síndrome de raynaud
Crédito: Wikimedia Commons
em

Síndrome de Raynaud: o que é e como evitar os sintomas

Talvez você nunca tenha ouvido falar nessa síndrome, mas já tenha sentido sentido seus sintomas

É muito comum que as pessoas que estejam expostas ao frio por um longo período de tempo tenham os dedos das mãos e dos pés dormentes. Em temperaturas abaixo de zero grau pode ser ainda pior. Apesar de ser algo normal, você pode ter uma doença que é chamada Síndrome de Raynaud.

O que é o Síndrome de Raynaud

Sindrome de Raynaud sintoma
Crédito: Google Plus

Sentir os dedos das mãos e dos pés dormentes em temperaturas baixas pode ser normal, mas pode ser também algo causado pela Síndrome de Raynaud. Essa é uma desordem das artérias e, mesmo com um par de luvas grossas, os dedos ainda podem ficar dormentes e mudar de cor.

Essa síndrome afeta cerca de 5% da população dos Estados Unidos. Ela impacta diretamente nas artérias e vasos sanguíneos: essas vias passam por um estreitamento, o que reduz o fluxo sanguíneo para as extremidades do corpo. Esse processo é denominado vasoespasmo e, normalmente, acontece em períodos rápidos.

A Associação Raynaud, nos Estados Unidos, vem trabalhando para aumentar a conscientização sobre a doença, que está associada a outras doenças que afetam as artérias. A Síndrome do Túnel do Carpo e lúpus são exemplos delas. Apesar disso, não é necessariamente uma regra.

Causas

Existem dois tipos: uma é classificada como doença de Raynaud, a outra, como fenômeno. A doença de Raynaud é a mais comum, menos grave e não tem uma causa conhecida. O fenômeno é mais grave e causa outras doenças. As causas mais comuns são as seguintes.

Temperaturas frias

A causa mais comum que desencadeia uma crise de Raynaud é o frio. Ele faz com que as extremidades do corpo entrem em vasoespasmo, se estreitando e, automaticamente, recebendo menos fluxo de sangue.

Estresse e ansiedade

O estresse e a ansiedade estão, muitas vezes, ligados aos ataques. Por causas alterações no sistema nervoso, isso pode causar também um estreitamento nas vias sanguíneas e acabar por causar a Síndrome de Raynaud.

Fumar

Pesquisas mostram que a nicotina nos cigarros pode aumentar o risco de desenvolver a Síndrome de Raynaud. Fumar é, então, um dos comportamentos que mais causam essa síndrome. Por isso, parar de fumar é importantíssimo.

Determinados medicamentos

Alguns medicamentos podem aumentar o risco de ter um ataque de Raynaud. Os mais problemáticos são aqueles que causam o estreitamento das artérias, como os usados para hipertensão, TDAH, câncer, contraceptivos e alguns contra enxaqueca podem ser a causa.

Como se prevenir

síndrome de raynaud como se prevenir
Crédito: Wikimedia Commons

Na maior parte dos casos, o Raynaud afeta os dedos das mãos e pés, mas você também pode sentir os sintomas nos ouvidos, nariz, lábios e mamilos. Essa área pode ficar branca, de início, e depois azul, até que o fluxo sanguíneo seu restituído.

Após o fluxo sanguíneo normalizar, a área pode ficar vermelha e começar a aquecer, mas também podem formigar, pulsar e ficar inchada. Geralmente, os sintomas se dissipam em 15 minutos.

Para pessoas que trabalham ao ar livre ou em temperaturas baixas, estar bem agasalhado ajuda a evitar um ataque. Evite também lavar as mãos com água fria e segurar coisas geladas, principalmente se já estiver com as mãos frias.

Pratique exercícios como yoga, meditação e exercícios de cardio, assim, sua circulação vai melhorar, além de diminuir o estresse e ansiedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

urticária nervosa

Urticária nervosa: o que é e como tratar

vitaminas e suplementos

Quais vitaminas e suplementos você não deve comprar