Sintomas de glicose alta
Crédito: Freepik
em

AmeiAmei HahahaHahaha FofoFofo Meu Deus!Meu Deus! TristeTriste

11 Sintomas de glicose alta

sxsxsdwsdsdsd

Saiba também quais são as consequências desse problema e como diminuir a taxa de glicose no sangue

A glicose alta é um problema que prejudica muitos brasileiros. Isso porque poucos sabem identificar os seus sintomas, o que pode gerar consequências danosas. Assim, confira quais são os sintomas da hiperglicemia e previna esse mal.

11 Sintomas de glicose alta no sangue

glicose alta sintomas
Crédito: Laboratório Oswaldo Cruz

A presença de um desses sintomas isolados não significa que a pessoa tem hiperglicemia, mas o conjunto deles pode ser um preocupante alerta.

1. Fome excessiva

Devido ao fato de o corpo não conseguir adquirir açúcar o suficiente por suas células, aumenta-se a demanda por esse nutriente. Isso gera uma fome incontrolável.

Esse fato é explicado pelo mal funcionamento da insulina, o que faz com que as células não consigam adquirir energia suficiente.

2. Urina doce

Sim, literalmente esse é o termo adequado para caracterizar essa mudança na urina. Isso porque esse líquido se torna mais doce em quem tem hiperglicemia, pois o açúcar não é devidamente processado pelos rins. É comum a aproximação de formigas onde pingam gotas da urina.

3. Fadiga intensa

O corpo de um indivíduo com hiperglicemia é bastante susceptível à fadiga intensa, pois ele não consegue processar quantidade suficiente para a formação de energia. Tal fator torna a pessoa apática, pois ela não tem ânimo para nada.

4. Urinar muito

Quando o ato de urinar se torna corriqueiro, isso significa que provavelmente a pessoa possui hiperglicemia. Isso também se deve ao fato de que pela glicose não ser processada, a vontade de fazer xixi se torna muito mais frequente.

5. Problemas oculares

Visão turva ou embaçada pode ser algo além de problema oftalmológico. Isso porque os picos de açúcar no sangue afetam os pequenos capilares da região, influenciando diretamente na qualidade da visão.

6. Dificuldade de concentração

Pessoas com hiperglicemia são mais susceptíveis a comportamentos distrativos. A taxa de açúcar interfere diretamente nas zonas cerebrais responsáveis pelo foco.

7. Menor resistência a atividades aeróbicas

Devido ao fato de o sangue estar mais espesso, ele não flui como o normal. Isso faz com que a pessoa tenha menor resistência para suportar atividades aeróbicas.

8. Desânimo sexual

Isso é explicado pela diminuição do fornecimento de energia para o indivíduo. A espessura do sangue que atrapalha a fluidez do sistema cardiovascular, também interfere no momento, pois há menos vascularização do órgão genital.

9. Inchaço nas extremidades

Se os seus dedos dos pés e das mãos estiverem inchados, isso pode ser um sinal de alerta. Porém, é importante que se avalie os outros sintomas também, pois esse inchaço pode possuir outras causas.

10. Gripes e resfriados

O mal balanceamento entre glicose e insulina interfere diretamente na imunidade, deixando os quadros de gripes e resfriados mais frequentes do que o normal.

11. Formigamento frequente

Formigamentos muito frequentes, principalmente nos dedos, merecem muita atenção. A circulação dificultada é a principal razão e isso pode levar a consequências sérias.

Consequências da glicose alta

As altas taxas de glicemia de forma permanente, principal característica da diabetes mellitus, tem origens múltiplas, mas pode causar algumas complicações, segundo o Ministério da Saúde:

  • Retinopatia diabética: são lesões que aparecem na retina, podendo causar pequenos sangramentos até a perda da visão;
  • Nefropatia diabética: os nervos ficam incapazes de emitir e receber as mensagens do cérebro, causando alguns dos sintomas citados anteriormente e também enfraquecimento muscular e excesso de transpiração;
  • Pé diabético: acontece quando uma região machuca ou infeccionada nos pés desenvolve uma ferida mais séria. Qualquer ferimento nos pés deve ser tratado rapidamente e por um especialista;
  • Infarto no miocárdio: os grandes vasos sanguíneos são afetados, obstruindo a irrigação de órgãos vitais, como o coração e o cérebro;
  • Infecções: a hiperglicemia deixa os glóbulos brancos, responsáveis pelo combate aos invasores do corpo, menos efetivos.

Como baixar a glicose

Pessoas que têm o histórico na doença na família devem estar sempre atentos ao peso ideal e à pratica de exercícios físicos. É essencial não fumar, evitar medicamentos que possam atingir o pâncreas e controlar a pressão arterial.

Quem já tem os níveis de açúcar no sangue descontrolados, deve ter sempre o acompanhamento de um médico especialista, manter uma alimentação saudável para manter um bom controle das taxas sanguíneas. Não deixe de fazer um exatamente diário dos pés, para evitar o aparecimento de lesões perigosas.

Veja mais dicas no vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

Estudante dorme com fones de ouvido e acorda surdo de um ouvido

Estudante dorme com fones de ouvido e acorda surdo de um ouvido

conflitos no trabalho

10 Dicas para resolver conflitos no trabalho