principais tipos que encontra no mercado para rever suas escolhas.

Veja também: os tipos de feijão mais consumidos no Brasil

Tipos de arroz integral e branco

tipos de arroz mais populares
Crédito: Freepik

Além de ser muito saboroso e versátil na culinária, o arroz tem excelentes propriedades nutricionais para fortalecer a saúde. Até mesmo o arroz branco, considerado o que tem menos nutrientes por causa do processo de polimento, tem suas vantagens nutricionais. Portanto, escolha o tipo que mais gostar, só não deixe de colocar o arroz na mesa do almoço.

1. Branco

Chamado de branco ou polido, esse arroz é longo o fino, ótima fonte de carboidratos e proteínas, e tem sua validade prolongada. Porém, como ele é bem polido para ficar branquinho, esse processo de polimento elimina uma parte de suas vitaminas, fibras e minerais, então há escolhas mais saudáveis. Esse é um bom arroz para servir puro, de acompanhamento, e também funciona para usar de base a outros pratos, como o arroz paraense.

2.Integral

Como o nome indica, o arroz integral chega ao consumidor na sua forma bem próxima ao natural, antes da colheita. Ele não sofre polimento, então suas propriedades nutricionais são mais bem preservadas. Justamente por ter uma casquinha mais dura rica em nutrientes, ele demora um pouco mais para ficar pronto. Vai bem como acompanhamento de carnes, peixes, ovos, saladas e vegetais.

3. Parbolizado

Esse é um dos mais vendidos tipos de arroz no país. Ele também é polido, com uma fração de perda de nutrientes, mas não tanto quanto o branco. Seu cozimento é rápido e é do tipo que fica mais soltinho se cozinhar com um fio de azeite e sem ficar mexendo, justamente porque passa pelo processo de parbolização. Serve como acompanhamento, puro ou temperado, e de base para receitas com arroz, tipo risoto de frango na panela de pressão.

4. Arroz selvagem

Esse é um arroz preto, de grãos finos e longos, com alto valor nutricional. Mas também pode ser encontrado em outras cores mais claras. Quando quiser surpreender no cardápio, certamente esse tipo de cor diferente vai atrair os olhares à mesa. Ele é um arroz ótimo para misturar com frango, legumes, bacon e cogumelos e fazer um prato só para servir como principal.

5. Arbóreo

Esse é o arroz que você deve comprar quando quiser fazer um risoto bem tradicional. Os grãos são bem pequenos e esbranquiçados porque ele é rico em amido, então ao ser preparado fica mais cremoso, por isso que é ideal para fazer risotos sem nem precisar de creme de leite.

6. Arroz basmati

Esse arroz é muito usado nas receitas indianas, pois essa é a sua origem. Então, pode ser a base para pratos bem temperados, mas se quiser um tempero mais suave ele vai contribuir com o seu aroma suave e agradável, deixando o prato ainda mais apetitoso. São grãos mais longos e finos, de cor escurecida. Para preparar na textura perfeita, use 960 ml de água para cada 500 gramas de arroz.

Se mesmo escolhendo um arroz que cozinha facilmente, você não consegue deixá-lo soltinho e com a textura perfeita, veja as dicas especiais no vídeo:

38 Comments

Leave a Reply
  1. Tenho que discordar da matéria, sabendo que a diferença entre o arroz integral e o branco, é somente a questão do polimento que o arroz sofre. O mesmo arroz sem polimento, é o integral.

  2. Se td mundo se alimentar corretamente, ou seja, comer pouco e caminhar td dia, o açúcar não vai subir, a pessoa vai emagrecer e a glicose vai normalizar. O povo come massas demais, bebe refri demais e depois culpa o arroz. Td tem glicose. O problema é a quantidade. Até as crianças comem muita porcaria. É um tal de biscoitinho, balas, suquinhos com açúcar, etc.etc.etc. Deus me livre!

  3. É triste a falta de informação e pesquisa por parte de quem escreve os artigos! Os fitatos são iliminados através da demolha! Além disso todo o arroz é integral e transformado posteriormente em branco… neste processo fibras, proteína e vitaminas são igualmente iliminados… restante basicamente amido! Estes artigos pseudo informativos já cansam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

organizar maquiagem

Como organizar maquiagem de forma criativa e prática

brigadeiro de pistache

Brigadeiro de pistache: receitas com um sabor surpreendente